Home»Artigos»Como usar adereços e objetos em seu filme

Como usar adereços e objetos em seu filme

1
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Um osso. Um cabide de arame. Um polaroid. Uma grande roda. Um Delorean. Uma lagosta. Uma caneca de café. Uma barra de sabão. Se esses objetos te fazem lembrar de filmes específicos, então isso significa que eles não fizeram o seu trabalho como adereços.

Como você pode bem perceber, em muitos filmes eles tem um papel vital, porém poucos cineastas iniciantes prestam a devida atenção ao poder que um desses adereços pode oferecer à sua história.

Um adereço pode ser usado para realizar muitas coisas em seu filme, como ajudar na transição sem problemas de cena para outra, agir como um canal para revelar um certo aspecto emocional dos personagens, ou simplesmente destruir um monte de adversários – como o cortador de grama em Dead Alive. Rishi Kaneria tem um olhar mais profundo o poder de adereços neste vídeo ensaio intitulado Why Props Matter (Porque Adereços Importam?, numa tradução livre).adereços-fight_club

Como usar adereços para melhorar seu filme?

Há várias técnicas de teatro e outras fontes performáticas que nos ensinam como melhor utilizar os objetos e adereços em cena para atingir o nosso propósito. Não há tempo para comentarmos tudo detalhadamente, porém é fácil perceber como em alguns filmes os adereços e objetos, e até mesmo a locação são personagens vitais para a história.

Não aproveitar o potencial de contar histórias que alguns adereços têm inerentemente é como não lucrar com um bilhete de loteria premiado. Há muitas possibilidades e, por exemplo, você pode ser bem criativo com os adereços que seus personagens usam para fazer suas cenas de luta imprevisíveis e emocionantes. Você pode encontrar um adereço incomum que vai atrai o olhar do público, como a Bengala de Âmbar com Mosquito de John Hammond em Jurassic Park.

Há tantas maneiras de utilizar os seus adereços para que eles sirvam para a sua história, em vez de permitir que eles simplesmente ocupam espaço dentro do quadro. Cada adereço pode adicionar à sua história, especialmente se eles estão contando a sua própria história. Um filme que vem à mente que não só usa adereços que parecem ter a sua própria história, mas também presta especial atenção para os adereços em si é o Office Space.

Pense comigo: as canecas da Lumbergh, o relatório TPS do Peter, o grampeador do Milton, e a máquina de cópia maldita – todos eles se tornam seus próprios personagens, em parte porque o diretor / escritor Mike Judge deu esses adereços quantidades significativas de tempo de tela para interagir e afetar os personagens humanos do filme – ele deu-lhes uma vida própria; ele os fez personagens importantes.

Como você pode perceber adereços, objetos em cenas e qualquer coisa na realidade que os personagens podem interagir em cena pode ser um bom meio para criar novos personagens e novas histórias. Não há limites para o que você pode fazer em termos de adereços e outras formas de contar uma história. Lembre-se apenas de fazer o mais simples primeiro e não se desesperar quando não vem nenhuma ideia para um adereço ou objeto de cena que seja realmente digno de ser chamado de personagem. Às vezes, você não encontrará nada, porém se manter-se atento achará algo que será perfeito para o seu filme e para a história que você deseja contar.

Então, da próxima vez que você está planejando um filme não se esqueça de dar a seus adereços muito atenção e um pouco de interesse. Assim como você normalmente já pensará muito e dará muita atenção ao seu elenco, é importante prestar atenção aos adereços, pois eles podem acabar afetando e influenciando a sua narrativa, tanto quanto, ou talvez até mais, do que seu ator.

adereços-prop-Wonka-Nutty-L

Comentários

comentários

Post anterior

10 Dicas Rápidas Sobre Álbum de Casamento

Próximo post

Saiba como criar ilusão de perspectiva