Home»Artigos de Foto e Vídeo»Projeto de lei nos EUA exige regulamentação de fotógrafos de casamento

Projeto de lei nos EUA exige regulamentação de fotógrafos de casamento

eMania https://blog.emania.com.br/content/uploads/2015/05/logotipo.png
eMania
2
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

A pior coisa que pode existir para qualquer tipo de profissional, incluíndo evidentemente nessa situação quem trabalha na área da fotografia, não sentir algum tipo de segurança seja para conseguir receber o ordenado que foi previamente acordado, não conseguir expor seu portfólio de maneira correta e justa, não ser suportado por algum tipo de Sindicato ou Associação que defenda seus direitos de forma mais incisiva…

Todos esses aspectos acabam sempre pegando um ou outro fotógrafo de surpresa, criando problemas que certamente poderiam ser evitados caso houvesse alguma organização que possa regulamentar a profissão ficando de olho nos direitos e, obviamente, também na parte dos deveres de cada um. É trabalhando em cima dessa situação que um deputado do estado norte-americano da Pensilvânia se baseia para tentar criar uma regulamentação mais correta dos fotógrafos de casamento.

Através de uma lei que o político James Santora tenta colocar em vigor no estado em que ele representa, existirá a necessidade de todos os profissionais dessa área da fotografia serem devidamente registrados na Professional Photographers of America (PPA), a associação que é considerada a mais antiga de todo o mundo nessa área específica e que é conhecida por ter padrões rígidos de avaliação e evolução do cadastro.

Além de toda essa tradição e reconhecimento da Fotógrafos Profissionais da América (tradução literal), a grande adesão que a associação já conta é um elemento de forte credibilidade, tendo atualmente cerca de 30 mil profissionais já cadastrados.

Através de um memorando que foi publicado no site oficial da Casa de Representantes da Pensilvânia, James faz questão de citar que essa medida tem também como um de seus objetivos “proteger os noivos das histórias de terror no seu dia das fotos de casamento”. Com isso, a medida tenta também demonstrar o seu lado de preservação ao lado do consumidor principalmente com as constantes histórias de fraudes envolvendo esse cenário de contratação para fotografias de casamento.

Confira o memorando na íntegra:

“Em um futuro próximo, eu introduzirei um projeto de lei requerendo que os Fotógrafos de Casamento tenham de ser licenciados com base na Professional Photographers of America. A PPA impõe regulamentação e exigências para fotógrafos de casamento para proteger os noivos de histórias de horror existentes em dias de fotografias de casamento. 

O licenciamento vai ajudar a prevenir algumas das ocorrências a seguir:

-Perda de qualidade nas fotos;

-O fotógrafo não aparecer no dia das fotografias do casamento;

-Perda de imagens;

-Pagamento de advogados;

-O fotógrafo sair do ramo de casamentos antes de um casamento e não fazer o reembolso;

-Responsabilidade por danos morais ou materiais.”

 

Post anterior

7 dicas para fotografar animais grandes sem correr nenhum risco!

Próximo post

Aplicativo testa função de replicar fotos citando a fonte

O Autor

Alberto Barbosa

Alberto Barbosa

Formado em jornalismo no ano de 2012 pelo Centro Universitário FIAM, atuou em diversos segmentos da comunicação como editoras e sites de conteúdo esportivo. Foi editor e repórter do Universo dos Sports e hoje é, além de freelancer, colaborador do Torcedores.com e também do blog eMania.