Guia Básico de Fotojornalismo
Crédito: Foto de Robben Lepsch no Pexels.

Guia Básico de Fotojornalismo

Você tem interesse em trabalhar com fotojornalismo? Então confira esse guia básico que a equipe eMania preparou para que você possa entender um pouco mais sobre essa área da fotografia e iniciar sua carreira.

O que é fotojornalismo?

Antes de definir esse conceito, é importante destacar as características semelhantes entre fotojornalismo e fotografia documental. Há uma linha tênue que diferencia essas duas práticas, mas é importante ressaltar essa distinção. Se formos definir a grosso modo, o fotojornalismo é a ação de produzir imagens para contar alguma notícia, de forma honesta e imparcial, baseada nos padrões jornalísticos – as imagens sempre estarão de acordo com o contexto dos eventos.

Da mesma forma que um repórter utilizar a palavra escrita para narrar fatos, o fotojornalista utiliza a câmera para expressar a notícia. Neste ramo da fotografia, você pode acompanhar e registrar os acontecimentos do dia a dia ou se tornar até mesmo um correspondente de guerra, viajando para lugares de particular interesse ou morando numa determinada área para testemunhar e capturar os eventos diários. O difícil exercício é fazer com que as suas fotografias não apenas registrem os fatos, mas transmitam sentidos que possam gerar sensações e reflexões no espectador.

Guia Básico de Fotojornalismo
Crédito: Foto de Jacques Kablan no Pexels.

Como se tornar um Fotojornalista?

Na era da tecnologia, os trabalhos de fotojornalismo têm se tornado cada vez mais escassos. Hoje em dia mais pessoas são capazes de registrar eventos por conta própria, através de seus smartphones. A verdade é que é mais barato uma redação aceitar imagens de leitores do que pagar um profissional de fotografia – mas isso não significa que seja impossível ser contratado nesse ramo. É provável que sempre haja oportunidades de trabalho na área de fotojornalismo, pois existe um conjunto de habilidades e técnicas que nem todas as pessoas possuem.

Nem todos possuem a capacidade de capturar acontecimentos e enquadrar ótimas imagens ainda que estejam sob pressão ou em situações perigosas – otimizando também as outras configurações de exposição de câmera. Portanto, ainda que você encontre dificuldades para encontrar o seu próprio espaço nesse ramo, saiba que é improvável que “civis com smartphones” substituam os fotojornalistas (devido aos motivos citados anteriormente). Você pode praticar e desenvolver suas habilidades indo a eventos locais, como: jogos esportivos, protestos, feiras comunitárias, eventos locais. Estude também jornais e revistas (não apenas impresso, como também online) para se inteirar dos padrões fotográficos mais utilizados no fotojornalismo.

6 coisas a fazer antes de trabalhar com Fotojornalismo

Para ser um bom fotógrafo não basta apenas ter uma boa câmera. É claro que um equipamento profissional irá ajudar no nível de qualidade de suas fotos, mas de nada adianta ter um “arsenal fotográfico” se você não desenvolver o seu olhar. Por isso é importante observar as pessoas, os detalhes, os ambientes e as situações do dia a dia antes de começar a disparar os cliques. Tenha sensibilidade na hora de fotografar, buscando sempre enxergar as diversas possibilidades que existem e os diferentes significados que serão capturados e reproduzidos.

  • Proteja-se

Os trabalhos exigidos pelo fotojornalismo podem ser perigosos. Você pode estar trabalhando em uma zona de guerra, em um protesto ou no local de um acidente; portanto, esteja sempre atento e proteja-se dos possíveis riscos. Não arrisque sua vida por causa de imagens! Tenha em mente também a segurança de seus equipamentos e utilize a função de uploads automáticos na nuvem para não perder as suas fotografias. Priorize não apenas a sua vida, mas também as vidas de outras pessoas, e cuide para gerar danos irreparáveis causados por atitudes egoístas, imaturas e negligentes.

Guia Básico de Fotojornalismo
Crédito: Foto de Jan Kopřiva no Pexels.
  • Conheça suas histórias

Se você se dedicar em trabalhar com o que sabe fazer, você irá obter melhores resultados. Busque sempre boas referências e procure desenvolver conhecimentos específicos na sua área de atuação. Por exemplo: se a sua função é registrar as mudanças climáticas diárias, vice não irá perseguir um assassino em série ou fazer a cobertura policial de um esquema de tráfico de drogas. Quando você utiliza os seus conhecimentos para trabalhar com o que você tem propriedade para fazer, você passa a se aperfeiçoar naquilo obtém vantagens enquanto realiza a sua função – passa a compreender cada roteiro, narrativa, personagem, informações privilegiadas; é necessário apenas que haja bom senso na hora de utilizar esses privilégios.

  • Aprenda a lidar com a rejeição

Você precisa estar preparado para a rejeição. Por mais que você busque ser o melhor na sua área, mas tenha humildade para reconhecer que sempre existirão outros profissionais tão habilidosos quanto você (ou até mais). Não seja arrogante ao ponto de não reconhecer seus defeitos, mas busque melhorar sempre a partir de seus erros. Quando for oferecer propostas do seu trabalho, não envie apenas um único argumento de venda nem fique esperando apenas por esta resposta. Corra atrás de seus objetivos e apresente seu trabalho para outros possíveis investidores; não fique estagnado enquanto aguarda resposta de pessoas/empresas que já lhe rejeitaram.

  • Pratique a ética

Nunca utilize suas fotos para difamar nem deturpar imagens de pessoas físicas ou jurídicas a fim de noticiar fofocas ou furos jornalísticos para gerar lucro. Não seja um fotojornalista antiético que promove escândalos em busca de reconhecimento – principalmente quando se trata de manipular imagens através do Photoshop. Não permita que a sua ambição por dinheiro ou o desejo de se destacar profissionalmente a qualquer custo façam com que você se torne um profissional antiético. Seja fiel à ética do fotojornalismo e baseie suas ações em convicções honestas.

  • Desenvolva um estilo pessoal

A forma mais eficaz de ser notado neste ramo é criar o próprio estilo pessoal, pois isso fará com que você se destaque no seu campo de trabalho. Não apenas busque inovar, mas procure sempre aperfeiçoar as habilidades que você já possui. Pesquise os trabalhos de profissionais renomados e esteja inteirado acerca dos padrões do fotojornalismo. Descubra as diversas técnicas e possibilidades que você pode aplicar em seu estilo fotográfico para alcançar resultados superiores.

SOBRE NÓS

O Blog eMania é voltado para o segmento fotográfico, filmagem e cinema. Trazemos dicas de equipamentos, tutoriais, notícias, curiosidade, reviews e comparações de produtos para facilitar a vida do fotógrafo e cinegrafista profissional e amador.

[site_social_icons]