Home»Reviews»Como Importar arquivos para a Timeline do Premiere

Como Importar arquivos para a Timeline do Premiere

1
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Como Importar arquivos para a Timeline no Premiere!

Olá pessoas, continuando as nossas postagens no curso de Adobe Premiere, vamos falar de como importar  arquivos para a sua sequencia, em seu respectivo projeto no Premiere… Bom como todos nós sabemos é importante que tenhamos primeiramente os nossos arquivos bem organizados e com backups em Hd, porém quando se trabalha com um software como  Premiere, os arquivos apenas estarão lincados na sequência ao caminho original salvo em seu pc, portanto se você movimentar quaisquer que sejam os arquivos e eles estiverem em  uma sequência do Premiere, você perderá os devidos caminhos. O premiere apenas linca os caminhos e não os importa para sua interface, justamente para ficar leve.

Portanto vamos estabelecer passos:

1 – Após deixar organizado o backup de seus arquivos, não os mude de pasta ou de nomes, mantenha-os para sempre em um mesmo lugar, por isso aconselho que a organização, é um passo importante logo no início.

Captura de Tela 2015-12-18 às 13.48.21 timeline do premiere

 

2- Após ter os arquivos salvos, abra o Premiere e importe os arquivos… File (Arquivo)/ Import (Importar) / e o software abrirá uma janela para você reconhecer, os arquivos…

Captura de Tela 2015-12-18 às 13.50.56 timeline do premiere

3- Após escolhidos, você poderá usar do auxílio da tecla Shift/Command/Ctrl, para selecionar mais de um arquivo.

Captura de Tela 2015-12-18 às 13.51.46 timeline do premiere

4- Após selecionados, Clique em Importar, e os arquivos já estarão em sua aba Project/Projeto, do Premiere

Captura de Tela 2015-12-18 às 13.51.53 timeline do premiere

 

Importado os arquivos, você já poderá os levar para a sua plataforma e começar a trabalhar com os mesmos…

Elaboramos um vídeo exclusivo mostrando esse processo na prática Confira!

Comentários

comentários

Post anterior

Presentes para os amantes de cinema

Próximo post

Resenha: Fujifilm Instax Mini 90