Home»Dicas de Fotografia»Como fazer imagens em movimento sem erros

Como fazer imagens em movimento sem erros

eMania https://blog.emania.com.br/content/uploads/2015/05/logotipo.png
eMania
6
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Algumas situações de movimento geram cliques interessantes: prática de esportes, crianças brincando são duas delas, por exemplo. Mas justamente o movimento pode dificultar o processo de fazer a imagem e exige muita atenção e rapidez do fotógrafo. Para tornar o processo mais simples, o Blog eMania vai te dar dicas de como fazer com que imagens em movimento fiquem congeladas, gerando uma ótima fotografia.

Escolha do equipamento

A qualidade do equipamento vai contar muito na hora de congelar imagens em movimento. As compactas podem gerar bons resultados, mas uma Câmera DSLR é o ideal, já que oferece mais possibilidades de ajustes manuais apropriados para a situação.

Câmeras compactas

As câmeras compactas não possuem ajustes manuais, o que torna o processo de congelar imagens em movimento mais difícil. Para trabalhar com esse tipo de equipamento, o ideal é fotografar no modo de cena para esportes, no qual as configurações de velocidade, abertura e foco já estarão apropriadas para esse tipo de fotografia.
Porém, o maior problema em usar câmeras compactas para fotografar imagens em movimento é a limitação das lentes desse tipo de equipamento. Essas lentes usam o zoom digital, que pode ocasionar a perda de qualidade.
Outro problema encontrado nas compactas é a demora entra a pressão no obturador e a captação da imagem pelo sensor. Em equipamentos fotográficos mais antigos, esse tempo pode chegar a até um segundo.

Câmeras dSLRs

Câmeras profissionais, ou Câmera semi profissionais, já vão dar melhores condições para os fotógrafos explorarem melhor a fotografia de imagens em movimento.
A maneira mais ideal de fazer essas fotografias é com uma lente longa e clara, como, por exemplo, uma teleobjetiva de 100 ou 200 mm e abertura máxima de 2.8.

Fotografando cenas de esporte

Fotos de partidas de futebol, prática de surfe, corridas automobilísticas e skate são as mais recorrentes imagens em movimento nessa categoria.
Antes de fotografar qualquer esporte, é interessante que o fotógrafo estude a modalidade para conhecer o funcionamento e saber quais são as posições e ângulos que antecipam uma jogada decisiva, por exemplo. Assim, ele poderá se preparar e direcionar a câmera no exato momento em que uma cena interessante pode ser retratada.
Em esportes individuais, saber os movimentos características dos atletas como nadadores e corredores, pode ajudar na hora de clicar a imagem em movimento e gerar uma fotografia interessante.

imagens em movimento

Fotografando cenas urbanas

Fotografias urbanas de grandes cidades também exigem cuidado, já que elas estão sempre em movimento: os carros, pessoas correndo e até movimentos tranquilos, como passeios em parques podem ocasionar imagens em movimento contrastantes e interessantes.

imagens em movimento

Técnicas para fazer imagens em movimento

Panning

A técnica de panning necessita do movimento para ser colocada em execução. Para gerar esse efeito, o fotógrafo precisa, antes de disparar a câmera para fazer imagens em movimento, acompanhar essa oscilação.
Ao mesmo tempo em que faz a captura da imagem, é preciso acompanhar o deslocamento com a câmera e chegar o mais próximo da velocidade do elemento a ser fotografado. Desse modo, tudo o que estiver parado no plano de fundo vai ficar embaçado e apenas o elemento em movimento ficará congelado na imagem final, dando a ideia do movimento.
O uso de um tripé para estabilizar a câmera para que ela só faça o mesmo movimento do objeto retratado pode ajudar a estabilizar o embaçado e as linhas do plano de fundo, dando ainda mais a sensação de velocidade para a imagem.

imagens em movimento

Exposição

A exposição já é uma das principais técnicas da fotografia e a importância dela é ressaltada em produção de imagens em movimento. As configurações de velocidade do obturador, abertura do diafragma e sensibilidade do senso são essenciais para fazer uma imagem com boa iluminação e ajudarão na hora de congelar uma imagem.
As câmeras que permitem o ajuste manual dessas configurações são as semi e as profissionais. Os modos que podem ser escolhidos são o Av/A em prioridade de abertura e Tv/S em prioridade de velocidade.
No modo Av, a câmera consegue mudar todas as configurações da imagem de acordo com a abertura da lente escolhida pelo fotógrafo. Se o fotógrafo escolher um valor muito baixo para a abertura, a profundidade de campo da imagem fica rasa e não destaca o elemento principal com um fundo desfocado.
Já no modo Tv, a câmera fica configurada para melhorar a escolha de velocidade. Quando se fala em imagens em movimento, esse é o modo recomendado porque ele gera os melhores resultados de congelamento de imagem.
A dica para fazer imagens de ação e manter a velocidade de disparo próxima a 1/250, ou 1/500. Em ambientes com muita luz, pode-se deixar o obturador mais rápido, com cerca de 1/1000 de velocidade.

Foco

Focar o elemento principal em uma imagem, que está em movimento, pode se tornar um desafio. Por isso, manter a mão firme, a câmera estável e estar em um local que proporcione uma visão privilegiada do ambiente a ser retratado são essenciais.
Se o fotógrafo não se sentir seguro, a câmera digital dispõe de algumas opções, como os sistemas de autofoco. No entanto, é preciso ter cuidado com eles em câmeras compactas. Nesse tipo de equipamento, o foco funciona com o meio toque no disparador. Só que o tempo que o foco demora em ser feito é muito grande e pode prejudicar o resultado de uma foto de ação.
Nas Câmeras  dSLRs, as possibilidades são mais variadas. Há o foco manual e o autofoco contínuo, que é a melhor opção para imagens em movimento. Com esse modo, a lente objetiva está sempre ajustando o foco, de acordo com o enquadramento feito pelo fotógrafo.
Levando em consideração a opção de ponto de interesse do sistema de autofoco da Câmera  dSLR, o ideal é que se trabalhe com o foco em ponto único e central.

Post anterior

Sigma anuncia nova lente da série Art

Próximo post

4 elementos dos filmes de Paul Thomas Anderson

O Autor

Mariana Paschoal

Mariana Paschoal

Jornalista formada pela Universidade Estadual de Londrina, tem experiências em diversas áreas da comunicação, como radiojornalismo, webjornalismo, assessoria de imprensa e fotojornalismo.