Home»Artigos»Como você pode usar a sua criatividade em fotos de montanhas e manter a qualidade?

Como você pode usar a sua criatividade em fotos de montanhas e manter a qualidade?

3
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Se você é um fotógrafo de natureza, provavelmente, deve ser apaixonado por fotos de montanhas como qualquer outro. Na maioria das vezes, isso quer dizer que uma caminhada, acampamento, snowboarding, ou apenas uma observação da vista tornam-se uma oportunidade e tanto para conseguir fotos de montanhas deslumbrantes.

Além disso, qualquer tipo de passeio como esse será muito mais recompensador que qualquer outro tipo de fotografia e acredito que você concorda completamente comigo. Logicamente, morar em uma pequena cidade rodeada por poderosas montanhas e um infinito horizonte de picos gigantescos já é uma excelente iniciativa para impulsionar os seus resultados com as fotos de montanhas.

Entretanto, você ainda precisa conhecer outras técnicas e sacadas para se dar bem, ter cenários disponíveis para quando quiser não é capaz de trazer fotos de montanhas do modo que precisa. Contudo, estas grandes vistas são a razão pela qual muitos fotógrafos têm se apaixonado por fotos de montanhas, e talvez, o principal motivo para a maioria das pessoas se aventurar em grandes alturas!

No entanto, as fotos de montanhas algumas vezes são difíceis para nós fotógrafos, especialmente, no quesito criatividade afinal fotografar grandes paisagens é sobre a própria paisagem, limitando as interferências e pontos criativos que o profissional pode executar. Em outros tipos de fotografia, como fotos macro ou close-up, o fotógrafo tem uma tela praticamente em branco para pintar com luz, uma paleta infinita de cores, foco seletivo e bokeh, já as fotos de montanhas são mais ligadas à realidade da cena, os caprichos do tempo e luz.

O objetivo deste artigo é explicar como você conseguirá obter fotos de montanhas mais profissionais e ainda assim utilizar de sua criatividade tanto quanto possível, e não apenas se esconder atrás da câmera DSLR e pressionar o obturador.

1.   Escolha um bom lugar
fotos de montanhas lugar

Como você já sabe, qualquer fotografia de paisagem está mais relacionada com o lugar, a localização, ou seja, a natureza em si. Levando isso em conta, você deve escolher a melhor localização para capturar as suas fotos de montanhas e não estou falando dos pontos turísticos mais conhecidos, eles são clichês que não possuem mais nenhuma graça e dificilmente chamam a atenção de seus espectadores.

Quando falamos em um bom lugar para suas fotos de montanhas, na verdade quer dizer um local a sua escolha, seu cantinho preferido e secreto, capaz de render fotos de montanhas inéditas, chamativas e com todo o glamour que sempre desejou para suas imagens.

Como estamos falando de criatividade, a escolha adequada do local para suas fotos de montanhas é uma largada forte ao sucesso, pois, se escolher bem as suas imagens serão incríveis, se não o fizer, vai colecionar uma pilha de fotografias obsoletas e sem nenhuma utilidade que nada podem acrescentar ao seu trabalho ou a vida do espectador. Para quem não consegue residir em uma ilha paradisíaca com as montanhas mais arrasadoras do mundo, então terá de buscar a sua fonte de inspiração em outro lugar.

Apenas tenha em mente, que isso pode significar tomar um caminho ao lado dos arbustos de sua casa ou pequena floresta mais próxima, a maneira mais fácil e simples para ficar longe de tudo, encontrar o seu próprio lugar e iniciar o seu processo criativo para suas fotos de montanhas. O maior bônus que um fotógrafo de montanhas será capaz de conquistar é, sem dúvida, poder chegar a seus próprios locais, ou seja, lugares que não foram fotografados, onde se podem ver paisagens com olhos frescos e escolher composições que jamais foram vistas antes.

Porém, escolher o local para capturar as suas próprias fotos de montanhas pode se tornar uma aventura, você pode passar muito tempo pesquisando novas rotas e lembrando caminhadas passadas e pontos de vista, o tempo todo tentando imaginar potenciais cenas para suas fotos de montanhas. A fim de facilitar o seu trabalho e tornar tudo mais rápido, há três ferramentas muito poderosas que você pode usar para isso:

1) National Geographic Topo! – software de mapeamento com todos os USGS – mapas topográficos – para um determinado estado reunido em conjunto em um aplicativo fácil de usar. Você pode escolher as suas próprias rotas e o app retorna com a quilometragem e elevação do passeio, a melhor maneira para planejar as suas fotos de montanhas com todos os mapas necessários em seu computador. Infelizmente, é caro, mas existem alternativas online gratuitas como o Caltopo.com, Hillmap.com, e Mappingsupport.com.

2) The Photographer’s Ephemeris (TPE) – é uma ferramenta fantástica para o planejamento de condições de luz para suas fotos de montanhas. Está aplicação, construída pelo artista Stephen Trainor, mostra mapas ou imagens de satélite com uma sobreposição de onde e quando o sol/ lua nasce e se põe. Este é um conhecimento valioso para o planejamento de grandes fotos de montanhas. Será que o nascer do sol vai brilhar diretamente neste vale da montanha, ou vai permanecer nublado o dia inteiro? Será que a lua irá surgir por detrás deste pico, ou em algum lugar fora de vista? TPE torna mais fácil de descobrir.

3) Google Earth – simplesmente divertido. Quem não gosta de voar ao redor do globo visualizando toda a topografia 3D do ponto de vista de um pássaro? Mas é também uma ferramenta poderosa para o planejamento de grandes fotos de montanhas. Antes do Google Earth, a maioria dos fotógrafos precisava estudar um mapa com cuidado e imaginar como seria a imagem vista a partir de certo ponto.

O Google Earth faz isso para você, e faz bem! Digamos, por exemplo, que você quer fotografar de uma alta colina. Normalmente, vai precisar chegar até lá, então, teria que espiar o melhor local para conseguir as suas fotos de montanhas. Ás vezes, você tinha que fazer isso um dia antes de começar a sua sessão de fotos, em seguida, retornar novamente na manhã seguinte para capturar as imagens de fato.

Com o Google Earth, faça isso antes mesmo de sair! Praticamente voando com o Google Earth, encontre esse ponto de vista perfeito em uma grande montanha, marque-o no mapa, e então se dirija para aquele local no escuro, sabendo exatamente onde quer estar quando nascer o sol, isso economiza muitas horas de caminhadas.

Assim, usando essas ferramentas, juntamente com previsões do clima e um reservatório de conhecimento experiencial de viagens anteriores (dependendo de onde você está), você será capaz de descobrir novas perspectivas para suas fotos de montanhas, e também capaz de aumentar suas chances de estar no lugar certo, no tempo certo.

2.   Não faça cópias, seja original!
fotos de montanhas originais

O que eu não recomendo fazer é ver uma foto impressionante e dizer para si mesmo “Eu quero ir para lá!”. Alguns fotógrafos fazem isso, veem uma foto e se apaixonam por ela e tentam descobrir onde ela foi tirada tentando chegar até lá para refazer as mesmas fotos de montanhas. Esse tipo de motivação não é diferente do que tentar reproduzir fotos de fotógrafos renomados que mencionamos antes, exceto que está é mais difícil de alcançar!

Novamente, encontre seus próprios locais para compor suas fotos de montanhas. Ele não tem que ser um lugar que ninguém nunca esteve antes, afinal todo o planeta já foi exaustivamente explorado e fotografado por alguém, especialmente, com o crescimento exponencial das redes sociais. Por outro lado, faça a sua própria investigação, busque as suas próprias ideias, e, em seguida, avance no projeto de suas fotos de montanhas, isso faz parte do processo criativo!

Seguindo os passos de outros e tentando copiar outras fotos de montanhas, você está enganando a si mesmo e gerando um bloqueio criativo em longo prazo. Na verdade, você está simplesmente executando a visão criativa original de outra pessoa! Claro, você pode fazer a sua própria variação na composição e talvez tenha sorte, mesmo com melhores condições climáticas, mas o resultado final será sempre menos gratificante do que uma foto que você concebeu do início ao fim.

Logicamente, não será possível contar com um local original para todas as suas fotos de montanhas, mas se a grande parte delas seguir esta regra, então, seu trabalho estará bem feito e na maioria das vezes, essas fotos serão mais significativas para você e seus espectadores.

Da mesma forma, não podemos dizer que a criatividade em fotos de montanhas está ligada apenas ao local original ou inédito selecionado pelo fotógrafo, afinal de contas, qualquer outra pessoa poderia descobri-lo também e fazer fotos de montanhas semelhantes, ou até melhores. Porém, o ponto fundamental de criatividade é o toque pessoal que o próprio fotógrafo pode adicionar as suas fotos de montanhas, ou seja, um local até pode ser compartilhado entre duas ou mais imagens, mas quando a “pegada” do fotógrafo for diferenciada teremos fotos de montanhas de tirar o fôlego.

Ainda falando sobre originalidade de suas fotos de montanhas, na maior parte do tempo este será um fator conhecido e valorizado apenas pelo próprio fotógrafo. É verdade, até certo ponto, afirmar que os espectadores não valorizam, nem percebem muito esse ponto, mas para você o sentimento será válido.

Independentemente desses julgamentos de originalidade e criatividade, o ponto é que, encontrar perspectivas originais para suas fotos de montanhas, é muito mais agradável e fácil de colocar a sua imaginação a flor da pele, lembre que este é um músculo e precisa ser trabalhado para evoluir e crescer. Além disso, é mais fácil criar suas próprias interpretações de fotos de montanhas quando está vendo um lugar com novos olhos, sem imagens de fotógrafos anteriores para desordenar sua cabeça e influenciar suas motivações.

A ideia básica aqui é ir para fora do caminho batido, chegar a suas próprias inspirações para encontrar locais exclusivos para fotografar. Em vez de procurar carteiras dos outros fotógrafos para inspiração de suas fotos de montanhas, procure um mapa e use a sua imaginação. Esta é uma grande parte da diversão criativa de disparar temas grandes e exóticos!

3.   Queira algo especial
fotos de montanhas especial

O próximo passo é buscar por “algo especial”. Quaisquer fotos de montanhas impressionantes precisam ter algo de especial acontecendo, algo fora do comum. Um bom nascer ou pôr do sol é a aposta certa a uma boa foto, desde que o tempo coopere. Um respingo da luz do sol que irradia através das nuvens ou árvores, uma névoa rodando sobre os picos torna-se uma reflexão com perfeita simetria à composição. Coisas como estás adicionam tempero extra para fotos de montanhas e configuram-nas para além de um tiro instantâneo regular. Elas elevam uma cena para mais do que apenas uma paisagem estática, mas uma fatia única de tempo, um evento na natureza com todo o sentimento que merece.

Existem duas principais formas de aumentar as chances de encontrar condições meteorológicas e de luminosidade especiais. A primeira é tirar fotos de montanhas quando a luz está boa, a maneira mais infalível de fazer isso é se levantar e estar lá ao nascer e / ou pôr do sol. Não só isso, mas estar lá uma meia hora, ou antes, do amanhecer e depois de o sol ir embora. Às vezes, a melhor luz para certas paisagens é aquele brilho roxo do amanhecer que ilumina paisagens inteiras e revela a topografia melhor do que a luz artificial. Isso muitas vezes envolve caminhadas e esperas no escuro, por isso, certifique-se de ter roupas quentes e um farol brilhante com você. Muitas vezes é preciso esperar em um lugar por horas para a melhor luz; mas isso não precisa ser chato, valorize ​​esse tempo para relaxar e aproveitar a vista.

A segunda maneira é ir para fora no tempo instável, quando você geralmente prefere não sair. Quando as previsões do tempo dizem que haverá uma semana de tempo ruim, diferentemente da maioria dos seres humanos “normais” você pode sair em busca de suas fotos de montanhas. Por quê? Por que o clima nublado traz para suas fotos de montanhas um grande amanhecer ou entardecer.

No entanto, tempo claro oferece oportunidades únicas também, particularmente para tiro noturno. O que está fazendo a lua? Você sabia que uma lua nascente ou poente irá lançar o mesmo tipo de luz vermelha que o nascer ou pôr do sol? Não é visível a olho nu, mas é certamente visível para um sensor de câmara DSLR de alta ISO com uma exposição longa. Ou talvez haja apenas uma lasca de lua e você pode capturar as estrelas sobre as montanhas. Apenas o luar ou estrelas por conta própria nem sempre dão um toque especial para fotos de montanhas, mas eles são ingredientes que podem ajudar a empurrar uma imagem nessa direção.

Em qualquer paisagem, é importante procurar aqueles momentos especiais de luz e tempo, e de alguma forma incorporar nas fotos de montanhas. Lembre-se que fotografias de uma grande paisagem nunca são tão impressionantes como estar lá em pessoa. Você pode estar à beira do Grand Canyon no meio do dia e ser totalmente impressionado com a cena, mas não vai transferir a mesma emoção para a fotografia bidimensional, a menos que a luz ou algo sobre a atmosfera seja especial.

4.   Composição criativa para fotos de montanhas
fotos de montanhas composição

Enquadrar a foto é, sem dúvida, a parte mais ativamente importante quando falamos em criatividade para fotos de montanhas.

Fotografar grandes paisagens é um assunto um tanto tradicional, e com isso quero dizer que é difícil conseguir criatividade, afinal, o tema é a paisagem na sua frente e você tem que tomar o que é dado sem controle total sobre as possibilidades. Dito isso, você ainda tem uma imensa quantidade de opções sobre como apresentar as fotos de montanhas sob sua responsabilidade.

Escolher o plano é, talvez, o aspecto mais importante de enquadrar de forma criativa suas fotos de montanhas, e pode ter um efeito profundo sobre a imagem. É importante ter um plano sólido, quando for o caso, a fim de dar ao espectador um lugar para “ficar” na cena. Um primeiro plano dá um melhor contexto da realidade e a escala da cena, e isso torna mais fácil para as pessoas imaginar que estão lá em pessoa.

Raramente capture fotos de montanhas com seu tripé totalmente estendido. Quando a câmera está mais perto do chão você consegue obter linhas muito mais ousadas, composições, e objetos em primeiro plano são maiores e mais dinâmicos. Além disso, com a câmera para baixo, pode mover apenas alguns pés ou polegadas para mudar radicalmente a composição. Usando esta técnica, é possível aprimorar uma composição de primeiro plano que complementa as suas fotos de montanhas.

Algumas pessoas valorizam muito o primeiro plano em fotos de montanhas, com composições onde o primeiro plano domina totalmente a cena. Idealmente esses primeiros planos terão fortes linhas principais que direcionam a atenção para o tema em segundo plano. Quando bem feito, isso pode levar a composições muito dinâmicas, quando feito errado por sua vez pode realmente bloquear o espectador da cena, distrair do assunto, ou apenas olhar uma planície enigmática.

Em outras palavras, quando for capturar fotos de montanhas, procure enquadrar a foto de uma forma que centra a atenção sobre o tema em si (um pico de montanha, por exemplo). O primeiro plano é suplementar e usado somente quando ele complementa o tema e motivo da cena. Por isso, em muitas fotos de montanhas, os picos serão grandes e o primeiro plano apenas o suficiente para aterrar a cena e levar o espectador até ela.

Quanto a regras de composição, melhor esquecê-las para conseguir fotos de montanhas mais criativas. Elas são importantes para fazer parte de seu aprendizado, mas a sua prática precisa falar mais alto na hora da composição de fotos de montanhas. Confie em seus instintos e enquadre a composição de uma forma que pareça agradável. Um exercício simples para enquadrar a composição é pensar nisso como uma cópia já na parede. Se a imagem fosse um quadro na parede, vendo-o dia após dia, o que você iria mudar para torná-lo mais agradável, mais interessante, mais equilibrada? Se você pode pensar em termos de uma impressão final antes mesmo de tirar a foto, então, será capaz de aprimorar melhores composições no campo.

5.   Ajuste do tripé para fotos de montanhas
fotos de montanhas tripé

Outro ponto fundamental para uma composição criativa de fotos de montanhas é tentar escolher a composição exata antes de configurar o tripé. Algumas câmeras tornam difícil a sua configuração sobre um tripé, os ajustes podem ser complexos demais e causar muito incomodo. Por conta disto, seria interessante você aprender a compor suas fotos de montanhas primeiro, usando apenas os olhos, antes de configurar a câmera.

Com o digital é tentador configurar imediatamente a câmera e manter o tripé em movimento ao redor e tirar fotos enquanto aperfeiçoa a composição. Mas, será mais rápido e eficaz tentar aprender como escolher a primeira composição. Dessa forma, você não terá que mexer com o ajuste do tripé tanto e você será capaz de tirar menos fotos, com uma taxa de qualidade e aproveitamento muito superior.

Com toda certeza você conseguirá melhores composições para fotos de montanhas se fizer uma caça do melhor local para capturar as imagens ao invés de simplesmente fixar o seu tripé no primeiro lugar que aparece. Ande pelo cenário, teste os ângulos e perspectivas visualmente, abaixe-se, vá a níveis mais altos e etc. Sem dúvida, você vai encontrar coisas que poderia perder no primeiro olhar.

6.   Resumindo…
fotos de montanhas conclusão

Primeiramente, obrigado por ler este artigo até aqui, esperamos que estas dicas tenham sido úteis para ajudá-lo a utilizar de sua criatividade nas fotos de montanhas. Para resumir tudo o que falamos neste artigo e contribuir para refrescar as informações em sua mente, podemos dizer que a essência das fotos de montanhas não está apenas em pressionar o obturador da câmera e colecionar algumas centenas de fotografias.

Na verdade, como você viu acima, necessita conhecer outros assuntos importantes para este estilo de fotografia. Ou seja, deve se envolver em todo o processo de fotografia, incluindo pesquisas de locais exclusivos, ter as suas próprias ideias para fotos de montanhas, chegar na hora e lugar certo, enquadrar e compor adequadamente e assim por diante.

Dito isto, diga-nos as suas próprias sacadas para aumentar a sua criatividade com fotos de montanhas e compartilhe a sua opinião sobre este artigo. É sempre interessante conhecer o que você pensa!

Comentários

comentários

Post anterior

ENTENDA O QUE É O ROLLING SHUTTER!

Próximo post

Nikon anuncia nova câmera 4K: a Nikon D5