Home»Artigos»O que é atraso do obturador e como amenizá-lo

O que é atraso do obturador e como amenizá-lo

8
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Bons fotógrafos devem estar sempre preparados para registrar um momento único. Sabemos que as melhores e mais interessantes fotografias são feitas de instantes únicos e rápidos. Não há nada como um momento espontâneo em uma confraternização, um ataque de algum animal, um lance decisivo em algum jogo de futebol… Todas são situações que não vão esperar para que o fotógrafo fique pronto para registrá-las. Sendo assim, qualquer segundo faz a diferença.
Uma das coisas que podem atrapalhar o fotógrafo na hora de registrar o instante decisivo é o “atraso do obturador”, ou o “shutter lag”, que nada mais é que o tempo entre o acionamento do disparador da câmera e o momento em que a fotografia e capturada pelo equipamento. Em alguns equipamentos fotográficos, infelizmente, não é possível impedir esse atraso, não conseguem alterar a velocidade do obturador, mas há algumas dicas que podem ser seguidas para minimizar as conseqüências negativas dele e são elas que vamos ver nesse artigo.

atraso do obturador

O instante decisivo

Henri Cartier-Bresson foi um fotógrafo francês e é conhecido, até hoje, por ser um dos melhores da história da fotografia. Cartier-Bresson escreveu alguns livros sobre fotografia e um de seus temas preferidos era o instante decisivo, ou seja, um momento único capturado pelo olhar aguçado de um fotógrafo. Um momento que leva apenas segundos para acontecer e se o fotógrafo não estiver sempre preparado, ele pode se perder.
“Images à la sauvette” (traduzido para “O Momento Decisivo”) foi uma obra dedicada especialmente a esse assunto. No livro, publicado em 1952, Cartier-Bresson defender que esse instante sempre existe na fotografia e cabe ao fotógrafo, de acordo com sua experiência e intuição, saber defini-lo e escolher o melhor momento para disparar a câmera.
Um dos exemplos disso é uma das frases mais célebres desse livro: “Ops! O Momento! Uma vez que você o perdeu, está perdido para sempre”.
O problema é conseguir registrar esse momento único com o atraso do obturador. Como capturar o instante decisivo se quando a gente aperta o disparador, ainda demora para a foto ser feita? Antes de saber como amenizar os efeitos do shutter lag, vamos saber os motivos pelos quais ele acontece.

atraso do obturador

Atraso do obturador causado pelo foco

Uma das principais causas do shutter lag nas câmeras compactas digitais é o foco. Quando o fotógrafo aperta o disparador, antes de o obturador fazer os movimentos de fechar e abrir que captura a imagem, o equipamento foca os elementos da cena e isso potencializa o atraso. E já que cada cena é diferente uma da outra, o foco deve ser feito obrigatoriamente toda vez que for disparar a câmera.

Como corrigir esse atraso?

O atraso do obturador em caso de foco, felizmente, pode ser corrigido. O foco pode ser feito e ajustado ao pressionar o disparador até a metade, sem fazer a foto. Sendo assim, foque a cena dessa maneira primeiro e quando a sua câmera fotográfica compacta der o sinal de que ela está focada, aperte o resto do disparador para fazer a imagem. O shutter lag vai ser diminuído consideravelmente se essas medidas forem tomadas.

Como o atraso de obturador funciona nas câmeras profissionais?

O shutter lag também existe nas câmeras DSLR, mas são menores que nas câmeras compactas, já que os equipamentos profissionais já são fabricados com o objetivo de conseguir resultados mais rápidos de imagem.
Na dSLR, por exemplo, a principal causa do atraso do obturador é o espelho que reflete a visualização prévia da imagem. Como ele precisa ser levantando para a luz atingir o sensor, o equipamento vai demorar mais para disparar a câmera. Esse atraso é bem curto, mas pode variar de acordo com a câmera.
Nesse caso também existe o atraso pelo foto, mas esse tempo é bem menor que nas câmeras compactas. O fotógrafo pode diminuir essa demora como citado anteriormente, ou utilizando o foco manual.

Atraso do obturador por tempo de processamento

Outro tipo de atraso que o fotógrafo pode encontrar nas dSLRs é o tempo de processamento da imagem pelo sensor. Esse atraso não é considerado um shutter lag porque acontece depois que se dispara a câmera, mas essa demora pode atrapalhar, por exemplo, a captura sequencial de várias fotos, já que a câmera pode passar alguns segundos processando cada foto.
Para evitar esse atraso nas dSLRs, é só apertar o disparador várias vezes seguidas e deixar que o sensor faça o trabalho depois de ter feito toda a sequencia. Vale lembrar que a demora para processar as imagens dessa maneira vai ser bem maior depois de disparada a câmera diversas vezes.
No caso das câmeras compactas, há a opção de disparo contínuo que, na maioria dos equipamentos, permite que o fotógrafo faça até cinco fotos antes de o sensor começar a processar as imagens. Para saber se essa função existe na sua câmera, basta ler o manual e saber como ela funciona.

Comentários

comentários

Post anterior

Como operar uma Grua! Dicas e toques!

Próximo post

Aplicativos para Fotógrafos e Diretores de Fotografia