Home»Dicas»Dicas de fotografia e câmeras para iniciantes

Dicas de fotografia e câmeras para iniciantes

26
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

A câmera tem influência direta na qualidade da foto. Antes de escolher a melhor Câmera fotográfica para você, defina seu objetivo. Que tipo de fotos você pretende fazer? Este artigo trará dica de fotografia de grande valia para quem está começando agora!

Caso a ideia seja realizar apenas imagens caseiras, de festas e reuniões entre amigos, a melhor opção é uma câmera amadora. A câmera de celular também pode ser usada nesse tipo de foto. Agora, se a intenção é captar imagens de maneira mais profissional, a câmera precisa oferecer um conjunto de bons atributos.

Para ficar mais fácil de entender, considere a seguinte comparação: a fotografia em relação à profissão de confeiteiro. Quem é confeiteiro profissional tem facilidade em preparar um doce excelente, mesmo usando um fogão caseiro. Porém, para trabalhar nessa profissão e abrir uma confeitaria é preciso ter um fogão que possibilite o controle do resultado. Além disso, deve ter mais qualidade e resistência para dar conta do nível de serviço oferecido.

A pessoa que está iniciando nesse ramo pode até adquirir um fogão industrial, mas se estiver na fase de aprender a acender o fogo, ele não vai ajudar muito. Assim, não farão diferença os diversos níveis de temperatura do forno e outras funções específicas para uma torta ficar no ponto. Portanto, quem começou a fotografar há pouco tempo não deve se preocupar com o tipo de câmera que está usando.

No início, o propósito é aprender o básico: ligar a câmera, medir a luz e regular o foco da imagem. Qualquer câmera que ofereça controles manuais pode possibilitar isso. Você pode começar procurando por dicas de fotografia como base como base, a partir daí ir formulando o seu propósito ou área de trabalho.

Nossa dica para quem quer começar a compreender os conceitos da fotografia é iniciar com um modelo de câmera mais simples, que pode ser encontrada em lojas do varejo. Mas, se preferir investir numa mais cara, com características profissionais, saiba que deverá aprender muito para aproveitar todos os seus recursos.

 Dicas de fotografia

Tipos de câmeras: suas vantagens e desvantagens

Celular com câmera

Atualmente, grande parte da população mundial possui celular com câmera. Quando surgiram esses modelos conhecidos hoje como “cameraphones”, a qualidade da foto não era boa, pois os aparelhos tinham baixa resolução. Com o passar dos anos, as empresas fabricantes de celular investiram em tecnologias mais avançadas para oferecer mais qualidade de imagem nos celulares com câmera.

O maior benefício desse tipo de dispositivo é a praticidade, pois pode ser levado para qualquer lugar, facilitando a prática de fotografar. A desvantagem é que, mesmo com os avanços, as câmeras de celular ainda não conseguem fotografar bem em ambientes com pouca luz. Além disso, a qualidade de impressão é razoável. Alguns exemplos são: o iPhone, LG G3, Sony Xperia, Samsung Galaxy, etc.

Câmera digital de bolso

Geralmente, esse tipo de câmera portátil tem melhor qualidade de imagem em relação às câmeras de celular.  Além disso, oferecem um potente flash e mais opções de configurações para fazer boas fotos. A desvantagem dessas câmeras compactas digitais de bolso é que depois do clique, a foto demora para sair. Esses segundos a mais prejudicam a captação da imagem no momento desejado. Alguns exemplos as linhas: Câmeras Sony Cybershot, Câmeras  Fuji Finepix, Câmeras Nikon Coolpix, etc.

Outra importante de nossas dicas de fotografia é usar esses modelos de câmeras para fotos pessoais, em família, de um passeio ao parque, com os filhos e etc, pois com a resolução mais baixa do que as DSLR fica difícil editá-las em editores profissionais de foto, expandi-las ou importá-las para mídias sociais com boa resolução.

Câmeras Bridge

As câmeras bridge estão no meio do caminho entre as de bolso e as profissionais. Você pode encontrá-las pelo nome de Câmeras SuperZoom. Há vários tipos de câmeras bridges, sendo que sua maior vantagem é garantir melhor controle, devido as suas configurações. Ela também tem um ótimo zoom. Por outro lado, não capta bem imagens com pouca luz e não tem o recurso de troca de lentes. Alguns exemplos: Câmera Sony Alpha, Câmera Canon Powershot, Câmera Kodak Pixpro, etc.

Esta ainda não chega a ser ideal para começar a fazer trabalhos profissionais, uma das dicas de fotografia pra quem já tem este modelo ou pretende adquirir é explorara as condições de iluminação, focagem e tudo o que você notas que precisa melhorar, pois assim, quando for escolher a sua DSLR e Lentes fotográficas já saberá as funções que deseja na câmera.

Câmeras DSLR (Digital Single-lens Reflex)

Esse tipo de câmera digital permite total controle de configuração, sendo que há vários modelos no mercado com preços variados. As versões full frame tem sensores de qualidade e lentes intercambiáveis. A Câmera DSLR é uma das câmeras mais utilizadas por profissionais da fotografia pelo seu fácil manuseio. A desvantagem desse modelo é o peso e o tamanho. Não chega a ser exatamente um incomodo, mas ao adquirir esse modelo é necessário maiores cuidados com transporte e limpeza, o que também implica mais alguns gastos. Alguns exemplos: linha Câmeras Canon Rebel, Câmera Nikon D300, Câmera Nikon D90, Câmera Canon 7D, etc.

Se está pensando em comprar uma Câmera DSLR para se inserir no meio profissional, segue outra das valiosas dicas de fotografia desta vez é procurar entender mais do assunto, como as funcionalidades da câmera, abertura, sensibilidade ISO, distância focas e etc., mas não apenas o básico, se aprofundar em tais assuntos e ir sempre em busca de mais conhecimento e por em prática: ir fotografar em parques, festas de aniversários, com amigos, fazer books de interessados, cursos de fotografia e por ai vai.

Câmeras Mirrorless

As Câmeras Mirrorless têm alta qualidade e tamanho compacto, diferente das câmeras DSLR, elas não possuem um dispositivo ótico, por isso são menores. Mesmo sendo uma tecnologia recente, diversas pessoas já as usam de maneira profissional. Os benefícios da Mirrorless é ser tão eficiente quanto às câmeras maiores, mesmo sendo menores. Alguns exemplos: Câmera Panasonic Lumix Mirrorless, Sony Alpha Mirrorless, Fujifilm X-T1, etc.

 Dicas de fotografia
Fazer curso de fotografia ou aprender por conta?

Muitas pessoas têm dúvidas quanto a isso. Será que é possível aprender a fotografar sozinho ou é preciso cursar a faculdade ou algum outro tipo de curso? A resposta dessa questão depende de você. Tem pessoas que preferem fazer um curso para se qualificar e outras por falta de dinheiro ou tempo, escolhem aprender por conta própria. Isso vai depender da facilidade de cada um em assimilar informações.

Atualmente, com os recursos que a internet oferece, é fácil encontrar cursos de fotografia online. É claro que aprender sozinho requer paciência e muita pesquisa, por isso o tempo de aprendizado pode ser maior. Diferente do que muita gente pensa, os cursos não ensinam tudo sobre fotografia, mas apontam o caminho. Assim, você consegue filtrar as principais informações sobre a técnica de fotografar para depois evoluir para outros ensinamentos através da internet.

Repetimos outra das mais importantes dicas de fotografia: Busque mais conhecimento! se informe em blogs como o nosso, busque no youtube, procure livros e tutorias, peça indicações a profissionais da área, vá para palestras gratuitas e etc.

O melhor de tudo é poder solucionar alguma dúvida com um profissional qualificado à disposição na sala de aula. Assim, é mais fácil aprender e se comunicar com outros aspirantes da fotografia para trocar ideias e informações. Além disso, os exemplos práticos ajudam muito no processo de aprendizado, o que não acontece quando aprendemos por meio de livros com imagens e conteúdo teórico.

Veja agora algumas dicas de fotografia para quem pretende aprender a fotografar sozinho

 Dicas de fotografia

– Leia atentamente o manual da sua câmera para entender melhor sobre como funciona todos os dispositivos e configurações.

– Recorra à internet. Através do Youtube você vai encontrar inúmeras dicas de fotografia, basta fazer uma busca e filtrar os vídeos mais interessantes.

– Leia livros de fotografia ou faça download de materiais disponíveis na internet. Para gastar pouco, procure em “sebos” por livros usados ou visite bibliotecas para ler os livros no local.

– Pratique a arte de fotografar. Quanto mais se fotografa, mais se aprende. Esse é um exercício que deve ser feito constantemente. Caso você já se sinta preparado para trabalhar na área procure por vagas para iniciantes.

– Carregue a câmera sempre com você para não perder a chance de registrar imagens interessantes.

– Conheça outros fotógrafos e aprenda mais sobre as técnicas que eles usam para fotografar. A troca de informações ajuda muito a aperfeiçoar a arte da fotografia.

– Procure dicas de fotografias em sites e blog especializados e as coloque em prática.

 Dicas de fotografia

Como escolher a melhor lente para a sua câmera

As lentes fotográficas, conhecidas também como objetivas, são indispensáveis para realizar uma boa foto. Além de outros acessórios, como cartão de memória, bateria e carregador, as lentes são itens essenciais que podem durar muitos anos. Mas, você sabe como escolher a melhor lente para a sua câmera, conforme sua necessidade?

Os materiais usados na montagem da lente é o que vai definir se ela é de boa qualidade. Isso é percebido no resultado final, ou seja, na imagem da fotografia. Uma boa lente deve ser nítida, com cores vivas e poucas falhas. As melhores lentes são as mais caras, pois passam por um rigoroso controle de qualidade. Muitas vezes, a lente pode custar mais caro que a própria câmera.

O método de fabricação de algumas lentes é minucioso e isso justifica os preços altos, que variam conforme a precisão e acabamento desse mecanismo. Mas, ainda tem boas lentes que podem registrar ótimas fotos e durar bastante tempo. Lentes usadas pode ser também uma boa opção para quem não tem muito dinheiro para investir nesse equipamento.

Distância focal

A distância focal é a primeira questão a definir no momento de adquirir uma lente, sendo que elas podem ser fixas ou permitir mudanças com o giro do anel (lentes zoom). A distância focal é medida em mm, por exemplo: Lente Canon EF 50mm f/1.8 II Autofocus.

O Blog eMania possui dicas de fotografia e distância focal para que você entenda mais a fundo do assunto.

Lentes Grande-angulares (até 50 mm)

– Essa câmera permite a captação de um grande ângulo de visão.

– As câmeras grande-angulares são ótimas para fotografar paisagens, ambientes pequenos e fechados, além de outros cenários.

– Esse modelo de câmera permite que os objetos a serem registrados pareçam estar mais longe, sendo que a foto geralmente mostra bordas distorcidas.

Lentes Normais (cerca de 50 mm)

– As lentes normais têm o ângulo de visão parecido com o do ser humano. A maioria das câmeras de celular e os modelos compactos têm esse tipo de lente.

– Lentes versáteis que podem ser usadas em qualquer ocasião. O resultado da foto assemelha-se a mesma visão dos olhos.

Lentes Teleobjetivas (50 mm até 200 mm)

– Com as teleobjetivas é possível fotografar algo que está mais longe, mas também são ótimas para closes e retratos de pessoas.

– Essa lente permite que os objetos da foto passem a impressão de estarem mais perto uns dos outros, sendo que a profundidade de campo é menor.

Lentes Super-teleobjetivas (200 mm ou mais)

– As lentes super-teleobjetivas conseguem registrar uma imagem a centenas de metros de distância. Esse tipo de lente pode ser usada para fotografar animais ferozes na África, por exemplo.

– Essas lentes são ótimas para os paparazzi fotografarem artistas famosos à distância. Além disso, imagens do céu, da lua e outras visões astronômicas.

– Sua principal característica é fazer com que os objetos da foto, diferente da realidade, pareçam bem perto um do outro.

Abertura do diafragma

A medida da abertura do diafragma é medida com a letra f. Ao adquirir sua câmera observe o valor que aparece, pois esse será o seu limite de abertura. O valor menor de abertura de uma lente gira em torno de f/22 ou f/29. Há lentes escuras e outras mais claras. Não há valores fixos, pois para definir a claridade da lente é preciso compará-la com outras lentes com a mesma distância focal. Geralmente encontramos as seguintes lentes:

Lentes claras

A abertura limite das lentes claras, geralmente fica entre f/1.4 e f/2.8. Elas são excelentes para fotografar ambientes com pouca iluminação, pois deixa entrar bastante luz. Além disso, faz desfoques interessantes.

Lentes escuras

– Geralmente a abertura máxima das lentes escuras está acima de f/5.6, sendo que são ótimas para fotografar em larga profundidade de campo.

– Essa lente não é a ideal quando há falta de iluminação no ambientes em que se está fotografando.

– As lentes escuras não são muito preferidas pelos fotógrafos, já que para escurecer qualquer lente, basta fechar o diafragma. Por isso, as lentes claras têm mais utilidade.

Camera Lentes 2
Dicas de fotografia

Lentes mais específicas

Lente Macro

Com esse tipo de lente é possível fazer fotografias macro que são fotos com pouca distância. Caso a ideia seja fotografar formigas, moscas e outros insetos, as lentes macro são ótimas aliadas para captar uma boa imagem. Objetos com pequenos detalhes também podem ser fotografados. Se você escolher comprar essa lente, procure pela palavra “macro” em sua descrição.

Lente Fisheye (olho-de-peixe)

As Fisheye, mas conhecidas como olho-de-peixe, são lentes grande-angulares que ampliam o ângulo para até 180°. Além disso, tem a capacidade de distorcer as fotografias, levando a uma aparência de imagem circular. Ao fotografar paisagens, por exemplo, aumenta o ângulo da câmera, o que facilita a captura de mais detalhes da imagem.

Veja agora algumas dicas de fotografia para iniciantes

Muitas vezes, quem está começamos a entrar no mundo da fotografia tem dúvidas sobre algumas técnicas e termos específicos dessa área. A primeira dica é óbvia: fotografar! Você precisa exercitar, por isso carregue sempre com você sua câmera para não perder a oportunidade de registrar algum momento único. Procure fotografar a mesma imagem por diversos ângulos. Para aprender é preciso praticar. Veja agora mais algumas dicas para você se tornar um bom fotógrafo.

ISO (sensibilidade)

Nas antigas câmeras analógicas essa sigla era conhecida como ASA, o que se refere ao nível de sensibilidade ISO dos sensores à luz. Assim, conforme aumenta o valor da ISO, aumenta a sensibilidade. Nas câmeras digitais o sensor tem uma falha que gera o ruído, que são aqueles pontinhos granulados nas regiões mais escuras da imagem, sendo que os contornos ficam mais nítidos. Para garantir boas fotos é preciso controlar o ISO.

 Dicas de fotografia - Abertura de Lentes

Velocidade (obturador) 

O obturador é semelhante a uma cortina que se localiza no interior da câmera, assim faz o movimento de abrir e fechar para a luz alcançar o sensor. O tempo de exposição à luz é o que vai determinar a quantidade de luz que entrará. Dessa forma, a foto ficará mais clara. Por outro lado, entra menos luz quando há pouco tempo de exposição. O obturador tem velocidades diferentes e pode ser mantido aberto em frações de segundos, minutos e até horas.

Diafragma

O tamanho da abertura da lente é chamado de diafragma. Esse espaço é medido em diâmetros, sendo que esse é um dos aspectos que determina a quantidade de luz que chegará ao sensor. A objetiva torna-se mais iluminada conforme aumenta sua abertura. Assim facilita a captação de imagens com pouca iluminação.

Retratos de casais

Fotografar casais é muito comum, mas nem sempre a foto fica da maneira que queremos. Geralmente, quem faz a foto pede para o casal se aproximar, assim a distância entre um e outro diminui e a fotografia fica melhor. A foto precisa registrar o momento que o casal está vivendo, demonstrando o sentimento presente nessa ocasião. O cenário ao redor precisa ser considerado para que seja captado o melhor ângulo possível do casal. As poses ficaram no passado, a tendência hoje são imagens dinâmicas e espontâneas.

 Dicas de fotografia cameras 2

Fotografar paisagens

As paisagens são uma das imagens que mais agradam os fotógrafos. Uma dica para captar belas imagens é isolar os elementos mais relevantes do ambiente, por exemplo, o sol, o mar, um pássaro. Isolar não se trata de juntar todos os componentes da paisagem em um mesmo ponto de visão, mas sim alterar os ângulos para diversificar as fotos. Tenha criatividade e alterne as opções ao fotografar uma paisagem natural.

O melhor horário para fotografar

Quem pretende fazer uma excelente foto, mas não sabe o horário ideal para isso, deve aproveitar o intervalo de 1 hora antes e depois do nascer ou do pôr-do-sol. No exterior esse período é conhecido como “Hora Dourada” (Golden Hour) . Esse é o melhor horário para fotografar porque a iluminação é mais suave, devido ao sol baixo. A luz é menos direta, o que favorece a captação de sombras e brilhos. Os efeitos do entardecer com o sol amarelando o céu também são momentos interessantes que geram uma ótima foto.

 Dicas de fotografia - camera flash

Flash da câmera x Flash remoto

O uso do flash de câmera muitas vezes é indispensável em ocasiões com pouca luz. A versão de flash embutido nas câmeras não tem mobilidade e emite uma luz direta sempre na mesma direção. O problema desse flash é que essa luz uniforme pode causar reflexos, manchas em objetos ou rostos da imagem, prejudicando o retrato. O flash remoto ajuda a direcionar a luz para vários lugares melhorando a qualidade da fotografia.

O que você achou dessas dicas? Deixe seu comentário.

Comentários

comentários

Post anterior

Conheça todos os modelos e funcionalidades de um Microfone Sennheiser

Próximo post

ARRI Alexa: A escolha preferida de Hollywood