Home»Artigos de Foto e Vídeo»Os maiores momentos na história do book de fotos e o que você pode aprender com eles !

Os maiores momentos na história do book de fotos e o que você pode aprender com eles !

eMania
1
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Não há melhor momento da história para criar book de fotos de seu trabalho. Existem ótimas opções lá fora, como o Blurb que oferece criações de álbuns por demanda e mesmo recebendo livros impressos na China, parece que a maioria dos editores está imprimindo no exterior, o que é muito mais acessível, com grande qualidade.

No passado, sempre houve muitos guardiões sobre a maneira correta de se fazer book de fotos, pessoas que te impediam de alcançar seus sonhos. Estes são os grandes gurus, editores e de mídia que controlam o fluxo de informações. Eles tinham todo o poder sobre o seu trabalho, inclusive, se ele seria mostrado ou não como obra de um artista.

Agora com a mídia social e a tecnologia moderna, o jogo simplesmente mudou. Como fotógrafos, não temos mais desculpas para não publicar um forte corpo de trabalho, devido a constrangimentos financeiros ou forças externas. O que mais importa agora é a qualidade do nosso trabalho e marketing eficaz para tornar o seu book de fotos um sucesso.

A história do book de fotos
book de fotos historia

Para começar este artigo, eu queria falar um pouco sobre a história do book de fotos, especialmente o book artesanal.

No passado, um book de fotos era tradicionalmente um objeto feito pelo artista. Eles eram geralmente feitos à mão, costurado artesanalmente e feito em pouquíssimas quantidades. Um book de fotos poderia ser uma série de desenho costurado ou uma compilação de imagens editadas e sequenciadas por um fotógrafo profissional.

A principal coisa a notar é que o book de fotos era uma obra de arte em si. Ou seja, o livro não era apenas um objeto físico para segurar as fotos (ou imagens). Assim como as fotografias que o compunham, tratava-se de um objeto de pura arte.

A primeira grande mudança no book de fotos
book de fotos mudança

Na década de 1960, o movimento popup mudou a forma como a arte foi produzida e concebida. Nós todos conhecemos os trabalhos famosos de Andy Warhol, que nessa época fez a impressão de toneladas de suas imagens, e as assinou em massa (às vezes os próprios trabalhadores assinavam em seu nome).

Um dos primeiros fotógrafos a abraçar esta nova mudança de ver um book de fotos como bem de consumo foi Ed Ruscha, que publicou “Twentysix Gasoline Stations” em 1962. O conceito deste book de fotos era bastante simples: ele fotografou paisagens urbanas de postos de gasolina de Oklahoma até Los Angeles, e fez um livro com elas.

Mas, a mudança que Ed Ruscha trouxe para o book de fotos, pelo menos a principal delas, foi a impressão em massa. Graças a isso, o book de fotos não era mais o livro artesanal de um artista, um objeto raro e confeccionado um por vez por meio das habilidades manuais do artista. Agora era uma mercadoria, que poderia facilmente ser impresso, compartilhado, e consumido.

Em um nível teórico, Ed Ruscha combinou duas coisas para a criação do primeiro book de fotos capitalista, foram:

  1. Engajamento da cultura de consumo
  2. A reprodução mecânica

A tecnologia da década de 1960 permitiu a reprodução barata de imagens, por isso, o book de fotos de Ed Ruscha teve uma impressão relativamente muito barata. No início, ele fez uma edição de várias centenas de fotografias e conseguiu levar este book de fotos ao mercado com um custo baixo para o consumidor final.

A coisa realmente fascinante que Ed Ruscha acabou fazendo estava em uma edição aberta, em que possibilitou reimprimir o seu book  sem parar, não numerou nenhum de seus livros, e quebrou a tradição do livro de artista.

Quando Ed Ruscha foi questionado sobre sua metodologia e pensamentos sobre fotografia e arte, ele respondeu dizendo que a fotografia em última análise, existe como documentação (não arte). Então Ed não tinha problemas em produzir o livro como um impresso em massa para bem de consumo, em vez de uma obra de arte artesanal.

O Movimento Digital
book digital

Relacionar a fotografia com o mundo digital não é nenhum feito inédito e cientifico. Contudo, quando falamos em book de fotos essa união pode parecer mais evidente e benéfica, tanto para os consumidores, quanto para os fotógrafos profissionais que desejam distribuir o seu trabalho.

Entretanto, a Internet é essencialmente uma enorme máquina copiadora. Cada foto, vídeo, artigo ou parte do conteúdo carregado para a web é indexado (copiado) pelo Google e armazenado em seus servidores.

Sempre que um usuário olha para o seu site, Flickr, Tumblr, Facebook (ou qualquer outro), seu computador faz uma cópia (cache) de todo o conteúdo em seu disco rígido. Eu acho que é muito ingênuo para os fotógrafos tentar proteger suas imagens através da adição de direitos de autor / código de proteção de cópia em suas imagens ou sites. Você não pode parar a duplicação na era digital.

Então onde é que o book de fotos físico se encontra com o mundo digital?

Em quanto à nova geração está completamente imersa no mundo digital, habituada com equipamentos fotográficos e de interatividade de última geração, acesso instantâneo a internet por diferentes meios, as pessoas da velha guarda ainda sentem falta do conteúdo palpável e de usar outros sentidos para além da visão e imaginação fértil.

Qualquer book de fotos pode ser facilmente, uma fuga para o bombardeio digital de informações e conteúdo. Com um book de fotos físico você não precisa se preocupar com as janelas popup, vida útil da bateria, o brilho da tela, e ter que atualizar seus dispositivos. Um book de fotos palpável é algo que você pode dar aos seus futuros netos, e eles podem passá-lo adiante e manter as suas memórias vivas por um longo tempo.

Além disso, estar conectado a internet pode ser um desafio para mantê-lo concentrado em uma única atividade. Não raramente, algumas pessoas precisam se desconectar do mundo, literalmente, a fim de conseguir criar alguma coisa útil e criativa.

O simples fato de percorrer os olhos pelas fotos no Flickr é capaz de distraí-lo com uma série de informações extras. Uma viagem que iniciou em alguns álbuns virtuais, pode acabar no feed de notícias do Facebook, caixa de entrada de emails e assim por diante.

Ao experimentar a sensação de tocar um book de fotos físico você pode encontrar uma série de emoções, é como adentrar a um novo mundo. Além das imagens deslumbrantes, a textura e dimensão do book de fotos são aspectos muito importantes durante o deslumbre.

Ao mesmo tempo, um book de fotos pode estar rodeado de coisas ruins. Eles são caros, volumosos e difíceis de armazenar, especialmente, quando você tem um pequeno apartamento. Da mesma forma, o frete para esses objetos pode ser extremamente elevado dependendo do local de sua residência.

Nestes momentos, talvez o mundo digital e o físico possam se encontrar e causar uma experiência inédita para os fãs de book de fotos. Um livro digital seria mais econômico em sua produção devido à redução de custos com impressão, distribuição e frete, por exemplo. O book de fotos digitais também pode ser baixado de qualquer lugar do mundo e garantir uma visualização consistente, através de um iPad de tamanho normal.

Com o book de fotos digital também é possível oferecer uma atualização remota e instantânea da versão para todos os seus clientes. Ou apenas, cobrar uma pequena taxa para fazer o upgrade de seus consumidores antigos. A interação por mídias sociais torna-se outro diferencial, já que seus clientes podem partilhar com uma série de pessoas a sua experiência, em tempo real, em quanto estão visualizando o seu book de fotos.

Ideias para seus próximos book de fotos

Permitam-me divagar por um momento (no argumento de imprimir livros físicos vs. livros digitais) e passar para algumas ideias para a publicação de book de fotos. Abaixo estão algumas dicas sobre book de fotos, que são práticas, e você pode aplicar em sua carreira de fotógrafo profissional:

1.      Páginas dobradas
book de fotos paginas

Se você ver o livro de David Alan Harvey, “Baseado em uma história verdadeira”, percebe que ele é interativo. Você pode re-organizar o livro que você quer, re-dobrar as páginas de diferentes maneiras. É como uma espécie de livro de popup quando éramos crianças.

Outro livro legal que é semelhante a este é o livro: “Olhos que são como dois sóis”, de Luke Stettner. Da mesma forma, você pode dobrar certas páginas no livro, que acabam criando novos significados.

2.      Apenas uma boa ideia
book de fotos ideias

Às vezes os fotógrafos tentam ser muito enigmáticos com o seu book, e incorporar muitas ideias. Na verdade, um book de fotos de sucesso só precisa de uma boa ideia, aliada a execução impecável e fotografias de tirar o fôlego, claro.

Não tente incorporar folhas dobráveis, imagens popup, mistura de cores e imagens feitos sob medida, imagens em preto e branco, e diferente orientação de páginas. Não torne difícil um processo extremamente simples e fácil, apenas certifique-se de adicionar alguma originalidade em seu book de fotos.

3.      Mantenha seu book de fotos pequeno e simples

vintage still life with suitcase and shoes
vintage still life with suitcase and shoes

Um dos maiores equívocos que um monte de jovens fotógrafos fazem é sonhar com grandes monografias de capa dura, como as que são publicadas por editoras de grande renome nacional. Não tenho nada contra sonhos e muito menos grandes aspirações para o seu trabalho.

Porém, você se surpreenderia com as coisas incríveis que pode conseguir mantendo a simplicidade nos eixos. Comece por manter seu book de fotos pequeno e simples, este será um grande diferencial.

Veja alguns benefícios de usar a simplicidade em seu projeto para criar um book de fotos arrasador:

  1. a) Eles são muito mais baratos para produzir.
  2. b) São menores para transportar, e seu leitor vai levar o seu livro em sua bolsa ou pasta, e talvez ler no ônibus.
  3. c) É uma melhor experiência de leitura: um livro grande muitas vezes pode ser demasiadamente pesado. Você pode facilmente se sentar em uma cadeira e ler um pequeno e simples livro.

4.      O book de fotos é um objeto

Não importa de que lado você ficou em nossa discussão lá em cima sobre book digital ou físico, precisa entender que em qualquer formato é um objeto de consumo, físico ou não. Muitas pessoas preferem os livros impressos em vez de vê-los em um ipad ou computador.

Boa parte disso está ligado ao sentimento de pose das pessoas, então, você precisa dedicar um bom tempo no desenvolvimento da parte visual para o seu book de fotos. Deixá-lo atraente, palpável, mensurável é uma excelente maneira para tornar as pessoas mais dispostas a pagar o valor pedido.

5.      Torne seu book de fotos usável
book de fotos usavel

Antes de você criar um book de fotos precisa entender a pessoa que irá lê-lo. A posição para leitura do book, a forma como o usuário pega nele, os locais que ele pretende levá-lo e outros fatores influenciam na criação de um book de fotos.

Além do tamanho, peso, aspectos visuais, alguns acabamentos também influenciam na experiência do usuário, verifique esses pontos durante o desenvolvimento de seu book de fotos para deixar o seu cliente mais a vontade.

6.      O trabalho nunca termina

Nós já falamos sobre os benefícios do book de fotos digital, um deles é você poder alterar as versões de seu livro facilmente. Você deve concordar que é relativamente chato ver o mesmo book de fotos, com a mesma cara, mesma fotografia em todas as suas impressões.

Transformar o seu book de fotos em um trabalho em andamento é uma grande oportunidade para fidelizar os seus fãs. Alguns fotógrafos profissionais lançam o seu book de fotos em fluxo e aproveitam a opinião dos leitores para fazer ajustes ou adicionar novas seções.

Conseguir a opinião dos potenciais compradores de seu book de fotos durante o seu desenvolvimento vai ativar as emoções deles para o produto final e torná-los mais propensos a comprar o seu book de fotos.

7.    Represente a sua mensagem com o meio certo
book de fotos mensagem

Novamente, conhecer as preferências de seu cliente é fundamental. Dependendo do tipo de mensagem que deseja distribuir, o material de seu book de fotos precisa ser adequado. O que quero dizer é o que material do book de fotos ajuda a transmitir a sua mensagem, você poderia escolher um material reciclável para reafirmar a mensagem de sustentabilidade, por exemplo.

8.      Capas de livros
book de fotos capa

Por mais injusto que possa parecer, a realidade é que as pessoas julgam o book de fotos pela capa, assim como qualquer livro. Em um mundo saturado de imagens, livros, e publicações, o seu book de fotos precisa se destacar da multidão com uma capa ousada e nervosa.

Como esta é a primeira impressão de seu book fotos, ela precisa ser perfeita e chamativa o suficiente para compelir as pessoas a abrirem e visualizar o seu trabalho mais de perto. Investir uma parte de seu planejamento na construção da capa do seu book de fotos pode ser um divisor de águas entre o sucesso e fracasso de seu projeto.

9.      A contratação de um designer

Os fotógrafos devem sempre trabalhar com os designers para construir seu book de fotos. Um designer irá ajudá-lo a trabalhar em questões como a quantidade de texto que você quer por linha, o espaçamento das imagens, o layout das imagens, a edição e sequenciamento de imagens, tipos de papel, fontes, materiais de cobertura, etc.

Um book de fotos é muitas vezes uma colaboração entre o fotógrafo, desenhista, e às vezes um editor. Se você não puder pagar um designer, apenas mantenha o seu book de fotos simples e não pretensioso.

Este profissional pode ajudá-lo a decidir a melhor fonte para seu book de fotos, algumas delas não são indicadas deixam o seu trabalho parecer feio e nada melhor que um especialista para aconselhá-lo sobre o melhor caminho, não é mesmo?

Outro ponto importante é que ter uma segunda opinião sobre o seu book evita que você cometa algum clichê de fotografia, como pensamos de forma semelhante às vezes criamos obras muito parecidas com aquelas que já existem, algo tedioso para os seus clientes.

Aproveite a opinião do designer profissional para uma perspectiva diferente e inovações em seu book de fotos. Acontecerá algumas vezes dele sugerir coisas novas e deslumbrantes que você pode experimentar sem medo.

Conclusão sobre book de fotos

Em última análise, não há maneiras certas para montar um book de fotos, por ser algo criativo a sua imaginação será mais importante. Acima você conferiu apenas alguns pontos resumidos para criar seu próprio book de fotos e conseguir o melhor com ele.

No final do dia, você quer fazer um livro que você, pessoalmente, desfrute e que vai agregar valor à vida dos outros. Lembre-se que um book de fotos não é apenas um recipiente para imagens, deve ser uma experiência agradável acima de tudo.

Se você, assim como nós, ainda está aprendendo sobre book de fotos, auxilie a todos, compartilhando alguns pensamentos e ideias. Divida essa informação com os seus amigos também eles irão adorar.

Post anterior

Nova câmera 4K, Z E1, começa lançamento

Próximo post

Conheça os truques para evitar imagens borradas usados pelos melhores fotógrafos !