Fotografia Macro Para Iniciantes
Crédito de imagem: Foto de Pixabay no Pexels.

Fotografia Macro Para Iniciantes

A fotografia macro não consiste apenas em dar um “close” em uma imagem – utilizando o plano detalhe ou plano fechado.  Por mais que o foco esteja concentrado no assunto principal da cena, isso não basta para classificar a imagem como uma fotografia macro, mas sim como uma imagem aproximada do objeto. Para realizar essa técnica da forma correta, é necessário utilizar lentes apropriadas (como as “close-up”), objetivas especiais, durante todo o processo de captura da cena. Na fotografia macro podemos notar a valorização de detalhes e o destaque de formas e texturas, diferente de um simples “close” – no qual o objeto está em foco e todo o resto da cena é desprezado.

Existem várias opções de objetivas para quem quer ingressar no mundo da macro fotografia. A maior parte das lentes desse tipo de fotografia possuem comprimentos focais entre 15mm e 20 mm e permitem uma proporção de 1:1 – mantendo na foto o tamanho natural do objeto através de uma aproximação super detalhista. Essa técnica possui a capacidade de capturar minúcias que não seriam vistas, normalmente, através de lentes comuns. Por isso é tão importante escolher o equipamento certo na hora de fotografar; para que o seu objetivo seja alcançando, gerando ótimos resultados. Abaixo vão algumas dicas para quem quer ingressar nesse universo da macro fotografia:

Fotografia Macro Para Iniciantes
Crédito de imagem: Imagem de Myriams-Fotos por Pixabay.

LENTES

Existem vários tipos de lentes para a fotografia macro. Você pode utilizar tubos de extensão (combinados com lentes comuns) para dar alguma ampliação. A melhor opção para você que quer iniciar nesse ramo é obter uma lente macro de modelo mais popular em distâncias focais, entre 90 e 105mm, com uma ampliação e 1:1. Caso não esteja dentro do seu orçamento ou do seu gosto, há também objetivas com distâncias focais mais curtas, entre 50 e 60mm – são lentes muito boas, mas necessitam que você se aproxime ainda mais do objeto fotografado para realizar esse registro. Essa proporção de 1:1 significa que o assunto principal da sua foto será registrado tão grande no sensor como na “vida real” quando você focar o mais próximo possível. Se você, por exemplo, usar um sensor full frame de 36×24 mm, o assunto terá o comprimento de 36mm. Se você tiver utilizar câmera com sensor APS-C ou Micro 4/3, você terá a impressão e que seu assunto irá aumentar 1x na captura da imagem.

FOCALIZAÇÃO

Se você gosta de utilizar o foco automático na hora de fotografar, você precisará desistir dessa ideia para realizar a macro fotografia! A focagem automática dessas lentes especiais não conseguirá acompanhar toda a agitação que é gerada a partir de uma ampliação de 1:1 (no caso do registro de insetos, por exemplo). Você precisará aprender a focar manualmente para capturar a cena com mais clareza; a não ser que o objeto fotografado esteja estático, o que também permitiria o uso do tripé – porém, não é algo comumente utilizado nesse ramo da fotografia.

VELOCIDADE DO OBTURADOR

Na hora de fotografar o assunto de forma macro, você sentirá que as vibrações de suas mãos são suficientes para borrar a imagem. É comum que haja esse balanço, essa trepidação, na hora de fotografar, por causa da proporção que está sendo utilizada. Imagine como deve ser desafiador fotografar um inseto em uma planta balançada pelo vento! Para efetuar esses registros, será necessário aumentar a velocidade do obturador, especialmente se você for um fotógrafo inexperiente. Você pode começar a fotografar com uma velocidade de 1/250s ou um pouco mais alta, caso seja necessário; o importante é ir testando as diversas possibilidades e escolher a que se encaixar melhor em suas necessidades, de acordo com seu objetivo.

Fotografia Macro Para Iniciantes
Crédito de imagem: Imagem de Myriams-Fotos por Pixabay.

PROFUNDIDADE DE CAMPO

Na hora de escolher o assunto a ser fotografado, procure algum que seja plano e acrescente profundidade de campo à imagem. Por exemplo: você pode fotografar flores pequenas ou borboletas de lado, insetos que possuam as costas mais planas. Essa dica é válida quando se utiliza uma distância focal próxima, o que remete a uma profundidade de campo bem estreita – portanto, você precisará pensar em formas inteligentes de utilizá-la, assim como o exemplo citado anteriormente. Você também pode fotografar o seu assunto de outra forma criativa, como fazer com que a cabeça de um inseto fique fora da área desfocada, pois criará uma estética interessante.

FLASH E DIFUSOR

Quando você fotografar assuntos pequenos (como insetos ou plantas), a profundidade de campo será curta, então você precisará configurar a abertura do diafragma para mais ou menos f/16 – dessa forma, você conseguirá capturar o seu objeto com mais nitidez. Juntamente com essa pequena abertura, você irá utilizar uma alta velocidade de obturação por causa do tremor da lente e do assunto fotografado (caso este esteja em movimento); portanto, a utilização do flash será obrigatória na maioria das vezes. Há casos em que não se torna necessário utilizar algum tipo flash, como, por exemplo, se você usar a abertura em f/2.8 ou f/4 em um ambiente com muita iluminação natural. Nesta situação, você talvez não alcance uma proporção de 1:1 em relação ao seu objeto, mas poderá obter uma boa profundidade de campo e uma grande abertura.

O lado positivo de não se apropriar do flash é que você terá mais chances de obter uma foto natural, bem próxima à realidade, caso fotografe em um ambiente com luz solar – mas, se você quiser fotografar um objeto de perto para obter a maior parte dele em foco, você terá que usar o flash. Neste caso, é recomendável que você utilize um difusor na hora de fotografar juntamente com o flash; você pode adaptar qualquer material branco ou translúcido para colocar entre o flash e o objeto fotografado. Quanto maior for a área da fonte de luz, mais suave serão as sombras da sua imagem; é por isso que você pode usar um difusor na fotografia macro, para tornar o tamanho da luz do flash muito maior e menos dura (até mesmo as cores sairão melhores).

SOBRE NÓS

O Blog eMania é voltado para o segmento fotográfico, filmagem e cinema. Trazemos dicas de equipamentos, tutoriais, notícias, curiosidade, reviews e comparações de produtos para facilitar a vida do fotógrafo e cinegrafista profissional e amador.

[site_social_icons]