Home»Artigos»Saiba quais sãos os efeitos do balanço de branco nas suas fotografias

Saiba quais sãos os efeitos do balanço de branco nas suas fotografias

33
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Não é difícil perceber que, algumas vezes, mesmo as fotografias tiradas no mesmo ambiente, com a mesma luz, podem ter colorações diferentes. Os tons podem variar entre amarelados e azulados, principalmente. Essa variação de cor é causada pelo balanço de branco que a câmera fotográfica faz. Resumindo, isso acontece quando a lente não consegue identificar o que é branco no ambiente fotografado e, assim, distorce as cores.

Balanço de branco: olho humano vs. câmera fotográfica

As diferentes iluminações que captamos durante o nosso dia refletem uma cor específica. Essas luzes podem ser tanto naturais, quanto artificiais, e refletem tons mais amarelados, tons de verde, azul e cores mais quentes, como o avermelhado.
O ser humano tem dificuldade em identificar a cor dos reflexos porque o nosso olho corrige automaticamente as diferentes tonalidades, deixando o nosso ambiente “balanceado”. No entanto, uma câmera fotográfica não consegue fazer o mesmo de maneira eficaz e, por isso, o fotógrafo deve intervir em ajustes manuais para a lente da câmera se adaptar a determinada luz e reflexo.

Para saber mais sobre iluminação, veja nosso post sobre os Tipos de luzes e como usá-las.


Balanço de branco

Modo automático

Apesar de o balanço de branco funcionar melhor em câmeras fotográficas que possuem o ajuste em modo manual, é possível também balancear a iluminação de moto automático.
A função completamente automática possui modos pré-definidos, nas quais o fotógrafo pode apenas indicar a temperatura de cor aproximada do ambiente a ser fotografado. Porém, dessa maneira, você não tem controle da coloração final da imagem e ainda corre o risco da lente fazer uma leitura errada da iluminação.
Fotografias tiradas com o balanço de branco automático costumam apresentar uma aparência sem brilho e sem vida. A leitura errônea acontece porque a câmera só consegue fazer o balanço com precisão quando a imagem a ser retratada tiver elementos brancos.

Modo pré-programado

Outra opção de balanço de branco são os oferecidos pelos modos pré-programados que apresentam melhores resultados que a primeira opção. Quando as câmeras não trazem nenhuma opção manual para o balanço de branco, essa é a melhor saída.
Esse ajuste permite que o fotógrafo escolha a configuração de acordo com a iluminação local. As opções geralmente são luz solar, dia nublado, luz fria e luz incandescente. Então, é só selecionar a opção que mais se adequa ao ambiente a ser fotografado, seja ele ambiente aberto, fotografando em dias de sol, ambiente aberto em dias chuvosos, ambiente fechado com luzes azuladas, ou ambiente fechado iluminado por lâmpadas comuns, respectivamente.

Balanço de branco
Caso você queira distorcer a cor da sua imagem propositalmente, é só escolher um modo que não é o adequado ao ambiente retratado. Um exemplo: se o resultado que você procura é uma foto mais amarelada que o normal, para dar um toque retrô, escolha o modo nublado em um dia de sol.

Modo manual

Para as câmeras profissionais que possuem modo manual, há duas opções para fazer o balanço de branco: aquele em que o fotógrafo indica a tonalidade da iluminação e aquele no qual o fotógrafo aponta a lente para um objeto branco para que ele faça a leitura da cor, o que é chamado de “rebater o branco”.
Não precisa ser “expert” para fazer esse diagnóstico. Basta observar o ambiente e a iluminação do local e deduzir, a partir da coloração predominante, se a cor da luz é mais quente, ou fria. Não precisa determinar a temperatura correta. Se necessário, há tabelas de temperaturas de cores que podem ser consultadas para que o fotógrafo indique o valor para a câmera fazer o balanço de branco.

Rebatendo o branco

No entanto, o método considerado completamente manual é o citado anteriormente, “rebater o branco”. Para isso, ao selecionar o modo manual da sua câmera, aponte-a para uma superfície branca para indicar que é aquela cor que a lente deve identificar como branca no ambiente a ser fotografado.
Para obter cores mais vivas, a recomendação é que se rebata a cor cinza claro, dessa forma, a imagem ganhará ainda mais brilho do que se o branco fosse balanceado.
Para fazer isso, você pode usar um equipamento chamado Color Chart, O Color Chart é usado para comparações de cores e medidas tais como a verificação da reprodução de cores de um sistema de imagem e calibração e / ou perfis de dispositivos de entrada digitais, como câmeras digitais e scanners e sistemas de exibição de saída, como impressoras, monitores e projetores. Eles também são utilizados por fotógrafos e cinegrafistas tradicionais para calibrar as câmeras que usam filme e verificar a temperatura da cor da iluminação.
Você pode também rebater outras cores para experimentar efeitos diferentes na iluminação da sua foto. Faça testes e se divirta com o balanço de branco. Por exemplo, se você rebater “o branco” em elementos da cor verde, a foto vai ficar com tonalidades cor-de-rosa. Rebater elementos vermelhos, deixa a foto mais azul… Cada cor gera uma tonalidade diferente na iluminação.
Esse efeito acontece por causa da Regra das Cores Complementares. Sendo assim, se você quer um tom específico na sua fotografia, é só rebater o “branco” em uma superfície com a cor oposta, conforme o gráfico abaixo:

Balanço de branco

Tonalidades variadas

Para fazer o balanço de branco corretamente é preciso entender também que todas as fontes de luz possuem brilho com tons diferentes. A luz do sol, por exemplo, tem a coloração um pouco amarelada. A luz fluorescente, tem tons mais azulados. Já lâmpadas incandescentes possuem brilho que varia entre o amarelado e o alaranjado. Todas essas tonalidades têm a sua temperatura específica e esse valor pode ser indicado em determinadas câmeras com opções manuais para o resultado da iluminação ficar satisfatório. É claro que em determinados casos, a temperatura indicada na câmera não vai ser a exata, mas quanto mais aproximada, melhor vai ficar a cor da sua imagem.

temperaturas Balanço de branco
Isso acontece porque quando uma fotografia é feita, o brilho que reflete pelo ambiente interfere na cor da imagem final. Por exemplo, em um ambiente no qual a lâmpada incandescente é a fonte de luz, todos os elementos brancos vão ficar com tons amarelados na foto final. Apesar disso poder ser corrigido com a edição da imagem, ajustar o balanço de branco na câmera antes de fazer a foto pode poupar o fotógrafo de mais esse trabalho.

Comentários

comentários

Post anterior

Novas objetivas Xenon para mirrorless Sony

Próximo post

O FATOR CROP DAS LENTES FOTOGRÁFICAS E CINEMATOGRÁFICAS