Home»Artigos»Ansel Adams: fotografia de natureza e preocupação com o meio ambiente

Ansel Adams: fotografia de natureza e preocupação com o meio ambiente

4
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Não é de hoje que nossa sociedade discute os efeitos da ação do homem na natureza. E uma das maneiras de notarmos as mudanças ao nosso redor, é, sem dúvida, por meio da fotografia. Ela é, inclusive, ponto central na discussão em aulas de educação ambiental em muitas escolas, universidades e organizações ao redor do mundo. A fotografia de natureza é um modo de chamar atenção quanto à importância da causa ambienhttp://blog.emania.com.br/evolucao-da-fotografia-entenda-como-surgiram-os-estilos-que-voce-conhece-hoje/tal para os seres humanos.

Hoje trazemos um importante fotógrafo que conciliou o meio ambiental com uma estética apurada e exímia técnica profissional: Ansel Easton Adams, nascido na cidade americana de São Francisco, em 1902. Sua infância é marcada pela adoração ao piano, mas, foi na fotografia que encontrou seu grande amor, ao ganhar uma Kodak dos pais aos 16 anos durante uma viagem em família para o Parque Nacional de Yosemite, lugar que ele fotografaria até o fim de sua vida aos 82 anos.

Em 1919, associou-se ao Sierra Club, a primeira ONG americana dedicada à preservação do meio ambiente. Durante a década de 1920, organizou diversas expedições fotográficas ao Yosemite, permitindo que ficasse reconhecido na época. A fotografia de natureza é muito latente em seu trabalho. Em 1926 ele tirou uma importante fotografia do mesmo Yosemite que visitava quando criança. A foto conhecida como “Monolith, a Face of Half Dome”, é um marco inicial do reconhecimento como fotógrafo.

Já na década de 1930, Ansel Adams intensifica o processo criativo de fotografias de natureza. A técnica fotográfica sempre foi levada muito a sério por ele, que gostava de testar novos equipamentos fotográficos em seus produções. Certa vez, em seu livro “A Câmera”, escreveu:

“…prefiro mostrar a natureza de diferentes modelos de câmeras e seus recursos, esperando que o fotógrafo possa levar essas discussões em consideração no contexto de suas intenções e de seu próprio estilo”.

Enquanto muitos especialistas consideram ao trabalho de Adams à beira da perfeição, outros o criticam negativamente pela excessiva busca do ideal estético. Aí uma discussão pertinente, pois é fato que o fotógrafo americano buscava a perfeição harmônica em suas fotografias. Acreditamos que ela tenha conseguido, como é possível ver em seu trabalho.

O importante é que Ansel Adams, que faleceu em abril de 1982, deixou um importante legado para a fotografia de natureza, que hoje é vista como importante ferramenta de divulgação no que diz respeito aos temas ambientais. Com certeza ele foi um dos fotógrafos precursores na defesa do meio ambiente, que cresce a cada dia mais.

Comentários

comentários

Post anterior

Saiba que equipamentos usar para produzir vídeos para o seu curso online

Próximo post

Drones revolucionando o mercado - TUTORIAL Dji Phantom 3