Home»Tutoriais»Concurso de Fotografia seleciona Imagens para Documentário

Concurso de Fotografia seleciona Imagens para Documentário

2
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

O concurso de fotografia lançado na segunda-feira, (10), pela agência de comunicação e tecnologia Grupo Storm, seleciona vídeos ou fotos sequenciais sobre o tema: “Tempestades e o setor elétrico”. Os melhores vídeos ou sequências serão exibidos no novo documentário “Ameaças do Céu” que está em processo de produção e será exibido na Globo News.

O concurso de fotografia terá duração de dois meses, terminando no dia 10 de Junho. O nome do vencedor será divulgado na quinta feira, 15 de junho. Para participar, os candidatos deverão acessar o site  www.ameacasdoceu.com.br, preencher o formulário de inscrição e declaração de autoria, e enviar os vídeos.

O documentário “Ameaças do Céu” irá explorar o mundo dos eventos climáticos e da realidade do setor elétrico, pela perspectiva de especialistas e profissionais do setor. O filme apresentará um retrato dos danos causados pelas tempestades ao setor elétrico e os possíveis cenários que nos esperam no futuro.

O documentário será de média metragem e contará com amplo embasamento científico, abordando o assunto com uma linguagem acessível a partir de imagens impressionantes de tempestades severas, depoimentos surpreendentes de cientistas, executivos do setor e representantes governamentais. O lançamento está previsto para outubro de 2017.

Fotógrafo Alvaro Ernani Georg

Pelo ineditismo do assunto no meio audiovisual, e por sua importância, Ameaças do Céu tem como objetivo causar em toda a sociedade uma reflexão sobre os impactos que deslizamentos, inundações, vendavais e raios provocam no setor elétrico e como isso afeta a sociedade e as concessionárias de energia. Anualmente, as tempestades severas causam prejuízos às redes elétricas que ultrapassam 100 milhões de reais, e que deverão ultrapassar 200 milhões por ano, em 2030.

Ameaças do Céu” também apresentará uma preocupação com o cenário futuro, que deverá contar com um aumento de eventos climáticos severos, de acordo com dados do Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Mais Informações:
Elaine Cristina
(12) 3028-4727
[email protected]
www.ameacasdoceu.com.br

DADOS DO DOCUMENTÁRIO

Título: Ameaças do Céu

Diretora: Iara Cardoso

Produtora: Storm Comunicação

Estrutura: Documentário de média metragem (52 minutos)

Relevância: “Entre os serviços básicos mais afetados durante a ocorrência de desastres naturais destacam-se os serviços de distribuição e transmissão de energia elétrica, que são também aqueles que desempenham um papel crucial na recuperação de outros serviços fundamentais”. Fonte: Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL)

Sinopse: O Brasil é assolado por tempestades cada vez mais frequentes e intensas, responsáveis por impactos no setor elétrico em uma dimensão jamais vista e que tendem a se agravar. Vendavais causam quedas de torres de transmissão, deslizamentos derrubam linhas de distribuição e destroem subestações, raios e chuvas intensas provocam interrupções de energia. Imagens impressionantes. Depoimentos surpreendentes de cientistas, executivos do setor e representantes governamentais. Que inciativas estão sendo feitas pelo setor? O que vamos enfrentar?

Biografia da diretora: Formada em Jornalismo com especialização em Jornalismo Científico pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em Cinema Digital pela New York Film Academy/Universal Studios e em Jornalismo para TV Digital pela NBC News/NYFA. Em 2015, foi Fellow no Advanced Study Program do Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos EUA, se especializando em documentários e roteiros de ciência e tecnologia. Iara Cardoso é membro da Academia Brasileira de Cinema. Foi responsável pelo roteiro e produção da Série País dos Raios, exibida no Programa Fantástico da rede Globo. Também dirigiu, roteirizou e produziu o filme documentário Fragmentos de Paixão, exibido na rede Cinemark.

Fotógrafo Kleber Steinbach

 

Fotógrafo Marcos Martinez Sanchez

Comentários

comentários

Post anterior

Em foto das famílias da OTAN, Donald Trump "empurra" político montenegrino

Próximo post

Fotos poéticas, em preto e branco, de uma viagem a ilha de San Andrés