Home»Artigos»“ Qual é a melhor dica de retrato que você poderia dar? ”

“ Qual é a melhor dica de retrato que você poderia dar? ”

2
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Capturar um retrato é muito mais do que apenas um clique no botão de sua câmera fotográfica. Muitos têm – e seguem suas próprias definições, dentro do que é delimitado um retrato, assim, cada um interpreta a sua própria maneira. Mas como tirar um bom retrato? Nós perguntamos a alguns fotógrafos importantes do mercado nacional “Qual é a melhor dica de retrato que você poderia dar? ”.

Fotógrafos diferentes, estilos diferentes e opiniões diferentes, mas quase todos concordando num ponto crucial: a cumplicidade entre fotógrafo e o retratado é o que dirige a um bom resultado. Quer conferir o que eles disseram?

Dica de Retrato de Claudio Edinger

A essência do retrato é associada à luz, composição e fundo, a intimidade. Só assim alguém retrata o que sente e, caso não consiga penetrar na defesa do outro, que protege a intimidade dele, o retrato é um fracasso. Como entrar na intimidade do outro? Observando, olhando muito tudo e todos, aprendendo como é cada um. Todo mundo revela-se nos gestos, no olhar; é como uma linguagem (corporal) nova que temos que aprender. E tem que saber apreciar o outro, entrar nos mistérios alheios e entender que são seus também e, acima de tudo, entender que não existem “estranhos”. Todo mundo se relaciona com todo mundo.

dica de retrato
Foto por: Claudio Edinger – Dica de retrato

 

Dica de Retrato de Leo Neves

Há quem diga que um bom retrato é aquele que “captura a essência da pessoa fotografada”. Eu acho isso muito romântico, mas até pode ser verdade quando a pessoa fotografada é um velho amigo, um familiar ou uma pessoa que se entrega com facilidade na frente da câmera. Pra mim, um cara mais prático, um retrato sempre tem que ter uma função. Um retrato, por um ponto de vista mais abrangente, pode ser sobre uma instituição, uma época, uma condição social, um evento, um estado de espírito, mas raramente é sobre uma única pessoa. A dica é saber exatamente o que você está fotografando. Seu retrato precisa comunicar uma mensagem a um grupo de pessoas. Iluminação, direção, produção, direção de arte, cenário, tudo isso vem depois. O mais importante em um retrato é saber a função dele. A foto mais linda do mundo usada de forma errada perde totalmente seu propósito. Eu aprendi isso dando muita bola fora.

dica de retrato
Foto por: Leo Neves – Dica de retrato

Dica de Retrato de Leandro Neves

Eu sigo uma regra simples: “Tratar o rei como mendigo e mendigo como rei”. Se a pessoa é presidente de empresa ou é algum cantor ou atriz famosa, a melhor forma é dirigir a pessoa sem pompas. Enquanto a pessoas simples e humildes, eu saliento e agradeço o tempo todo pelo tempo e pela importância daquele retrato. O respeito pelos dois é o mesmo, só o tratamento é diferente. Outra coisa que acho importante é criar um relacionamento de confiança entre você e o retratado. Você consegue isso quando se utiliza de gostos em comum, seja o futebol, um tipo de bebida um lugar turístico, ou mesmo um problema. Além disso, eu sempre rascunho a foto que vou fazer antes. Eu e minha equipe sempre sabemos onde queremos chegar.

dica de retrato
Foto por: Leandro Neves – Dica de retrato

 

Dica de Retrato de Julio Bittencourt

Eu faço uma pesquisa sobre o cliente, a empresa, a locação e parto para uma conversa rápida sobre qualquer assunto que não seja fotografia. Isso ajuda a dar uma soltada no cliente. Essas conversas precisam ser rápidas por que, muitas vezes, eles não têm tempo a perder. […] A cada novo desafio, busco ir sem ideias pré-concebidas. Isso ajuda a transparecer a personalidade de cada trabalho. São trabalhos que demandam uma leitura rápida da pessoa a ser fotografada, da luz e do lugar. Procuro ser um solucionador, porque cada trabalho exige uma solução diferente. Uma vez ouvi uma frase que carrego comigo até hoje: O limite da sua fotografia está ligado ao seu limite.

dica de retrato
Foto por: Julio Bittencourt – Dica de retrato

Dica de Retrato de Alex Villegas

Retrato é a confiança bem iluminada. Sem cumplicidade, sem um senso de travessura, sem a nítida sensação de que o que vocês estão fazendo juntos será memorável, a coisa não vai. Lembre-se, porém, que essa cumplicidade é um presente precioso; empenhe tudo o que sabe e o que sente, sem reservas, sem poupar esforços, para fazer uma imagem digna desse presente.

dica de retrato
Foto por: Alex Villegas – Dica de retrato

Comentários

comentários

Post anterior

Conheça os equipamentos necessários para fotografias de viagens

Próximo post

Palestra sobre Leis de Incentivo com Steevens Beringhs