Home»Dicas de Fotografia»10 Dicas para fotos de comida de qualidade com seu smartphone

10 Dicas para fotos de comida de qualidade com seu smartphone

1
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

As pessoas mudaram e se adaptaram as diversas modernidades que foram inventadas e trazidas pelas tecnologias e hoje é bem comum passar vontade ao “ziguezaguear” por grande parte das redes sociais.

Talvez você mesmo já tenha postado fotos de comida nas suas páginas pessoais. Com toda certeza, você já viu e curtiu outras centenas que foram compartilhadas por seus amigos.

A modinha de tirar fotos de comida já está na rede há um bom tempo. Com muitos adeptos e praticantes deste costume, que requer, basicamente, um celular com câmera e uma deliciosa refeição, postar o prato do dia ou a dieta do mês virou a febre do mundo virtual.

E com tantas fotos de comida rolando na internet, tornou-se evidente o fato de que os detalhes na hora da captura podem garantir o sucesso ou o fracasso da imagem postada, medição esta feita através das curtidas e dos compartilhamentos.

Encontrar o melhor ângulo tornou-se uma necessidade elementar para os apaixonados pela fotografia real, que é justamente aquela do dia a dia, capturada através de aparelhos celulares, que estão constantemente em nossas mãos.

Vale lembrar que uma foto de comida impensada ou mal tirada pode acabar, inclusive, com o apetite da pessoa que for vê-la, acabando, ainda, com a reputação de um bom restaurante, por exemplo.

Pensando em tudo isso, vamos ver algumas das principais dicas de fotografia para que você garanta uma foto, de qualidade, da sua refeição, com seu smartphone.

10 Dicas para obter as melhores fotos de comida

1- Monte seu prato
fotos de comida monte seu prato

Antes de qualquer coisa, você precisa montar um prato bem bonito e atrativo, que seja apresentado de maneira harmoniosa, para conseguir obter a melhor foto de comida, que é justamente aquela de dar água na boca, sabe?

Não se esqueça que, essencialmente, uma foto de comida deve sempre despertar a vontade e o desejo dos internautas de plantão nas redes sociais. Poste apenas aquilo que despertaria o seu interesse!

Há uma dica infalível para a composição do seu prato: Opte sempre por números ímpares na hora de organizar o espaço da sua alimentação.

Por exemplo, se você for fotografar uma deliciosa sobremesa de morango, dê preferência por capturar imagens que enquadrem três ao invés de quatro, cinco ao invés de seis morangos e assim por diante. Simetricamente falando, a foto ficará bem mais atrativa aos olhos das outras pessoas.

2- Aplicativos e aparelhos

Outro ponto importantíssimo antes de sair por aí fotografando todas as deliciosas receitas a que você tiver contato no dia a dia, é conhecer seu aparelho smartphone, sua capacidade de captura e armazenamento e, também, todos os aplicativos de fotos nele instalado.

Algumas redes sociais, como o Instagran, oferecem opções de edição de imagem antes de seu compartilhamento, o que torna atrativo para a vinculação de fotos de comida, que são rápidas e, geralmente, momentâneas, sem grande preparo ou planejamento.

Porém, existem alguns Apps que foram desenvolvidos exclusivamente para melhorar a qualidade da imagem, corrigir possíveis erros de iluminação e otimizar, de maneira geral, a fotografia de comida antes de sua publicação.

É interessante, sempre que possível, fazer uso destes recursos para alcançar um número maior de curtidas!

Conhecer cada detalhe do aparelho que fará as fotos, também é um fator essencial para obter boas fotos de comida e um bom jeito de saber tudo sobre as configurações da câmera é, sem dúvida alguma, treinar bastante.

3- Encontre o melhor ângulo
fotos de comida angulo

Pensar em cada um dos possíveis ângulos antes de bater a foto fará toda a diferença no resultado final da imagem, por isso, sempre que dúvidas surgirem, é aconselhável que sejam feitos vários “cliques” de um mesmo prato.

Tratando-se de fotos de comida, explorar ângulos que aproximem o alimento da lente, tanto através da proximidade real do smartphone com o prato quanto através do zoom, pode ser o toque a mais esperado para tornar a comida mais suculenta.

Há, também, casos em que o prato como um todo, sendo que pode ser até mesmo ornamental, às vezes, vale a pena ser fotografado e publicado.

O melhor ângulo, ainda, é influenciado pelo lugar, pela direção da luz e outros fatores que diminuem a qualidade da imagem.

Por fim, a grande carta na manga para todos os tipos de fotos de comida é sempre fazê-las de cima, “overhead”. Isto simplificará muitas de suas dúvidas sobre a escolha do ângulo e ainda garantirá um bom resultado.

4- Preocupe-se com o fundo

Uma dica válida para todo e qualquer tipo de foto, seja de objetos, pessoas ou paisagens, é estar sempre atento ao fundo que aparecerá nas imagens registradas.

Um fundo que passe de forma despercebida pode, e vai em alguns casos, arruinar sua fotografia!

E, pensando mais especificamente nas fotos de comida feitas a partir de celulares smartphones, em que a postagem mais dinâmica não permite edição aprofundada em Photoshop, por exemplo, tomar alguns cuidados básicos pode garantir muitos likes.

Garanta que a mesa, onde a refeição está sendo feita, esteja limpa, sem sujeiras, manchas indesejadas ou um monte de guardanapo sujo e amassado, repare nos demais objetos que cercam o prato.

Cuidado para não expor, por exemplo, cartões de crédito e documentos pessoais que, corriqueiramente vão para o canto da mesa da lanchonete ou do restaurante.

Atenção especial para as pessoas que podem ser fotografadas no fundo. Pessoas mastigando podem não parecer bonitas neste tipo de registro. Tente, portanto, não constranger ninguém.

5- Deixe o flash de lado

Fotos de comida são melhor fotografadas sem a utilização do flash do aparelho celular, por isso dê preferência, sempre, a luz natural dos ambientes em que os pratos estão sendo servidos.

Escolha sentar-se próximo a janelas, nas refeições feitas durante o dia. A luz do sol é difusa e colabora com o registro de imagens mais naturais, com cores vivas e realistas, distanciando os feixes amarelos, vindo das lâmpadas instaladas nos tetos.

Já para fotos feitas à noite, prefira luzes de velas ou holofotes que estejam na vertical, elas conferirão um pouco mais de realidade e sabor ao alimento.

Fuja, em todos os casos, do flash da câmera do smartphone. Sua luz, tida como dura, diminuirá a qualidade da foto, prejudicando todo o resultado final do trabalho.

6- Garanta foco
fotos de comida foco

Saber direcionar o olhar daquele que verá sua foto ditará o alcance, ou não, do seu objetivo. O foco é um recurso incrível, que garante este direcionamento automático para o visualizador da imagem e que está disponível em praticamente todas as câmeras existentes, desde as de celulares até as queridinhas profissionais.

Em alguns smartphones é possível encontrar as funções AE (auto exposição) ou AF (auto focus). Se seu aparelho faz parte do grupo que oferece estes recursos, use-os! Eles permitem que, ao toque na tela, determinada área da imagem a ser capturada fique mais focada, dando um efeito especial na foto.

Uma grande dica para quem quer tirar boas fotos de comida é aproximar o celular do alimento ao invés de usar o zoom, visto que este recurso diminui a capacidade de dar foco para uma parte da imagem.

Vale lembrar, também, que saber trabalhar o foco de uma foto diferencia profissionais de amadores. Se você gosta de fotografar e ainda não sabe usar bem este recurso, procure por mais informações já!

7- Estabilize o smartphone e fuja das trepidações

É claro que ninguém gosta de fotos tremidas, e isso independente do assunto a ser explorado pela imagem.

Em fotos de comida, não seria diferente. A trepidação pode arruinar qualquer foto do prato, por mais que bem elaborado, sendo assim, é imprescindível atentar-se para que as fotos não padeçam com este erro gravíssimo.

Sempre que possível use objetos de apoio, coloque o modo de disparo automático por tempo ou, simplesmente, segure o aparelho com as duas mãos bem firmes para garantir a qualidade na imagem a ser registrada.

Quanto mais nítida for a foto, mais saborosa e tentadora será a comida, despertando, assim, a vontade e, por que não, a “lombriguinha”, dos seus amigos internautas em comer a mesma refeição que você.

8- Modifique cor e contraste quando necessário

Após tomar todos os cuidados com a arrumação do prato a ser fotografado, ter ajustado a luz e arrumado o fundo da imagem que será registrada, é hora de fazer a captura e editar alguns pontos para que, então, a foto seja publicada nos seus murais pessoais.

Os smartphones, de modo geral, possuem algumas opções básicas de edição. É comum que você consiga modificar brilho, contraste, temperatura e saturação da foto sem fazer uso de aplicativos específicos.

Por mais que o ambiente e a luz natural colaborem com a composição do quadro a ser fotografado, é normal que um reajuste seja feito antes da finalização e publicação. A dica é usar dos próprios mecanismos do celular para este primeiro passo.

Lembre-se apenas de que fotos de comida não devem ser alteradas, mas sim ajustadas. De nada adiantará criar um falso retrato do alimento, a não ser que esta seja a intenção principal do fotógrafo.

9- Abuse dos filtros
fotos de comida filtros

Hoje em dia as pessoas não vivem mais de registros crus, ou seja, não conseguem publicar uma única foto sem os magníficos efeitos disponibilizados pelas redes sociais e pelos aplicativos. Tem gente que já tira uma foto sabendo, ao certo, qual o filtro que será utilizado.

É óbvio que os filtros, principalmente os do estilo do Instagran, vieram para modificar as imagens que são diariamente publicadas.

Alguns são mais impactantes, outros mais naturais, neutralizam ou aumentam a luz e o contraste, intensificam ou retraem as cores, enfim, são muitas as opções!

No compartilhamento de fotos de comida prefira usar os filtros que não modificam a cor do alimento!

Prefira, sempre, optar por edições de imagens que aproximem o arquivo virtual da realidade visual, assim os visualizadores da foto se sentirão mais tentados a ir à busca do alimento compartilhado por você, uma excelente estratégia para donos e marketeiros de restaurantes, por exemplo.

Use e abuse dos filtros, porém, não se esqueça de uma dica super importante, citada no próximo item.

10- Use do bom senso

E a última dica, que serve como um nada sutil toque, diz respeito ao uso do bom senso na hora de fotografar ou compartilhar fotos de comida!

Assim como em muitos outros assuntos, compartilhar todo e qualquer tipo de conteúdo, nem sempre é o ideal e mais sensato. Fotos com uma mordida, por exemplo, podem ser charmosas, mas ossos de frangos mordidos são desnecessários!

Outro grande pecado no dia a dia das redes sociais refere-se ao grande número de postagens de pratos de comida. Você, como amador que publica as fotos em página pessoal, não precisa publicar as três refeições diárias, afinal, isso pode cansar seus amigos virtuais e as fotos podem parar de ter o impacto desejado.

Diminua a quantidade de postagens e melhore a qualidade deles! Isso renderá muitas curtidas, com toda certeza.

Agora, se você for profissional da área, que divulga pratos comercialmente falando, o foco muda, pedindo por mais requinte. Blogs de alimentação saudável, alinhada a dietas ricas em proteína, são bons modelos de sucesso de compartilhamento de fotos de comida.

Seu smartphone, sua criatividade!
fotos de comida criatividade

Quantas pessoas que você conhece possuem celular? Perguntinha difícil, você deve ter pensado que é um número gigantesco, certo? Mas e se a pergunta fosse: Quantas pessoas que você conhece não possuem um smartphone? Provavelmente seria mais fácil encontrar a resposta já que o número, se não fosse zero, seria bem pequeno, facilitando bastante seu cálculo.

O amplo acesso e uso de aparelhos smartphones mudou a realidade mundial, isso é um fato concreto e visivelmente aceito pela população do planeta.

Estes aparelhos celulares, mais do que falar com pessoas distantes, possibilitam um mundo de oportunidades que são renovadas constantemente com novos lançamentos e melhorias, e isso tanto na estrutura física quanto interna, nos processadores e aplicativos.

Um smartphone possibilita uma gama gigantesca de variedade para quem sabe usar a criatividade!

No ramo da fotografia, com a intensificação da qualidade das câmeras dos aparelhos celulares e a criação de apps que revolucionam a imagem capturada, o impacto não poderia ser diferente.

Sejam fotos de pessoas, “selfies”, paisagens ou fotos de comida, sabendo usar as opções do aparelho mais a criatividade pessoal de cada fotógrafo momentâneo ou de carreira, os resultados podem ser incríveis!

Invista em experimentar as opções!

Compartilhe estas dicas com seus amigos que gostam de capturar os pratos de comida antes das refeições e não deixe de nos contar o quanto essas dicas lhe foram úteis!

Comentários

comentários

Post anterior

10 Explicações para Fotos Desfocadas

Próximo post

Dolly Hercules: um dolly que cabe no bolso