Por que as Câmeras Hasselblad são tão caras?

Por que as Câmeras Hasselblad são tão caras?

Por que essa câmera em particular é tão cara?” Pergunta comum, certo?

Para a maioria, Hasselblad é um nome que tem sido associado a fotografias icônicas e qualidade técnica – e um preço enorme que reflete isso. No entanto, as Câmeras Hasselblad sempre foram uma marca de fotografia premium, e por que são tão caras?

O fabricante sueco de Equipamentos Fotográficos e Câmeras de Médio Formato – analógicas e digitais – é conhecido por oferecer alta qualidade de imagem e resolução com suas Câmeras de Médio Formato. Hoje em dia, seus preços elevados – que podem chegar a US$ 48.000 apenas pelo corpo da Câmera DSLR de Médio Formato Hasselblad H6D-400C Multi-Shot – significa que as Câmeras Hasselblad são consideradas um luxo para aqueles que não exigem especificações premium. O sensor, a ótica de alta qualidade e, para não mencionar … os fatores de desempenho justificam muito o preço.

Por que as Câmeras Hasselblad são tão caras?
Câmera Hasselblad H6D-400C Multi-Shot

Em 1948, a Hasselblad lançou sua primeira câmera para o consumidor, que custou US$500 – o que significa cerca de US$ 5.900 nos dias de hoje. Da mesma forma, na década de 1970, as Câmeras de Filme da Hasselblad custavam aproximadamente US$ 5.300, ajustados pela inflação em dólares de hoje. Mas, à medida que o mercado fotográfico mudou e se voltou para o digital, a Hasselblad fez o mesmo. Isso levou a um aumento massivo de cerca de 200%, como com a primeira Câmera Digital da empresa que saiu em 2004 e foi vendida por cerca de US$ 24.000 – uma mudança gritante quando comparada com o modelo analógico anterior.

Consistindo em três partes principais – o Digital Back, o Corpo da Câmera e a Lente – as Câmeras Hasselblad têm um sensor que apresenta pixels individuais maiores que, em troca, fornecem uma faixa dinâmica mais ampla e mais detalhes, bem como cores mais precisas e menor grau ou ausência total de moiré, efeito indesejável que pode aparecer em imagens que contenham detalhes repetitivos que excedem a resolução do sensor. Tudo isso faz da Hasselblad uma ótima escolha para fotógrafos que desejam capturar nuances sutis de produtos, por exemplo, e é a razão pela qual seu preço para câmeras digitais continua alto.

Usando o processo de calibração proprietário da própria empresa – que também foi documentado em detalhes pela própria empresa – a Hasselblad garante que cada Câmera alcance as cores e a qualidade de imagem representativas da vida real, como no caso dos tons de pele das pessoas ou a reprodução de obras de arte, onde desvios sutis não seriam desejáveis.

Por que as Câmeras Hasselblad são tão caras?
Imagens dos bastidores da fábrica Hasselblad

O preço combinado com o tamanho volumoso da Câmera significa que o usuário-alvo tende a trabalhar em um ambiente mais controlado, como em um estúdio, e geralmente tira fotos de produtos ou de moda. O nicho de audiência de usuários também reflete a forma como a empresa trabalha, pois não produz suas câmeras em massa. Em vez disso, eles são feitos e testados com qualidade em pequenos lotes à mão, em comparação com milhões de unidades produzidas em linhas pela Canon, Nikon ou Sony.

Embora não seja completamente imune ao mercado de consumo de massa, a Hasselblad lançou Câmeras menores com sensores que custam menos de US$ 10.000, no entanto, essa faixa de preço coloca a empresa em competição com outras marcas, como a Sony, que oferece mais recursos desejados por fotógrafos profissionais em diferentes tipos de gêneros fotográficos. Hasselblad observa no vídeo que, embora tenha como objetivo apresentar mais Câmeras de Médio Formato de nível básico, ela ainda permanecerá leal e apoiará seus clientes de ponta.

SOBRE NÓS

O Blog eMania é voltado para o segmento fotográfico, filmagem e cinema. Trazemos dicas de equipamentos, tutoriais, notícias, curiosidade, reviews e comparações de produtos para facilitar a vida do fotógrafo e cinegrafista profissional e amador.

[site_social_icons]