Home»Dicas de Fotografia»Fotografia de arquitetura: Como mandar bem ao capturar essas imagens ?

Fotografia de arquitetura: Como mandar bem ao capturar essas imagens ?

eMania https://blog.emania.com.br/content/uploads/2015/05/logotipo.png
eMania
2
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Seja na venda de imóveis, decoração de interiores ou fotografia de rua, as imagens arquitetônicas são grandes oportunidades para capturar fotos incríveis. Como qualquer outro segmento, a fotografia de arquitetura é capaz de transmitir criatividade e sentimento, contudo, o profissional precisa entender este estilo fotográfico.

Só depois de compreender como funcionam essas paisagens e como tirar o melhor proveito delas, é que o fotógrafo consegue ter melhores resultados. Porém, não é preciso se formar em arquitetura e nem ser um mestre de obras experiente para fazer essas fotografias. Observar essas paisagens em seu dia a dia e fazer fotos de experimento com a sua câmera já são suficientes para melhorar o seu desempenho.

Entretanto, para você mandar bem na fotografia de arquitetura de uma vez por todas, veja algumas dicas abaixo.

Tipos de fotografia de arquitetura

Antes de começar as dicas de fotografia arquitetônica é preciso que você tenha clareza sobre os objetivos de suas fotos. Para que pretende capturar essas imagens? Elas vão ilustrar um anúncio de imóvel? Farão parte de seu portfólio como fotógrafo ou você quer apenas se expressar através delas?

Na fotografia de modo geral temos dois objetivos principais para cada imagem: informacional e arte. O primeiro se refere ao aspecto documental da fotografia, ou seja, o registro de algo ou alguém de forma fiel a realidade. O segundo, o emprego da criatividade do profissional para dar uma nova perspectiva à cena.

No trabalho informacional o intuito do fotógrafo é mostrar as coisas como realmente o são e sua criatividade fica um pouco limitada. É o que acontece, por exemplo, com fotos de casas tiradas para imobiliárias ou mapeamento de bairros e regiões. Nesses exemplos, a foto deve retratar a estrutura da casa e apresentar o maior número de informações possíveis do imóvel ou região.

Já quando falamos em fotografia como arte, você está mais livre para criar imagens diferenciadas. Neste momento a experiência e intuição do fotógrafo é que conta. O objetivo da fotografia aqui é transmitir emoções do fotógrafo ou das pessoas e regiões capturadas. Um exemplo é a fotografia de uma casa destruída que pode expressar fragilidade, drama, solidão, etc.

4 dicas para fotografia de arquitetura

Agora que você escolheu o melhor objetivo para suas fotos, vamos conhecer algumas dicas para ajudá-lo a fazer um bom trabalho. Veja!

1. Aguce os seus sentidos

A fotografia de imóveis tem suas particularidades. É preciso conhecer as diferentes linhas de cada prédio ou casa a ser fotografada. O charme de cada imóvel deve ser bem valorizado em suas imagens, por isso, você precisa acostumar o seu faro de fotógrafo para despertar o melhor de cada fotografia.

As melhores formas para fazer isso é sair e explorar o seu bairro. Veja os monumentos de sua região, pare algum tempo e apenas observe a arquitetura dos locais que visitar. Você vai perceber muitos detalhes que antes nunca tinha visto e assim vai treinar o seu olho para capturar fotos melhores.

Como alternativa e dever de casa, observe algumas fotografias de arquitetura, tanto inspiracionais como artísticas. Essas imagens vão lhe trazer algumas ideias e ensiná-lo como valorizar a melhor parte de cada monumento.

2. Cuidado com o enquadramento

O enquadramento errado em alguma foto pode mudar drasticamente o significado da imagem. Por conta disto, você precisa conhecer os principais tipos de enquadramento e descobrir qual deles melhor retrata o significado de sua fotografia.

Na maioria das vezes usamos a regra dos terços para enquadrar fotos. No entanto, é preciso ficar atento ao que você deseja transmitir. Se deseja adotar a simetria em suas fotos de arquitetura, por exemplo, então a regra dos terços não servirá. Neste caso seria melhor centralizar o objeto na foto.

Além disso, outros aspectos influenciam a forma de enquadrar a foto. Entre eles a iluminação do local, linhas do imóvel e pormenores que você deseja enfatizar. Todos esses detalhes são importantes para criar uma experiência única do espectador com suas imagens.

3. Mantenha o equipamento sempre a mão

Treinar é a melhor forma de aprendizado e se você se lembra da primeira dica, nesses passeios e observações, pode surgir uma oportunidade incrível para tirar fotos. Sendo assim, deixe o seu equipamento preparado para capturar imagens de arquitetura.

Quando levar uma câmera profissional não é possível, então improvise com um equipamento fotográfico menor ou até mesmo o seu celular. Faça uma foto de teste do local e depois retorne com os equipamentos adequados, o mais importante é não desperdiçar uma boa foto.

4. Deixe apenas o essencial na foto

Para a fotografia de arquitetura se recomenda o uso de lentes com aberturas grandes, assim você consegue retratar muitas coisas em uma só foto. Contudo, tudo vai depender de seu objetivo. Embora, adicionar detalhes neste tipo de imagem seja importante ao exagerar você pode comprometer o seu trabalho.

Em razão disso, a sua melhor escolha é listar as coisas mais importantes da foto, ou seja, quais são os detalhes ou ângulos mais importantes dessa imagem? O que não pode faltar de jeito nenhum para transmitir aquilo que você deseja?

Depois de criar essa lista, todo o resto dever ser eliminado. Se a porta de entrada não é interessante na fotografia que está capturando, então por que mantê-la? Uma excelente maneira para criar fotos realmente chamativas é ajudar o espectador a entender o contexto da imagem. Quando algum ponto ou detalhe não tem significado ou pode confundir as pessoas, então ele deve ser removido.

Da mesma forma, os itens que você listou acima não devem ser ignorados. Faça de tudo para conseguir enquadrar as linhas importantes do prédio, por exemplo. Mesmo que tenha de investir em novas perspectivas ou ângulos diferenciados. O ponto mais importante é transmitir exatamente aquilo que foi planejado.

Agora que você conferiu essas dicas sobre fotografia de arquitetura e viu os dois principais objetivos deste estilo fotográfico, não perca mais tempo. Explore a arquitetura dos locais que você conhece e comece a fazer as suas próprias imagens arquitetônicas. E se tem dicas adicionais sobre este tema ou ficou com alguma dúvida, por favor, deixe o seu comentário abaixo!

Post anterior

4 dicas para ser pago trabalhando com fotografia nas redes sociais

Próximo post

Autorretrato profissional com ferramentas simples por Lia Konrad

O Autor

Nizar Escandar

Nizar Escandar

Editor Chefe do Blog eMania