Home»Artigos de Foto e Vídeo»iPhone 5s é utilizado em longa-metragem sensação do Festival Sundance

iPhone 5s é utilizado em longa-metragem sensação do Festival Sundance

eMania https://blog.emania.com.br/content/uploads/2015/05/logotipo.png
eMania
1
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Depois de revolucionar o mundo dos celulares o iPhone aparentemente vai revolucionar o mundo cinematográfico também. Todo mundo já conhece a qualidade das imagens tiradas por um iPhone 5s por exemplo, seja para fotos ou para vídeos. Tanto que o iPhone 5s é basicamente uma segunda câmera para muitos fotógrafos profissionais. Agora, porém o que pode ser uma surpresa para muitos é que é cada vez mais possível fazer filmes longa metragem apenas com esse aparelho originalmente criado para servir de telefone.
Muitos críticos e conhecedores do mundo cinematográfico sempre ficaram com um pé atrás ao utilizar um iPhone 5s para fazer qualquer coisa além de um simples selfie dos bastidores das filmagens. Mas os tempos mudam, e como mudam rapidamente. No último festival de Sundance, um dos maiores festivais de cinema independente do mundo, o iPhone 5s ganhou os holofotes e atenções de todo mundo ao ser a principal câmera de um dos melhores filmes do Festival.

iphone 5s - tangerine

Tangerine: um filme gravado só com iPhone 5s

O sonho de qualquer produtor independente é ter seu filme apresentado ao mundo todo nos festivais e depois conquistar algum tipo de distribuição para que assim cada vez mais gente consiga ver sua obra de arte. Para conquistar esse sonho muitos cineastas independentes seguem alguns conselhos bem comuns no mundo do cinema independente. Alguns desses conselhos são bem conhecidos, tais como: ter atores e atrizes reconhecidos (ao menos no mundo independente), utilizar equipamento de qualidade (mesmo que seja apenas para algumas cenas) e principalmente ter algo que atraia o interesse do público.

Tangerine faz nada dessa lista e ainda conquistou importantes acordos de distribuição e muita curiosidade na comunidade internacional. Quase todos os jornalistas, críticos e cineastas que participaram do festival de Sundance no começo deste ano perceberam a preciosidade que é Tangerine no atual mundo cinematográfico intensamente consumido com mega produções e franquias de arrasa quarteirões.

Sem utilizar nada do que é aconselhável para uma produção independente conquistar tração e atenção a equipe de produção de Tangerine, liderada por Sean Baker na direção do longa-metragem, utilizou apenas um iPhone 5s. Obviamente eles modificaram um pouco o iPhone 5s para ter imagens mais cinematográficas. Mas mesmo assim eles não precisaram gastar tanto quanto um filme longa-metragem gasta. Mesmo no circuito independente é difícil ver alguma produção de longa-metragem que custa menos do que cinco mil dólares.
Tangerine custou menos do que mil dólares, isso contando com o preço de um iPhone 5s e dos outros equipamentos utilizados para captar som e realçar a imagem. Com um custo tão baixo a produção ganhou bastantes elogios pela qualidade das imagens e principalmente pela estória que foi contada. O diretor Sean Baker acompanhou a odisseia de duas transsexuais pelas entranhas do submundo de Los Angeles que, na véspera do Natal, foram atrás de entender e confirmar um rumor escandaloso.

iphone 5s - tangerine

Obviamente ao escolher um iPhone 5s como principal instrumento de gravação você encontrará muitas desvantagens se comparar com a qualidade da imagem que você conseguiria com uma câmera realmente de cinema, tais quais as câmeras da ARRI ou Panasonic. Com certeza ao usar um iPhone 5s você perderá muito em controle sobre o instrumento de gravação, além de perder qualidade da imagem. Porém entre as vantagens nos custos e as desvantagens na qualidade podemos falar com segurança que vale a pena utilizar seu iPhone 5s para realizar suas produções. Cineastas independentes que sonham em ver seus filmes na tela grande podem fazer mais criações impressionantes e incríveis. Hoje em dia temos acesso a uma variedade enorme de inovações tecnológicas que ajudam o nosso dia a dia de maneira espetacular. O que Tangerine mostra é exatamente como esse influxo tecnológico pode ter uma utilidade que antes não foi pensada.

Post anterior

NASA celebra chegada a Plutão e divulga imagem histórica

Próximo post

Dicas de iniciante: Como tirar uma foto de paisagem

O Autor

Lucas Couto

Lucas Couto

Sou produtor de filmes independente e economista, com interesses em estudar a economia criativa e tudo que ela pode oferecer.