Home»Artigos»12 Dicas para você tirar fotos da Via Láctea

12 Dicas para você tirar fotos da Via Láctea

3
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Quem disse que as melhores fotos só podem ser feitas com o sol a pico no céu? A noite também pode render imagens belíssimas, com um pouco de pesquisa e prática você pode aprender como fazer imagens mesmo nas condições de pouca luz.

As fotos da Via Láctea são bons exemplos de imagens inspiradoras que só podem ser conseguidas na sombra da noite. Mas, como qualquer estilo fotográfico, estas imagens demandam um bom planejamento e preparação para garantir bons resultados.

A Via Láctea só é vista completamente durante alguns meses e em determinados locais. Você até pode vê-la ao longo do ano, mas para conseguir resultados verdadeiramente maravilhosos com suas fotos da Via Láctea vai precisar reunir as melhores práticas e fazer tudo certo para não perder a chance.

Por isso, separamos algumas dicas e técnicas fotográficas para você tirar boas fotos da via láctea. Está preparado? Então, continue a ler o artigo!

1.     Não se esqueça da fase lunar

A única forma de garantir fotos da via láctea maravilhosas é com o mínimo de poluição luminosa possível. Neste caso, você vai querer evitar uma lua cheia no céu.

Comece por conhecer as fases da lua e garantir a melhor delas para planejar e compor as suas fotos da Via Láctea. Por outro lado, você também pode conseguir bons tiros da Via Láctea, mesmo com uma lua no céu, mas, obviamente, uma lua cheia deve ser evitada a qualquer custo.

A outra coisa a considerar é a posição da Lua em relação à Via Láctea. Por exemplo, uma lua não será um problema tão grande se estiver longe no oeste, enquanto a Via Láctea que aparece no seu visor está ao sudeste. Mas, se ambas estiverem muito próximas você pode acabar com fotos da Via Láctea extremamente brilhantes, e você não quer isso.

2.     Não dispense a tecnologia!

Há uma infinidade de aplicativos móveis e softwares para desktop que podem ajudá-lo a planejar as suas fotos da Via Láctea, um deles é o aplicativo chamado Stellarium. Ele está disponível nas duas versões (móvel e PC), em português e ainda por cima é gratuito.

Você pode inserir as coordenadas, data e horário e ver o céu de forma realista em 3D como a olho nu. Com esta ferramenta você pode planejar cuidadosamente a sessão de fotos da Via Láctea e garantir que tudo esteja nos eixos no dia e horário de suas capturas.

Este não é o único aplicativo para fotos da Via Láctea. Uma rápida pesquisa pode lhe render uma lista bem extensa de opções para usar a tecnologia a favor de sua fotografia das estrelas, então, crie a sua própria lista.

3.     Encontre um local escuro, ou nem tanto!

O consenso de diversos profissionais na fotografia da Via Láctea é que você deve buscar uma área escura e céu claro para conseguir melhores fotos da Via Láctea, mas não deixe que um pouco de luz lhe impeça de filmar.

Desde que a luminosidade do local não atrapalhe as suas fotos e você consiga ver nitidamente a Via Láctea não desperdice a chance. Algumas vezes a iluminação da cidade ou das casas do local onde vai capturar as fotos pode gerar um contraste interessante para suas imagens.

4.     Céu sem nuvens, por favor!
fotos da via lactea nuvens

Enquanto os fotógrafos de paisagem amam as nuvens e odeiam céus completamente limpos, quando for capturar fotos da Via Láctea você vai inverter esse pensamento rapidamente.

Um céu coberto de nuvens é uma má notícia se você deseja obter fotos nítidas da Via Láctea, mas não se deixe levar pela presença de algumas nuvens. Às vezes, elas podem adicionar um pouco de drama e enquadramento para sua fotografia. Por isso, ainda vale a pena disparar se as nuvens não estiverem cobrindo o céu inteiro.

5.     A Via Láctea é apenas uma parte!

Só porque você vai se concentrar em fazer fotos da Via Láctea, não quer dizer que as suas imagens precisam mostrar apenas estrelas e constelações, não é mesmo?

Na verdade, as fotos da Via Láctea mais impressionantes que todos já vimos são aquelas que incorporam terrenos e objetos em sua composição. Então, trabalhe a composição de suas fotos, adicionando um observador à cena sentado em uma cadeira de acampamento, por exemplo.

Pense bem sobre o que gostaria de colocar no primeiro plano das suas fotos da Via Láctea. Mesmo com as condições perfeitas e melhores técnicas fototográficas, sua imagem ainda pode ser chata se você não colocar algo a mais em seu quadro. Escolha um recurso de primeiro plano interessante e deixe a Via Láctea marcar um plano de fundo impressionante na imagem.

6.     Qual o equipamento certo?

Não há nada que lhe impeça de utilizar o equipamento fotográfico que você já tem para tirar fotos da Via Láctea, mas a fotografia da noite é um desafio por causa da ausência de luz. Então, seria bom você contar com uma lente rápida, com uma abertura máxima de f / 2.8.

Com a fotografia da noite você vai ser forçado a usar as configurações de ISO altas durante as suas longas exposições, por isso é vital ter uma câmera que possa operar a ISO 3200 e acima, mais importante ainda é que ela seja capaz de produzir fotos da Via Láctea com boa qualidade nestas condições.

Entretanto, você não deve pensar que precisa ter o equipamento mais caro para conseguir fotos da Via Láctea mais impressionantes. Trabalhe com o que você tem, em seguida, atualize a sua câmera e demais acessórios fotográficos gradativamente conforme sentir necessidade.

A única coisa que você vai realmente precisar de sua câmera é ter uma boa tela de exibição ao vivo ou um EVF (visor eletrônico). Você vai usar isso para se concentrar e compor as suas fotografias adequadamente.

7.     Você precisa de um tripé

É escuro, você está indo fazer exposições longas, e isso significa que você vai precisar de um tripé mais do que nunca.

Você já sabe que um tripé ajuda na estabilidade de sua câmera e também evita borrões nas fotos com longas exposições e ISO alto. Neste caso, não precisamos falar tudo isso novamente, apenas lembre-se de carregar um tripé com você quando for capturar fotos da Via Láctea.

8.     Atire em modo manual e dispare no formato RAW
fotos da via lactea raw

A astrofotografia é muito instável e você precisa ter o controle total sobre cada aspecto de sua fotografia, então, ajuste a câmera para o modo Manual.

Nessas condições, você será capaz de controlar completamente o ISO, a velocidade do obturador, abertura e balanço de branco até conseguir o equilíbrio adequado e as configurações perfeitas para suas fotos da Via Láctea.

Por outro lado, nem sempre é possível ajustar o balanço de branco e a abertura adequada nas configurações da câmera, neste caso, você deve garantir que possa utilizar um pouco de pós processamento para retocar alguns pontos.

Para que isso ocorra e você tenha todas as condições para editar as suas fotos da Via Láctea em seu computador mais tarde, sempre fotografe em RAW. Assim você terá todos os dados da foto intactos e prontos para serem alterados mais tarde, se necessário.

9.     Use o Live View

O foco da câmera também estará no modo manual, então você vai querer contar com o live view para ajustar o enquadramento perfeito para suas fotos da Via Láctea.

Defina sua abertura para a mais vasta possível. Esta grande abertura irá expor o seu sensor para a quantidade máxima de luz.

Em seguida, usando o Live View da câmera, aponte para a estrela mais brilhante que você pode ver até um pequeno ponto de luz aparecer no centro do seu ponto de vista. Amplie um pouco para você ver este ponto tão grande quanto possível.

Agora gire a roda de foco em sua lente até que a estrela se torne um pequeno ponto de luz. Tente girar a roda de foco mais um pouco até que a estrela fique borrada, então, retorne até que a estrela esteja o menor possível, mais completamente nítida. Não se apresse nesta configuração e leve o tempo que precisar.

10.Componha sua foto
fotos da via lactea pós processamento

Agora que você já ajustou o foco de sua lente, é hora de compor as suas fotos da Via Láctea. Use uma fonte de luz externa para iluminar a cena para que você possa ver o que pretende capturar no seu Live View.

Se sua câmera tem um nível digital para linhas perfeitas do horizonte use isso, se não tem, considere investir em um nível de bolha para colocar na sapata de sua câmera.

Defina a velocidade do obturador para cerca de 10 segundos (com ISO 5000 se tiver), e tire uma foto de teste. Neste ponto, tudo o que você deve fazer é algumas fotografias de teste para testar as suas configurações e procurar a composição mais adequada.

Uma vez que você terminar de tirar fotos de teste e fazer os ajustes finais do tripé para a composição perfeita, é hora de marcar suas configurações da câmera.

11.Balanço de Branco

Ao fotografar a Via Láctea prefira fotografar com o seu balanço de branco definido para Incandescente, se não estou enganado, é a versão da Sony de tungstênio. A cor azul é muito boa e também exibe um monte de contraste para que você possa ver claramente a Via Láctea.

Além disso, quando você processar suas fotos da Via Láctea mais tarde, você pode redefinir o equilíbrio de branco de volta para o modo Auto (AWB) para uma temperatura mais realista e cores mais neutras.

Eu aconselho você a experimentar diferentes definições do balanço de branco para obter a temperatura de cor que você mais gosta.

Fotografar com o balanço de branco incandescente, por exemplo, quase sempre irá produzir resultados bons, neutros, que você também pode mudar mais tarde no Lightroom ou Adobe Camera RAW. Então, sinta-se livre para experimentar!

12.Pós processamento
fotos da via lactea pós processamento

Se a imagem foi exposta corretamente, você só precisa de um pouco de pós processamento. As imagens RAW geralmente requerem alguma edição posterior para deixar a fotografia com a mais alta qualidade possível.

Há diferentes opções de programas para edição de fotografias, desde os mais conhecidos e completos como o Pothoshop e Adobe Lightroom, até outros mais simples e desconhecidos. Se você já trabalha com fotografia durante algum tempo, provavelmente deve ter o seu software preferido para esta tarefa.

A única coisa a ter em mente com a edição de fotos da Via Láctea, é que menos é mais. Quando você exagera na exposição de sua fotografia com o pós processamento, por exemplo, os níveis de ruído vão aumentar consideravelmente e consequentemente reduzir a qualidade de sua fotografia.

Por esta razão, faça o seu melhor para ajustar as configurações de sua câmera adequadamente antes de capturar as suas fotos da Via Láctea, assim, o número de retoques para suas imagens será muito pequeno.

Agora é sua vez!
suas fotos da via láctea

Agora que você já sabe como chegar a belíssimas fotos da Via Láctea, eu espero que você consiga bons resultados e se divirta nesta caçada, afinal, essas imagens são muito inspiradoras, não é mesmo?

As dicas acima não se tratam de verdades absolutas para conseguir fotos das estrelas. Assim como qualquer coisa na fotografia, a experimentação e prática podem trazer métodos diferentes para capturar fotos da Via Láctea mais inspiradoras.

Então, pegue a sua câmera fotográfica agora mesmo e saia em busca de suas próprias imagens da Via Láctea. Depois, compartilhe os seus resultados no campo de comentários abaixo e nos diga como essas dicas ajudaram a compor as suas fotos.

Comentários

comentários

Post anterior

Usando Clipping de Realce no Adobe Camera Raw

Próximo post

Prós e contras do modo semi-automático na fotografia de vida selvagem