Home»Artigos»Filhos de portadores do HIV participam de curso de fotografia

Filhos de portadores do HIV participam de curso de fotografia

2
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Assim como citado aqui mesmo no Blog eMania a respeito de uma oficina de fotografia para pessoas que fazem parte da terceira idade, mostrando que nunca é tarde para aprender essa arte encantadora, um curso de fotografia que será desenvolvido a partir de hoje (14) no Distrito Federal mostra como a fotografia também pode ser uma excelente ferramenta para vencer o preconceito.

Positivo-Na-Lata-curso-de-fotografia-eMania-Post-3-14-09

Isso porque, com a iniciativa do Instituto Bogea de Educação e a chancela de estar incluso na Lei de Incentivo a Cultura, 90 crianças e adolescentes que tem em comum serem filhas de pais portadores do vírus da AIDS terão cinco aulas a respeito de como manusear câmeras fotográficas no modelo digital e analógico além de outras técnicas diversas de fotografia, bem como promover uma divulgação maior sobre o HIV e, consequentemente, a quebra de certos preconceitos.

Outro ponto de vista que também é buscado pelos idealizadores do projeto é que, aproveitando a inclusão social natural que possui a iniciativa, ela possa servir também com uma inclusão profissional para esses adolescentes no mercado de trabalho.

Positivo-Na-Lata-curso-de-fotografia-eMania-Post-14-09

Apesar do projeto ser inicialmente realizado em Brasília, o “Positivo NA LATA” ampliou a atuação para outras duas capitais brasileiras: Belo Horizonte e Rio de Janeiro. O projeto que se inicia nessa segunda-feira a partir das 14h na Estação Central do Plano Piloto terá suas aulas subsequentes nas próximas segundas-feiras do mês de setembro (21 e 28) e nas duas primeiras sextas-feiras de outubro (9 e 16), sempre no mesmo horário e local.

Positivo-Na-Lata-curso-de-fotografia-eMania-Post-1-14-09

As imagens feitas pelos alunos aplicando os ensinamentos do curso, além de integrarem um livro de fotografia que será publicado no fim do ano, farão parte de uma exposição aberta ao público (Estações do Metrô das cidades participantes) e também em ambiente característico (Museu Nacional).

A expectativa é que ambas as modalidades de exposição se iniciem no dia 1° de dezembro.

Comentários

comentários

Post anterior

Fotografia pode ter nascido no Brasil: a história de Hercule Florence

Próximo post

Como Voar? - After Effects