Home»Dicas»Saia da zona de conforto de seus nichos fotográficos

Saia da zona de conforto de seus nichos fotográficos

1
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Como fotógrafos amadores, nós geralmente começamos a fotografar tudo e qualquer coisa. Todos os assuntos são válidos quando exploramos essa nova paixão. Mas quando crescemos como profissionais, nos tornamos mais sérios em relação a nossa arte e geralmente tentamos nos encaixar em uma característica única, que nos torna reconhecidos. Isso é o nosso nicho fotográfico, nossa zona de conforto, é onde podemos nos especializar e criar uma marca.

E isso é bom! Um fotógrafo que tem um nicho único é mais lembrado que um fotógrafo que cobre todos os assuntos. É melhor ser especializado em uma única coisa do que ser esquecido.

Porém, não é porque você se especializou em uma área em particular da fotografia que você não pode continuar a explorar a sua arte. Há muito o que aprender ao fotografar outras coisas e você pode aplicar o que aprendeu nos seus nichos fotográficos.

Saia da sua zona de conforto fotográfica

Eu te desafio a criar uma lista de coisas que você não gosta de fotografar e dê uma chance a elas. Lembre-se que você não precisa ser bom nisso. Não se preocupe em criar uma obra de arte. Você não vai precisar mostrar essas fotos a outras pessoas, mas ao se permitir sair de seus nichos fotográficos, você consegue brincar e aprender muita coisa no caminho.

Tem medo de retratos? Fotografe um

Os retratos estão no topo da lista de medos de muitos fotógrafos. Porém, é muito comum que amigos de fotógrafos peçam para eles fazerem retratos deles, da família dos filhos… Na próxima oportunidade que isso acontecer, enfrente e aproveite a chance.

É claro que, se a pessoa quiser um retrato mais profissional e se esse não for um de seus nichos fotográficos, aconselhe-o a contratar alguém especializado nisso. Mas se a intenção é brincar e aprender, vá em frente!

Além de você aprender técnicas que poderão ser utilizadas em seus nichos fotográficos, você pode encontrar uma nova paixão no mundo da fotografia.

Tente a fotografia de esportes

Outra área temida dos fotógrafos é a fotografia de esportes. Além de ser necessário o domínio das técnicas para capturar movimentos sem borrar a imagem, muitas pessoas não se interessam pelo esporte em si.

Se você se encaixa nesse time, a minha dica é ir para um centro de esportes mais próximo e fotografar o que estiver sendo praticado.

Ao fazer isso, você vai aprender uma lição valiosa: é importante estudar o que você vai fotografar antes da sessão, mesmo dentro de seus nichos fotográficos. Quando você não entende nada sobre algo – como no esporte – será difícil você capturar um momento importante. Afinal, você não sabe quando ele vai acontecer.

Ao fotografar esportes – se isso estiver fora de seus nichos fotográficos – você provavelmente vai perceber que nenhuma fotografia saiu boa, mas você vai aprender muito, principalmente como capturar movimentos e como antecipar o que vai acontecer para preparar a sua câmera fotográfica e registrar um momento especial assim que ele acontecesse.

nichos fotográficos

E a fotografia de arquitetura

A fotografia de arquitetura também entra na lista de dificuldades de fotógrafos amadores. Porém, é bem comum que esses fotógrafos se apaixonem por esse nicho fotográfico depois que eles dão uma chance a ele.

Eles aprendem que a maioria dos elementos que são fotografados nesses gênero são simétricos e que, apesar de a regra dos terços funcionar para eles, as composições simétricas também ficam muito boas. O importante disso é que essa lição pode ser aplicada em todos os outros nichos fotográficos de sua preferência.

nichos fotográficos

Ao dizer tudo isso, o que queremos passar é que é necessário se desafiar como fotógrafo! Separe um tempo para brincar com assuntos que você não domina tanto. Lembre-se que isso não é uma desculpa. Você precisa explorar outros nichos fotográficos para melhorar a sua produção e crescer como fotógrafo.

Comentários

comentários

Post anterior

Como fazer fotos criativas de gestantes

Próximo post

O "timing" certo para fotografias de paisagens