Home»Artigos de Foto e Vídeo»As 8 Fotografias mais Caras do Mundo (2017)

As 8 Fotografias mais Caras do Mundo (2017)

eMania https://blog.emania.com.br/content/uploads/2015/05/logotipo.png
eMania
10
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

A fotografia tornou-se a primeira expressão artística a confiar unicamente na tecnologia para continuar existindo como arte, embora as Câmeras Fotográficas permitiram a união entre mente e corpo ao capturar uma imagem. Como resultado, a fotografia não foi imediatamente reconhecida pelo mundo da arte, apenas na última década os preços vieram a refletir sua crescente estatura como um investimento altamente rentável. Neste artigo trazemos 8 das Fotografias mais Caras do Mundo.

A beleza da fotografia está em sua singular habilidade de ser recriada indefinidamente, permitindo que uma única imagem percorra o mundo em uma variedade de tamanhos e formas. Abaixo verá que as fotografias mais caras do mundo não seguem um padrão de beleza, todas elas possuem características próprias, além de trazer consigo conceitos e a visão do fotógrafo sobre a imagem.

8º: Sem título #153 (1985)

fotografias mais caras do mundo
Untitled #153 © Cindy Sherman

Vendida por U$ 2,7 milhões em novembro de 2010 e entrando para o hall das fotografias mais caras do mundo, é uma das obras mais perturbadoras de Sherman, deixando para trás as imagens inocentes e líricas de seus trabalhos anteriores (como encarnado por Untitled # 96).

“Embora nunca tenha pensado ativamente no meu trabalho como ‘feminista’ ou uma forma de declaração política, certamente a inspiração foi tirada de minhas observações da mulher nesta cultura. É uma relação de amor e ódio – Estar apaixonado por maquiagem e glamour e detestá-lo ao mesmo tempo. “

7º: The Pond /Moonlight (1904)

fotografias mais caras do mundo
The Pond/Moonlight © Edward Steichen

O lago (título original The Pond /Moonlight) foi vendido por U$2.9 milhões em fevereiro de 2006. Tirada em 1904 esta é a fotografia, além de ser uma das fotografias mais caras do mundo, é uma das mais antigas em 10 mais velhas do mundo e também uma das primeiras fotografias a cores amplamente distribuídas. Com apenas três impressões desta imagem ainda existentes, o valor do trabalho continua a subir. Quando foi vendido em 2006, recebeu o título de a mais cara do mundo.

6º Los Angeles (1998)

fotografias mais caras do mundo
Los Angeles © Andreas Gursky

Andreas Gursky um dos mais conhecidos fotógrafos do mundo, com trabalho voltado para fotografia panorâmica profissional e imagens que chegam até sei metros de largura de presença forte detém o sexto lugar do ranking. A Panorâmica da cidade de Los Angeles foi vendida também por U$2.9 milhões em 2008.

5º: 99 Cent II Diptychon (2001)

fotografias mais caras do mundo
99 Cent II Diptychon © Andreas Gursky

Além da Panorâmica, Andreas Gursky vendeu a fotografia entitulada “99 Cent II Diptychon” por US $ 3,3 milhões em fevereiro de 2007, se tornando uma das obras mais famosas do artista e mostra o interior de um supermercado de U$0.99.

Uma segunda impressão foi vendida por US $ 2,48 milhões em novembro de 2006, colocando-a na lista dos Top 10 pela segunda vez, na posição número 10. E como uma questão de menção honrosa, uma terceira impressão vendida por US $ 2,25 milhões em maio de 2006, colocando-o apenas fora da lista em # 12.

4º Dead Troops Talk (1992)

fotografias mais caras do mundo
Dead Troops Talk © Jeff Wall

“Dead Troops Talk” é uma visão da tropa, chamada pelo autor de exército vermelho, depois de uma emboscada perto de Moqor, Afeganistão, inverno de 1986 (1992) e arrematou 3,7 milhões em maio de 2012. Tirada em 1992, a fotografia remonta uma emboscada de soldados russos durante a Invasão do Afeganistão em 88. Embora muito real, a imagem foi feita em um estúdio fotográfico, com atores, fantasias e maquiagem, os atores simulam uma conversa tranquila em meio à guerra, fazendo alusão à duração da mesma em memórias dos soldados mortos na emboscada.

3º: For her Majesty

fotografias mais caras do mundo
For Her Majesty © Gilbert & George

Para Sua Majestade (em tradução livre) (1973) foi vendida por U$ 3,7 milhões em junho de 2008. A obra é uma crítica dura ao socialismo. “Arte de esquerda é bom. Arte de direita também é bom. Os artistas devem ser originais, mas então como podem ter a mesma opinião? O socialismo quer que todos sejam iguais. Queremos ser diferentes. ” diz Margaret Thatcher.

A imagem traz a simetria formal de uma imagem que é redistribuída em quadros iguais, a perfeição da composição rendeu uma posição na lista das 10 mais belas imagens, além das Fotografias mais Caras do Mundo.

2º  Sem título #96 (1981)

fotografias mais caras do mundo
Untitled # 96 © Cindy Sherman

Untitled # 96 (nome original) (1981) foi vendida por US $ 3,98 milhões em maio de 2011, estabelecendo o recorde como a fotografia mais cara já vendida até ser superada seis meses depois pelo nosso primeiro lugar. Uma segunda impressão de Untitled # 96 vendeu por US $ 2,88 milhões em maio de 2012, ganhando a oitava posição dentre as fotografias mais caras do mundo naquele ano.

1º Rhein II (1999)

fotografias mais caras do mundo
Rhein II © Andreas Gursky

Quem ganhou o primeiro lugar também? Ele mesmo, Andreas Gursky!Rhein II (1999) foi vendida por US$ 4,3 milhões em novembro de 2011, estabelecendo o valor histórico máxima de venda para uma fotografia, o comprador foi anônimo.

Post anterior

5 Trilhões de fotos por segundo: conheça a Câmera mais rápida do mundo!

Próximo post

OS MELHORES FILMES SOBRE FOTOGRAFIA: JANELA INDISCRETA

O Autor

eMania News

eMania News

O eMania News é uma equipe fornada por fotógrafos, cinegrafistas, escritores e fotojornalista que traz notícias e artigos diariamente com informações práticas e úteis para o profissional da área abordando artigos, fornecendo dicas, oferecendo reviews e outras formas de conhecimento.