Dicas a serem exploradas em fotos de estátuas

0 90

Dispostas na maioria das cidades ao redor do mundo, as estátuas possuem o inabalável papel de eternizar a história através de um monumento exibido ao público.

Assim, independente da presença física do homenageado (se for o caso), haverá um eterno registro de sua existência. Por isso, não é incomum fotos de estátuas fazerem parte do famoso ‘tour’ daqueles que amam conhecer novos lugares ao redor do globo.

Entretanto, a situação, mesmo parecendo simples, não pode ser menosprezada. Isso porque existem particularidades importantes para se considerar com o intuito de potencializar a captação de suas lentes. Pensando nisso, montamos uma lista básica de dicas para serem aplicadas na sua próxima chance de fotografar uma estátua e extrair o melhor conteúdo possível dessa aparentemente simples tarefa.

dicas-a-serem-exploradas-em-fotos-de-estatuas-blog-emania-interna
12019/Pixabay

MUITA atenção ao plano de fundo

A simples escolha de ângulo na abordagem da estátua (em especial, por conta de seu plano de fundo) pode transformar radicalmente a imagem passada por sua foto. Por isso, observe bastante os arredores do objeto escolhido e entenda como explorar essa situação de maneira favorável ao seu estilo de fotografia.

Estabilidade é ponto importante

Não apenas pensando na nitidez, mas também na sustentação de ângulo específico, o uso de um tripé para fotos de estátuas é uma boa pedida. Afinal, você conseguirá configurá-lo em posições muito específicas e por um longo período de tempo. Podendo, desse modo, explorar nuances de mudanças climáticas e de iluminação, por exemplo.

dicas-a-serem-exploradas-em-fotos-de-estatuas-blog-emania-interna-2
Tân Quản/Pixabay

Observação das sombras

Parece óbvio, mas é preciso pontuar algo relevante: com sua impassibilidade, a estátua fica refém de sombras, por muitas vezes, desfavoráveis a melhor tomada. Sendo assim, estude cuidadosamente a aplicação de flash e um tempo de obturador mais longo, pontos triviais no controle perfeito da luminosidade.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.