Home»Equipamentos de Foto e Vídeo»Câmera Sony A6500 E-Mount – Review

Câmera Sony A6500 E-Mount – Review

eMania https://blog.emania.com.br/content/uploads/2015/05/logotipo.png
eMania
3
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

A Câmera Sony A6500 E-Mount é uma inusitada câmera mirrorless (“sem espelho”) E-mount da Sony. “Inusitada” porque ela chega poucos meses depois do lançamento da Sony A6300, talvez a câmera mais desejada de 2016, e já traz dois novos significativos recursos para a linha Alpha APS-C: o “SteadyShot INSIDE”, que é um estabilizador de 5-eixos, para evitar fotos borradas sob pouca luz e ajudar na gravação de vídeos, quando a câmera é segurada nas mãos; e a tela LCD traseira sensível ao toque, indispensável na era dos smartphones. Uma linha pensada em fotografar ação, a Câmera Sony A6500 E-Mount traz também o “front-end LSI” (“large scale integration”), que une de maneira eficaz o processador de imagem BIONZ X ao sensor de imagem EXMOR, e permite uma operação mais robusta, com longas sessões de disparo (o buffer está 4X maior) e também de gravação de vídeos 4K. Apesar da Sony A6500 manter o mesmo sistema de foco “4D focus” com 425 pontos de Estágio e algoritmo preditivo, e a mesmo imagem de 24MP 6000×4000 com fiação de cobre, de leitura rápida, a Câmera Sony A6500 está melhor preparada para trabalhos pesados.

Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount

Em 11.8 x 5 x 6.6cm de 453gr com bateria e cartão de memória, a Câmera Sony A6500 E-Mount é praticamente do mesmo tamanho da Sony A6300, apesar de ter ganhado o módulo estabilizador interno, montado ao redor do sensor. Como as Câmeras full frames Sony A7II (normal, R e S) cresceram em relação as A7 originais, quando ganharam o SteadyShot INSIDE em 2015, esperava a mesma lógica nas Sonys A6300 e A6500. Ambas são feitas ao redor de um bloco de magnésio sólido, muito superior a outras câmeras mirrorless por aí. E a sensação de durabilidade aumentou na nova Câmera Sony A6500 E-Mount: a Sony declara ter reforçado ainda mais a base da baioneta E-mount, e declara também ter implementado um obturador mais durável, taxado em pelo menos 200.000 ciclos (quando usada a primeira cortina como obturador eletrônico).

Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount
Câmera Sony Alpha A6500 E-MountSendo do mesmo tamanho da Câmera Sony A6300, nas mãos a experiência da Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount também é a mesma. Toda a orientação dos controles está para a mão direita, ao redor da empunhadura desenhada no corpo, apesar dela ainda não permitir uma operação “de uma mão só”; faltam mais dials para permitir isso. Assim como na Câmera Sony A6000 e na Câmera Sony A6300, a Câmera Sony A6500 E-Mount tem o painel de cima “liso”, com discos rentes ao bloco, sem protuberâncias como nas Fujifilm, o que aumenta a durabilidade já que nenhuma peça receberá força num eventual impacto. Enquanto o uso dos “discos rentes” da Sony ainda seja questionável, já que sobra apenas a área “para fora” do corpo para girá-los, pelo menos os “dentes” de atrito foram refeitos no modelo novo, com um padrão “XXX” cortado no metal; as A6000/A6300 tem uma textura vertical “|||” mais escorregadia. Mas o que perdemos em usabilidade nós ganhamos em portabilidade, e nenhuma APS-C é tão compacta, e oferece tantos recursos.

Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount

Enquanto a Câmera Sony A6300 já era uma câmera rápida, a Câmera Sony A6500 E-Mount “constrói” em cima desta velocidade com um novo sistema “front-end LSI” (large scale integration), que faz a ponte entre o sensor de imagem EXMOR e o processador BIONZ X, aumentando a velocidade de processamento e diminuindo a temperatura do conjunto. Por causa dele, a Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount está ainda mais apta a “aguentar o tranco” de processos intensos (disparo contínuo, gravação 4K), tudo sem mudanças no design, por exemplo maior, para dissipar calor. Na prática a experiência é largamente a mesma da Sony A6300, com um ciclo de ligar/desligar entre 2-3 segundos, o que é uma surpresa pela adição do SteadyShot INSIDE: ele atrasava o boot da A7II, comparada a A7 original, mas isso não aconteceu na transição da A6300 para a Sony Alpha A6500 E-Mount. Depois de ligada, a Sony A6500  está um pouco mais veloz para ativar menus e disparar o obturador, este que parece estar sempre pronto para a próxima foto, desde que a câmera encontre o foco da objetiva (falaremos sobre o AF mais tarde). Enquanto a Sony A6500 ainda não se compara a experiência de uma DSLR, que fica sempre em “stand-by” sem ativar nada (nem tela LCD, nem sensor), para uma Sony A6500 está razoável, sem grandes chances em momentos decisivos.

Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount

A Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount é de longe uma das câmeras mais “densas” em buffer e velocidade de disparo já testadas por aqui, ao lado apenas da Câmera Nikon D500; fantásticas! Depois de ligada e como uma câmera mirrorless, a experiência da Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount é genuinamente eletrônica. Diferente das DSLR em que você tem um viewfinder óptico através de prismas e espelhos, para uma experiência orgânica, fluída, imediata entre você e o sujeito, nas câmeras mirrorless a falta do espelho se traduz num equipamento eletrônico, obrigatoriamente operado por telas (exceto as Leica e Fuji X-Pro). Apesar de você poder ter a experiência do viewfinder nas câmeras mirrorless, e você também poder ter a experiência do Live View nas DSLR, não se enganem: os dois estilos são essencialmente diferentes de trabalhar, e uma câmera mirrorless nunca será tão fluída quanto uma câmera com visor óptico de verdade. Na Câmera A6500 E-Mount a Sony repete os mesmos painéis da sony A6300, com um viewfinder OLED com 2.360.000 pontos e cobertura 100% da imagem, brilhante, nítido e colorido, com opção de taxa de atualização para até 120 quadros por segundo; e um painel LCD traseiro de apertadas 3” em 16:9, com míseros 921.000 pontos que, além de virar 90º para cima ou 45º para baixo, traz uma adição cada vez mais comum: a sensibilidade ao toque dos dedos.

Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount

A experiência com o viewfinder eletrônico (EVF) da Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount é a mesma da Sony A6300: A parte boa é que a Sony não economizou na tecnologia, com um painel OLED de 2.360.000 pontos de 0.39” extremamente denso (imagine todos estes pontos numa telinha menor que a unha do seu dedão), com o alto contraste que já conhecemos no OLED (quem já usou algum celular “Galaxy S” da Samsung, sabe como é), e as cores super saturadas, na frente de qualquer LCD. Embora a ampliação seja relativamente pequena (1.07x equivalente a 0.7x de uma DSLR, o mesmo que uma APS-C de entrada), longe da imersão que a Fujifilm faz com a X-T2 (ampliação 0.77x), a tela da Sony é muito boa. Há opções de display que mostram tanto coisas básicas como os pontos de foco, orientação da câmera e alertas, quanto coisas sofisticadas como histogramas, peaking (para foco manual) e também ajustes de brilho automático, ativação automática (basta colocar o olho lá e a tela liga), e até de tom. No dia-a-dia, este EVF é a melhor parte da experiência da Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount.

Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount

Para os interessados em gravar vídeos, a Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount continua a agressividade da Sony no mercado fotográfico híbrido, tecnicamente entregando a câmera mais avançada da história, nesta faixa de preço. A resolução vai até 2160P (3840×2160) em 24fps no modo S35mm com leitura completa do sensor 6K, reduzido ao 4K por pixel binning (incrível!), ou 30fps em modo crop 1:1 (corte de 1.23x). Em 1080P (1920×1080) ela vai até 60fps em modo S35mm, ou 120fps com crop 1.14x; neste caso com velocidade variável de 2, 4, 8, 15, 30, 60 e 120fps; todos gravados até 100mbps (12.5MB/s) em codec X-AVC S, empacotados num .MP4 com áudio Linear-PCM. O processador BIONZ X oferece curvas log de gamma e de cores idênticas as filmadoras profissionais da Sony (aquelas de $35.000), com S-log3 e S-gammut 2 que preservam até 14 stops de dynamic range; embora questionáveis no codec atual 8-bit. Ainda por cima podemos gravar dois arquivos simultâneos, um 4K e um 1080P, por exemplo para compartilhar em redes sociais (pelo Wi-Fi da câmera), ou com a sua linha de edição, enquanto o 4K original recebe tratamento de cor; além da saída HDMI sem compressão em 8-bit 4:2:2, ativa mesmo durante a gravação interna ao cartão SD.

Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount

A resolução dos arquivos de vídeo 4K da Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount são incríveis pelo preço e portabilidade. Aqui testada com a Lente Sony E 50mm f/1.8 OSS, uma prime de grande abertura e usada geralmente dois, três stops fechada, no pico da resolução, o vídeo da Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount é o mais detalhado já testado no mundo fotográfico. Sim, são mais detalhes que Câmera Canon EOS 5D Mark IV, Nikon D500 e Fujifilm X-T2; todas mais caras que a Sony A6500 Mesmo com os perfis padrão desligados, que são agressivos no sharpening artificial do sensor, esta maquininha é incrível para filmar paisagens ricas em texturas de pedras, galhos e folhas; incrível para filmar a pele de modelos, atrizes ou apresentadores (todos devidamente maquiados); incrível para filmar produtos e vê-los em painéis UHD compatíveis. Se a sua exigência é por resolução e nitidez, seja por um pedido do cliente hoje, ou para preparar o portfólio para a resolução de amanhã, não pense duas vezes: esta Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount é imbatível para resolução.

Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount
Créditos: Sony UK.

Sob ISOs baixos, o sensor da Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount é incrível para gerar arquivos detalhados e com dynamic range de sobra, para ajustes razoáveis. A visualização 100% das fotos de 6000×4000 são “divertidas” na tela do computador, revelando todas as texturas de pedras, areia, objetos; aqui testadas com a Lente prime E 50mm f/1.8 OSS, extremamente nítida. Embora a maioria destes pixels “vá embora” com a as “saídas web” hoje em dia (Facebook, Instagram), é interessante ver como chegamos neste patamar de qualidade, num produto tão acessível. Também é nestes ISOs baixos (até 400) que a Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount mantém o maior dynamic range do sensor, com ajustes de luzes e sombras em exposições complicadas, sem perda de qualidade. Aqui manipuladas no Adobe Câmera Raw, é possível brincar de “HDR” de um click só, compensando 100% dos shadows e blacks, revelando outra exposição em áreas de sombras. É uma e tranquilidade para trabalhar. Em ISOs baixos a Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount é uma excelente APS-C.

Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount
“Beija-flor” com a Lente E 55-210mm f/4.5-6.3 OSS em f/6.3 1/400 ISO2000 @ 210mm; todas as fotos com a A6500; arquivos raw disponíveis no Patreon.
Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount
Paisagem” com a Lente Sony E 55-210mm f/4.5-6.3 OSS em f/8 1/100 ISO320 @ 55mm.

O Processador de Imagem  BIONZ X da Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount é responsável pelo processamento JPEG e 4K, com vários perfis para fotos (Creative Style) e vídeos (Picture Profile). E com o novo “front-end LSI”, a Sony promete maior poder de processamento, que melhora a qualidade de imagem. O padrão de fábrica “Standard” é “esperto” com a nitidez acentuada em todos os valores de ISO, que lembra inclusive câmeras sem o filtro low-pass; que não é o caso da Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount. As fotos saem com detalhes “destacados” entre zonas de luz e sombra, semelhantes ao “Sharpening: 50” do pacote de Adobe, que é bem alto. Há opções de “otimização” de sombras e highlights (DRO, dynamic range optimizer), que ajudam em exposições complicadas, especialmente contra a luz, com resultados naturais direto no JPEG. Mas é na agressividade do processamento contra os ruídos, que o modo de saída raw ajuda a manter detalhes sob ISOs altos. A Sony insiste em apagar qualquer sinal de chroma em conjunto com o Luma noise, levando embora detalhes de pelos e texturas, principalmente em retratos. Então é bom desligá-lo na câmera e tratar depois no computador, embora mesmo na opção “OFF” a Câmera Sony A6500 aplique uma leve redução. Mas no dia-a-dia os JPEG são bons: o front-end LSI de fato faz diferença.

Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount
“Sombra” com a Lente Sony E 50mm f/1.8 OSS em f/7.1 1/80 ISO100.
Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount
“Teletubbies” com a Lente Sony E 55-210mm f/4.5-6.3 OSS em f/8 1/160 ISO160 @ 83mm.
Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount
“Camadas” com a Lente Sony E 55-210mm f/4.5-6.3 OSS em f/8 1/200 ISO100 @ 111mm.
Câmera Sony Alpha A6500 E-Mount
“Monument Valley II” com a Lente E 50mm f/1.8 OSS em f/7.1 1/400 ISO100.

Conclusão Sobre a Sony A6500

A Câmera Sony A6500 E-Mount é uma excelente APS-C, uma câmera de vídeo de 24MP e uma estabilização de imagem. Ele se senta acima do A6300 de aparência semelhante na programação da Sony, adicionando capacidade de tela sensível ao toque e estabilização para entusiastas dispostos a cavar um pouco mais fundo em seus bolsos.

Características:

  • Pequeno, leve, rápido, resistente e faz grandes imagens.
  • Flash incorporado.
  • Visor eletrônico soberbo.
  • Dois modos de recuperação de memória no mostrador superior.
  • Muito boa ergonomia.
  • Controle remoto através de um aplicativo de telefone.
  • WiFi e NFC.
  • Totalmente silencioso em modo silencioso.

Comente

Post anterior

O que é Slow Sync Flash e como fazer fotos com essa técnica?

Próximo post

Como criar a luz de recorte, ou Rim Light, em suas fotografias?

O Autor

Nizar Escandar

Nizar Escandar

Editor Chefe do Blog eMania