Home»Equipamentos»Teste noturno para a lente Sigma 20 mm f /1.4 Art Serie

Teste noturno para a lente Sigma 20 mm f /1.4 Art Serie

1
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Aparentemente as opções de lentes da Sigma continuam a melhorar, com velocidade e nitidez lá em cima entre as melhores lentes que você conseguirá comprar com seu suado dinheiro.

A nova lente sigma 20 milímetros f / 1.4, com certeza não é uma exceção, e continua a excelência da série de lentes fotográficas da Sigma, a Art series. A melhor parte sobre esta lente 20 milímetros de US$900, é que ela cobre um sensor full-frame, por isso funciona perfeitamente em câmeras como a câmera Sony A7S II, que é exatamente o que o Sebastian fez no cinema5D recentemente, testando a lente em algumas das mais difíceis condições de luar.

Lente Sigma

Algumas considerações sobre as lentes da Sigma

Aqui está o que Sebastian falou sobre o processo de testar a lente Sigma 20 mm f/1.4 Art Serie:

Eu filmei tudo no Slog2 Gamma e coloquei a classificação do filme com uma LUT de “pouca luz” que eu criei para este projeto, que manteve a maior parte do espectro, baixou as áreas escuras e acentuou os destaques única sutilmente. Eu tentei criar um olhar de baixo contraste e estou muito feliz com o resultado. Já ouvi falar de outra forma, mas pessoalmente eu recomendo fotografar com pouca luz em Slog2 como esta é, para mim, o ponto de partida perfeito para uma imagem equilibrada.

 

Este é tanto um teste de câmera, quanto é um teste para as lentes Sigma, mas, para nossa alegria, ambos têm uma performance admirável aqui, e a lente parece reagir bem às luzes no quadro, mesmo aberto. Embora a qualidade da imagem é estelar, Sebastian tinha algumas notas sobre como usar a lente em um dispositivo de cinema:

 

O foco pode ser definido como manual e a lente Sigma tem um anel de foco analógico (ao contrário da maioria das lentes de fotografias da Sony). Infelizmente, não existem hard stops tornando-se muito difícil de usar a lente com as engrenagens de foco ou ferramentas de foco. Também o foco é muito estreito e considerando que a lente tem uma profundidade de campo fina, pode ser difícil focar manualmente às vezes. A lente é claramente projetada com o fotógrafo em mente. Este é um problema que cineastas de vídeo que usam outras câmeras digitais como mirrorless e DSLR já estão acostumados, mas não é ideal para algumas aplicações e não fornece a melhor ergonomia.

 

Tendo hard stop é útil em muitas situações, por isso é lamentável que esta lente não tenha qualquer um (como muitas das lentes Sigma tem). Isso pode ser um pouco difícil de contornar dependendo do seu uso, mas é importante notar que a maioria das lentes da Canon ainda não têm hard stop também.

O pessoal da Sigma ter mencionado que eles não têm intenção de desenvolver lentes de cinema, mas estas lentes, realojadas corretamente pelo fabricante, seria ótimo para o efeito cinematográfico. Você pode obter algumas lentes realojadas, mas a um aumento significativo dos custos. Se a Sigma seguir a rota que a Samyang escolheu paras as suas lentes cine, e não apenas fazer um realojamento completo, eu tenho certeza que eles veriam pelo menos algumas vendas, especialmente se o preço estava correto. Estas lentes da Sigma se comparam com as melhores lentes lá fora, por isso é uma pena que não seja possível obtê-las de uma maneira que seja mais utilizável para cinema.

Vamos ver o que acontece no futuro, mas não há dúvida estas lentes são fantásticas, e ainda podem funcionar bem, dependendo do que você precisa.

Sigma Fotografia
Conheça um pouco mais sobre esta Marca Profissional de Lentes e Flash, em nosso matéria: ” Sigma Fotografia: Qualidade e Acessibilidade

Comentários

comentários

Post anterior

Como os megapixels influenciam nas fotografias

Próximo post

Como operar uma Grua! Dicas e toques!