Minha câmera está superaquecendo! O que fazer?

Minha Câmera está Superaquecendo! O que Fazer?

O superaquecimento é um problema bastante comum com todos os tipos de câmeras fotográficas. Você está fotografando ou filmando em alta resolução e de repente sente a câmera esquentar muito. Isso aconteceu com muitos modelos que testamos e sempre tentamos abordagens diferentes. Alguns deles são métodos comprovados e verdadeiros há anos. Embora você não possa superar todos os problemas de superaquecimento da câmera, há alguns que você pode. Então, reunimos uma lista de coisas que todo fotógrafo deveria tentar. A próxima vez que sentir sua câmera esquentando, experimente uma destas dicas.

Motivos que deixam sua câmera esquentando

  • Sensor maior – Consome mais energia. Este não é um grande contribuinte, mas é parte dele. Quanto mais consumo de energia significa que a bateria fica mais quente.
  • Mais pixels – Isso significa que mais processamento precisa ser feito para dimensionar o vídeo para gravação. Mais processamento significa mais calor.
  • Vídeo em alta resolução -Recurso de gravação em 4k ou até 8k exige maior capacidade do sensor, o que também gera maior fluxo de informações para o processador.
  • ISOs mais altos – em um sensor digital, o ISO é basicamente um monte de minúsculos amplificadores conectados às saídas de cada pixel. ISO mais alto significa aumentar o volume dos amplificadores, consumindo mais energia, gerando mais calor.

Modelos recentes que apresentaram superaquecimento

Em alguns casos, como o da Sony a6600. O IBIS requer que o sensor “flutue” no corpo. Isso significa que o sensor não pode ser montado em um dissipador de calor. Em outras palavras, a Sony prioriza recursos incríveis em suas câmeras que extrapolam os limites do calor. Após gravarmos em 4k por um curto período de tempo, a câmera chegou a apresentar 40 ºC, porém continuou filmando normalmente.

No lançamento do produto Sony a7S Mark III, a empresa disse oficialmente que administrou bem o fluxo de ar para evitar problemas de superaquecimento. A Sony afirmou que a a7S Mark III pode gravar vídeos em 4K em resolução de até 60p por mais de uma hora.
Enquanto filmávamos sob a luz direta do sol, a a7S Mark III esquentou primeiro que a Canon EOS R5. A a7S Mark III da Sony desligou aos 23 minutos.

Minha câmera está superaquecendo! O que fazer?
Canon EOS R5 e EOS R6

Quando a Canon lançou a EOS R5 e a EOS R6, eles deixaram claro imediatamente que ambas as câmeras eram termicamente limitadas ao gravar vídeo 8K (R5) ou 4K com sobre amostragem. Mas o que isso significa para uso real?  A Canon estava sendo honesta sobre quando e como essas câmeras superaqueceriam. Ninguém tem mentido ou encoberto nada. O problema é que você não precisa usar a câmera continuamente para atingir esses limites … mesmo no modo de espera, e mesmo ao tirar fotos, sua câmera está esquentando lentamente.
Em um período de 2 horas com fotos simples e navegação pelos menus levaram a Canon EOS R5 a temperatura de 30 ºC. Ao passar para a gravação em 4k a EOS R5 da Canon deligou em 33 minutos, levando em consideração que estravamos sob à luz do sol.

A Fuji X100V também se destaca na gravação de vídeo 4K. No entanto, agora que passaram alguns meses para usar a câmera, ficou claro que ela superaquece facilmente, especialmente ao gravar um vídeo.
Para contornar a situação, a FujiFilm lançou recentemente uma atualização que aborda o problema e, embora o firmware não conserte as térmicas da câmera, pelo menos avisa o usuário antes de desligar.

Outro modelo que também entra nessa lista é a FujiFilm X-T4. Embora seja raro perder uma parte da filmagem para um desligamento (a maioria das câmeras corta automaticamente o vídeo e o salva antes de desligar completamente), ainda é doloroso ter que esperar até que os componentes esfriem o suficiente para ligá-los novamente. Quando testamos a gravação em 4k a 60fps a câmera mostrou notificação de calor após 25 minutos de filmagem.

Como reduzir o superaquecimento das câmeras

  • Evite expor o equipamento à luz do sol por muito tempo. O calor gerado pelos raios solares pode fazer algumas câmeras desligarem ou incorrer em danos de longo prazo. Se possível, utilize um guarda-sol ou uma tenda fotográfica.
  • Uma bolsa para câmera ou panos frios podem te ajudar. O ideal é manter a câmera na bolsa da câmera e retirá-la somente quando precisar dela. Eu sei que não é prático, mas às vezes pode ser se você estiver em locais onde não pode guarda-la. Tecidos frios e bolsas de gel também são úteis, funcionam basicamente como um refrigerador (mas não deixe esfriar muito rápido!), desde que não molhem, podem ser um grande truque contra o calor.
  • Utilize cartões de memória mais potentes. A teoria aqui é que quanto mais rápida a velocidade de gravação de uma memória, menos sobrecarregará o processador da câmera. Portanto, se ele puder escrever mais rapidamente, a pequena luz vermelha piscando que indica que a câmera está gravando no cartão desaparecerá mais cedo. Recomendamos cartões de memória acima dos 90Mb/s.
  • Tenha sempre baterias externas ou uma fonte de alimentação. As câmeras podem superaquecer mais rapidamente quando estão trabalhando mais intensamente por dentro. Outra forma de combater o superaquecimento interno é remover a bateria de dentro. Muitas câmeras podem funcionar com baterias ou fontes externas, experimente um Grip de bateria ou Fonte AC.
  • ISOs mais altos usam mais energia. Configurações de ISO mais baixas usam menos bateria. Configurações ISO mais altas tendem a trabalhar mais o processador com base no ISO nativo do sensor de sua câmera. Este é especialmente o caso se você tiver parâmetros como redução de ruído de ISO alto ou qualquer outra coisa parecida. Portanto, se você quiser evitar o superaquecimento da câmera, tente fotografar com configurações ISO mais baixas.
  • Longas exposições também causam calor. Semelhante a ISOs altos, exposições longas causam muito calor na câmera. Já programou a câmera para capturar uma imagem por mais de 30 segundos e depois mais outras cinco e sentiu como sua câmera esquentou? Você está cozinhando o processador! Se você estiver fazendo longas exposições repetidamente em um lugar já quente, tenha em mente que isso poderá lhe causar problemas de aquecimento.
  • Verifique as atualizações de Firmware. Se sua câmera não foi atualizada para o firmware mais recente, pode estar mais sujeita a superaquecimento. Geralmente as fabricantes disponibilizam as atualizações periodicamente dentro de seus sites. Fique atento aos updates do seu modelo de câmera.
  • Desligue a estabilização de imagem. Acredito que em diversas situações você não necessite da estabilização trabalhando em segundo plano pelas suas imagens. Nem sempre é prático desligar a EI, portanto, pondere esta opção com cuidado. Mas, pessoalmente, acho que todos poderiam aprender a fotografar sem depender das muletas que a moderna tecnologia de câmeras oferece
Minha câmera está superaquecendo! O que fazer?
Câmera esquentando

E por último, pode não ser a dica mais importante aqui, mas vale a pena levar em consideração caso você tenha trabalhos que exijam muito do seu equipamento. Considere ter uma segunda câmera como backup. Quando sua câmera principal apresentar indícios de que vai superaquecer, a câmera secundária pode dar conta do recado enquanto a outra está resfriando.

O que achou deste artigo? Já sentiu algo semelhante, como sua Câmera esquentando muito? Se tiver alguma dica, compartilhe conosco nos cometários.

SOBRE NÓS

O Blog eMania é voltado para o segmento fotográfico, filmagem e cinema. Trazemos dicas de equipamentos, tutoriais, notícias, curiosidade, reviews e comparações de produtos para facilitar a vida do fotógrafo e cinegrafista profissional e amador.

[site_social_icons]