Home»Artigos de Foto e Vídeo»5 Erros Mais Comuns em Fotografia Profissional

5 Erros Mais Comuns em Fotografia Profissional

eMania
7
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Existe uma centena de pessoas que amam fotografia e a maioria delas, em algum momento, vai querer transformar esta paixão em um negócio profissional e lucrativo. Realmente, a fotografia profissional é um dos setores mais rentáveis atualmente, principalmente, por se tratar de um empreendimento criativo. Contudo, colocar sua carreira de fotógrafo no rumo errado pode comprometer os seus resultados e o dinheiro que pretende ganhar com isso.

Para garantir que o seu sonho não acabe em pesadelo, você precisa tomar algumas medidas e, da mesma forma, evitar aquilo que simplesmente não funciona para a sua empresa de fotografia. Por esta razão, abaixo estão os 5 erros mais comuns que a maioria dos fotógrafos comete em seu negócio de fotografia profissional, bem como as maneiras de evitá-los.

1. Você compra muitos equipamentos
equipamentos fotografia profissional

As indústrias de fotografia lançam novos equipamentos a todo o momento, é claro que todos eles parecem muito funcionais e adequados. No entanto, nem todos eles são indicados para você, pelo menos não agora.

É claro que vai precisar de equipamentos profissionais para obter ótimas fotos, mas não precisa gastar tanto dinheiro. No eMania- Foto e Vídeos todos os produtos têm descontos à vista no boleto, assim você não fica com dívidas no cartão. No entanto, caso não tenha o dinheiro para comprar o equipamento que precisa, parcelar no cartão pode ser uma boa opção. Na maioria das lojas de fotografia você encontra ótimas câmeras e acessórios a ótimos preços, sem precisar comprometer todo o seu orçamento.

A melhor dica que alguém pode lhe dar é: comece com o mínimo possível, quanto menor o seu gasto, mais lucro terá!

2. Você é desastrado
fotografia profissional desastre

Criar um negócio de fotografia profissional é extremamente simples, você só precisa encontrar pessoas dispostas a pagá-lo para tirar qualquer foto. Porém, se você é desastrado pode ter um problema.

Imagine que está em um casamento a tirar lindas fotos e de uma hora para outra deixa cair sua câmera, ou os acessórios de luz. Com certeza terá altos prejuízos se isso acontecer e você não quer este tipo de surpresa, pois vai doer muito em seu bolso.

Procure garantir a maior segurança possível com seus equipamentos, locais de trabalho e, com certeza, a qualidade de suas imagens. Um seguro contra acidentes também pode ser recomendado, mas o mais importante é entregar um bom trabalho para os seus clientes.

3. Negócios e finanças pessoais são diferentes
fotografia profissional finanças

Os escritórios de contabilidade mais respeitados vêm recomendando isso desde sempre. Embora seja tentador misturar suas finanças pessoais com seu negócio de fotografia profissional, especialmente se exerce esta função em tempo parcial, isto pode embaralhar sua conta bancária e acabar lhe deixando no vermelho.

Separe e organize as suas receitas de forma distinta para não comprometer o sustento e conforto da sua família e, ao mesmo tempo, não sabotar o crescimento de sua carreira como fotógrafo profissional.

4. Não sabe quanto cobrar
fotografia profissional preço

Você pode passar a maior parte de sua carreira fotografando casamentos, mas um dia, a escola do bairro pode lhe pedir para tirar fotos para o site institucional. Ou uma agência de publicidade quer usar uma das suas imagens em algum outdoor ou campanha publicitária.

Geralmente, é aí que você não tem ideia de quanto cobrar pelo serviço. Devemos realmente considerar que estipular um preço não é nada fácil, principalmente para serviços criativos, como a fotografia profissional. Quando for criar a fatura de seu cliente precisa considerar os custos, impostos e não se esquecer do lucro, pois é ele que mantém o seu negócio funcionando.

Todavia, se mesmo assim está atividade parece impossível para você, experimente fazer parte de uma associação de fotógrafos, eles podem lhe guiar sobre qual valor deve cobrar por cada um de seus serviços. Além disso, estas organizações também fornecem outros tipos de suporte muito úteis, como convênios, assessorias e assim por diante.

5. Está gastando muito tempo nas Mídias Sociais
FOTOGRAFIA PROFISSIONAL mídias sociais

Você seria um tolo de não participar das mídias sociais de alguma forma, dado ao enorme alcance que elas oferecem hoje em dia. No entanto, nem todas as plataformas de mídia social são iguais, e muitas delas mudam seus mecanismos ao longo do tempo.

Por exemplo, há três anos, ter uma página no Facebook para seu negócio de fotógrafo era uma ótima jogada, mas dado as mudanças do feed nos últimos meses, gastar muito tempo no Facebook sem um orçamento disponível para anúncios é um mau investimento. Certifique-se de que está revendo suas análises para tomar uma decisão baseada no que está trazendo resultado para o seu negócio.

Além disso, nem todas as redes sociais são indicadas para fotografia profissional. Algumas delas apresentam recursos específicos que podem melhorar sua experiência e atrair mais clientes. Pesquise em qual delas o seu consumidor está com mais frequência e também a sua concorrência, aí pode estar uma ótima porta de entrada para o sucesso.

Evitar estes pequenos erros pode ajudar a manter o seu negócio no eixo, ter uma empresa não é brincadeira e você precisa levar isso a sério. Agora, diga-nos o que faz para manter o seu negócio de fotografia profissional em dia!

Post anterior

Os 10 artistas com o maior número de seguidores no Instagram

Próximo post

Curiosidades sobre a história das fotografias