Home»Dicas»Dicas para fotografar a Via Láctea

Dicas para fotografar a Via Láctea

6
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Nós vivemos em um planeta lindo do Sistema Solar que nos oferece vistas incríveis de partes da nossa galáxia: a Via Láctea. Se você esperar para que o arco dessa galáxia esteja alinhado corretamente para ser visto de onde você está, você terá a oportunidade perfeita para criar imagens inspiradoras.

Alguns fotógrafos ficam surpresos ao descobrir como é fácil fazer fotografias da Via Láctea apenas conhecendo algumas dicas essenciais. Planejar quando e onde fazer uma fotografia da galáxia é tão importante quanto as técnicas e o equipamento usado.

Dito isso, conheça algumas dicas básicas para fazer esse tipo de fotografia:

Onde e quando você pode ver o centro da Via Láctea

O centro completo da Via Láctea é visível apenas em alguns meses e em alguns locais. Você pode ver o resto da Via Láctea em outros momentos do ano, mas para resultados realmente impressionantes, você precisa procurar pelo centro da galáxia. Por isso, vamos discutir os melhores momentos do ano para vê-lo.

fotografar a via lactea

Para fotografar a Via Láctea no Hemisfério norte

Partes da Via Láctea ficam visíveis durante todo o ano, mas o centro da galáxia fica aparente no céu apenas do fim de abril ao fim de julho e pode ser visto do sudeste, ao sudoeste do céu.

É nesse momento que você pode ver o que chama de “o grande C”. Conforme o verão progride, você pode ver o centro da galáxia se mover para o oeste – dessa forma, ao fim do verão, ele vai nascer no sudoeste.

fotografar a via lactea

Você não consegue ver o centro da Via Láctea durante o inverno.

No hemisfério sul

Fotógrafos que estão no hemisfério sul, que é o nosso caso, têm sorte. Isso porque nós conseguimos ver e fotografar a Via Láctea de fevereiro até outubro, com picos de visibilidade entre junho e julho.

Não se esqueça da fase lunar

Para fotografar a Via Láctea da melhor maneira, você precisa ter o mínimo de poluição luminosa possível, o que significa que você tem de evitar a lua cheia. Alguns fotógrafos conseguem capturar a galáxia com as luas minguantes e crescentes, mas o ideal é a lua nova – nunca a cheia!

Outra coisa que deve ser levada em consideração é a posição da lua em relação à Via Láctea.

Por exemplo, a lua minguante não causa tanto problema se estiver no oeste enquanto a Via Láctea aparece no sudeste. Mas se a lua estiver bem no centro do arco visível da Via Láctea, ela pode deixar o céu muito claro e bem onde você não quer que ele esteja.

fotografar a via lactea

Como saber onde a Via Láctea vai estar?

Hoje em dia há vários aplicativos de mobile e desktop que podem te ajudar a planejar a próxima fotografia da Via Láctea. Alguns dos mais famosos são o Stellarium e o SkyMap.

Você pode selecionar um local e hora para ver quando e aonde todos os elementos necessários para a fotografia vão se alinhar. Em suma, você vai procurar pelo local no céu em que o centro da galáxia estará presente durante uma fase de lua escura.

fotografar a via lactea

Espere por um tempo limpo

Muitos dos fotógrafos de paisagens adoram uma nuvem no céu, mas isso para o período diurno. Quando você começar a fotografar a noite, vai perceber que vai querer exatamente o contrário.

Poucas nuvens, na verdade, podem até ajudar a criar um drama na imagem, contanto que elas não estejam bloqueando a magnitude galáctica.

A Via Láctea é apenas metade da foto

As fotografias mais inspiradoras da Via Láctea são aquelas em que o céu e a terra se misturam.

fotografar a via lactea

Algo tão mundano quanto uma pessoa, ou um acampamento pode dar um toque especial para o fenômeno que está no céu.

Comentários

comentários

Post anterior

Funções essenciais e esquecidas da câmera fotográfica

Próximo post

3 hábitos para um fotógrafo de paisagens adquirir