Home»Artigos»Fotógrafo usa lentes antigas na Sony aS7 II

Fotógrafo usa lentes antigas na Sony aS7 II

6
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Normalmente quando falamos de lentes fotográficas sempre temos em mente as mais recentes e de última tecnologia. Mas um fotógrafo muito curioso tem outra coisa em mente quando falamos de fotos e lentes de câmeras. O fotógrafo com sede em Paris, Mathieu Stern, lançou um vídeo curto e doce mostrando como ele tomou uma lente de câmera de dobramento (aquelas que parecem uma sanfona) de 105 anos de idade, mais precisamente de 1910, e montou-a em uma câmera Sony a7II mirrorless usando foles para focagem.

“A lente é incrivelmente nítida para uma senhora de 105 anos … mas também dá alguns alargamentos de lentes antigas estranhas e vazamentos de luz que tem uma aparência bastante sonhadora”, diz Stern. O vídeo contém algumas filmagens de amostra que usa a lente de 105 anos de idade.

A seguir vamos ver como ele conseguiu colocar em uso uma lente de mais de cem anos de idade. Muitas descobertas foram feitas e principalmente muitas imagens foram feitas. A seguir vamos também ver como todo esse processo foi feito, e melhor ainda, algumas dos resultados dessa experiência.

 

lentes antigas mathieu stern vintage

Amor por lentes estranhas vira uma web série.

Mathieu Stern está transformando seu amor por lentes antigas vintage em uma série na grande rede que é a internet. E qualquer um pode dar uma olhada no que ele pode fazer com uma lente centenária.

Na nova série, que ele está chamando o Weird Lens Challenge (ou o Desafio de Lentes Estranhas, em tradução livre) Stern vai testar uma grande gama de lentes antigas estranhas que sejam vintage em câmeras mirrorless modernas. Em seu primeiro episódio, Mathieu Stern escolheu uma lente Boyer f / 6.3 de 120 milímetros, que ele removeu de um Eastman Kodak câmera de dobradura vintage que remonta a 1910. Usando uma combinação de adaptadores de lente e um equipamento fotográfico de fole para a focagem, Stern montou a lente em sua Câmera Sony A7II e bateu pernas pelas ruas de Paris para capturar algumas imagens.

E aqui está o que Stern tinha a dizer sobre a forma como ele foi capaz de montar esta lente na Câmera Sony A7II:

 

Eu amo lentes antigas …. Quer dizer, eu sou obcecado por elas, mas eu também gosto de coisas estranhas, então naturalmente eu misturei os dois e queria experimentar.

Por que apenas focar nas ultra caras lentes eletrônicas quando você pode fazer coisas incríveis apenas com um vidro velho …

O vidro é a chave para a beleza das imagens, não os motores internos.

Estou feliz em anunciar o lançamento de uma nova web-serie sobre esse teste de lente “The Weird Lens Challenge” … mas não é qualquer tipo de lente, vamos nos concentrar apenas sobre as mais estranhas, as velhas, as loucas que você pode montar em uma câmera mirrorless.

Para este primeiro episódio vamos testar uma lente de uma câmera de 1910 de dobramento: a Eastman Kodak Kodex / Topaz Boyer Paris f/6.3 120 MM

Depois de montá-la com um pedaço de papelão para mantê-la firmemente bloqueada em uma macro tubo M42, e, em seguida, aperta-la em um fole M42, a lente foi capaz de se concentrar. Em seguida, o fole foi parafusado a um M42 para um NEX anel adaptador, em seguida, para a Sony A7II.

Com certeza foi uma experiência muito interessante e eu não posso esperar para ver os próximos vídeos do Mathieu. Se, que nem a gente, você estiver interessado em ver mais vídeos do Weird Lens Challange de Mathieu, não se esqueça de assinar o seu canal do YouTube. E se você já experimentou com lentes antigas estranhas, por favor certifique-se de compartilhar suas experiências, processos e filmagens com a gente nos comentários!

Para aqueles curiosos com o resultado de uma lente de mais de cem anos, aqui estão algumas fotos:lentes antigas lentes antigas lentes antigas

Comentários

comentários

Post anterior

Saiba como interpretar os gráficos MTF

Próximo post

26 Coisas Que Seus Concorrentes Podem lhe Ensinar Sobre Fotografia de Casamento