Home»Tutoriais»Sensibilidade ISO

Sensibilidade ISO

8
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Para você que se interessa, gosta ou trabalha na área de fotografia já deve ter ouvido muito sobre o ISO ou até mesmo o visto em suas configurações da Câmera Profissional ou Câmera compacta. Saiba que esse mecanismo é tão importante quanto à abertura ou velocidade do obturador.

Mas o que é o ISO? O ISO mede a sensibilidade do sensor à Luz. É bem simples de entender: quanto maior o ISO, mais sensível ele está e assim, a câmera interpreta que o motivo ou ambiente a ser fotografado necessita mais claridade e então ela amplia a captação de Luz. Quanto menor o ISO, menos informações sobre o motivo será captado.

Sensibilidade ISO

No entanto, há mais para saber do que isso. Ao alterar o ISO para valores maiores do que 800 o fotógrafo avisa para a câmera que há áreas na foto que estão desiguais e então a câmera tenta fazer uma compensação entre elas, mas isso gera ruído (um defeito na imagem; pixels com coloração verde e vermelha). Embora seja considerado um defeito, este recurso pode ser muito bem usado quando souber aplicá-lo. Muitos Fotógrafos atualmente usam este tipo de efeito.

como usar iso

Resumindo, quando uma sensibilidade maior de ISO é utilizada, maior é a velocidade que o obturador possui. A regra é simples: Quanto menos luz no ambiente, mais sensível o ISO deve ser.

Ao colocá-lo em menores valores o fotógrafo retira as exigências da câmera em relação à foto, mas para que continue com bons resultados é necessário ter mais luz no ambiente. Em casos de exposições à luz do dia, estúdios fotográficos bem iluminados podem usar a Sensibilidade  ISO 100, por exemplo.

Como escolher o ISO correto?

Geralmente as câmeras fotográficas oferecem uma variedade de ISO de 100 a até 1600, as câmeras fotográficas mais recentes possuem uma Faixa muito maior e por isso gera-se certo medo na hora de ajustar o ISO.

O mais importante na hora de escolher o ISO correto de sua Câmera é verificar a claridade do ambiente que você está. Lembre-se: Quanto maior o ISO, mais claridade será capturada pela câmera.

Ruído:

Como Já mencionado, o ruído é gerado por altas exposições do ISO, mas nem sempre isso se torna algo ruim. Uma das características das câmeras analógicas é o ruído e para se aproximar desse efeito, muitos fotógrafos usam o máximo de sensibilidade do ISO.

ruido camera
(Jessica Lange – Fotógrafa Exposição no MIS)

Longa exposição:

Classificações mais baixas do ISO produzem cores precisas, imagens suaves e esteticamente atraentes, mas isso requer excelentes condições de iluminação No entanto, existem alguns assuntos que você possa vir a desejar fotografar em condições de pouca luz ou congelar o movimento (um beija-flor, um cavalo de corrida ou um carrossel). Em todas as situações você precisará de ISOs mais elevados para capturar essas imagens com uma exposição aceitável.

Ao contrário do filme, com uma câmera digital, você pode aumentar a Sensibilidade ISO com o toque de um botão, e essa flexibilidade torna muito mais fácil para obter a imagem desejada. Assim, com as ISOs mais altos, você pode usar velocidades do obturador mais rápidas para eliminar o borrão de movimento ou vibração da câmera.

Aumentando o ISO com a quantidade desejada e aumentando a exposição você obtém efeitos de luz incríveis sobre o motivo desejado.

aumentando iso

Estabilizadores:

Usando um tripé, você pode aumentar a sensibilidade ISO em sua câmera fotográfica e o tempo de exposição da imagem quando o motivo estiver fixo. Desta maneira você garante que a luz seja bastante dispersa e igualmente dividida pela câmera, no tempo correto.

Para Fotos com muito mais qualidade, deve-se prestar atenção na combinação do tripé ou monopé e ajustes. Aumentando a exposição, diminuindo a abertura e ajustando o ISO da máquina para se adequar à luz no ambiente você terá excelentes resultados em seus trabalhos!

sensibilidade câmera Dslr

Conclusão:

A Sensibilidade  ISO é a terceira função mais importante das quais deve-se ter conhecimento na hora de fotografar, logo a frente estão a abertura do obturador e velocidade de exposição. Unindo estes três elementos você terá resultados exuberantes e qualidade de serviço superior.

A iluminação é parte essencial para obter grandes resultados e a Sensibilidade ISO é o que te ajuda a balancear a falta dela. Saber a hora e o momento certo de usá-lo é o que diferencia o fotografo profissional e amador!

Comentários

comentários

Post anterior

Fundo Infinito

Próximo post

Slider: Da imagem ao movimento

5 Comentários

  1. […] câmeras com sensor APS-C do mercado possuem uma ampla faixa de ISO, podendo variar de ISO100 até ISO25600, oferecendo excelente desempenho e sendo referência no […]

  2. […] Uma Câmera mirroless é uma câmera compacta que, com o próprio nome indica, não possui espelho em sua construção, porém fornece diversas funções de Câmeras DSLR, como sistema de lentes intercambiáveis e controle de abertura e de sensibilidade ISO. […]

  3. […] Como já mencionado, os valores variam de acordo com cada imagem. Em diversos blogs e tutoriais no Youtube é apresentado “histogramas ideais” ou bases para certos tipos de fotografia, mas isso é um erro, pois cada situação implica em diferentes informações, cabe a cada fotógrafo fazer o balanço de iluminação através de abertura e sensibilidade ISO, mas utilizando o Histograma das Câmeras DSLR como referência. (Para maiores informações sobre a Sensibilidade ISO clique aqui) […]

  4. […] o que é inédito em modelos de Câmeras Fotográficas. Outros recursos como disparador silencioso, ISO expansível até 204800 e pixels até 6k (ou 6000 x 3376 pixels) que garantem vídeos de qualidade […]

  5. […] ISO: Auto – Se possível, limite o ISO máximo a 800 ou 1.600 para que você não receba muito ruído. […]