Home»Artigos de Foto e Vídeo»Como operar uma Grua! Dicas e toques!

Como operar uma Grua! Dicas e toques!

eMania
1
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Hoje em dia em diferentes áreas em que se utiliza a gravação como matéria prima, vemos que o uso da grua é presente como periférico, tanto no cinema quanto em ações publicitárias, institucionais, televisão, shows e eventos, ela é muito importante para com o meio pois proporciona com que o operador efetue todos os tipos de movimentos de câmera, auxiliado com os melhores tipos de enquadramento.

Por tanto em cenas que temos uma certa dificuldade de aproximação, a grua pode servir com um excelente periférico. A grua além de todas as funções e possibilidades, propicia o sobrevoo das cenas oque gera uma irregularidade no composto, dando a possibilidade ao telespectador de não prever oque virá adiante.

Referenciando agora os modos de operação, o operador deve ser sempre muito preciso e suave pois com pequenos erros pode causar um resultado bem negativo para o montante final. A suavidade acompanhada de movimentos de câmera bem completos pode melhorar ainda mais o seu trabalho utilizando uma grua, como por exemplo: travelling’s, pan’s ou ate mesmo o tilt. Enquadramentos bem feitos também ajudará na composição do seu vídeo, é possível utilizar de um plano médio, acompanhado de um Travelling, que o seu resultado será bem agradável.

Com quesito ao equipamento utilizado é necessário que aja um tripé para a sustentação da grua, e que o mesmo seja bem resistente para suportar todo o peso, pois ao completar sua totalidade, englobando câmera digital, anilhas de contrabalanceamento e a própria estrutura de hastes. Além do tripé, pela grua utilizar-se da teoria da gangorra, as anilhas de sustentação em oposição a da câmera de vídeo será necessário para que não haja uma descarga de 25, 30kg na mão do operador, e o mesmo possa trabalhar com suavidade.

Para uma melhor compreensão sobre esse tema, elaborei um vídeo exclusivo mostrando como aplicar essas técnicas, porém na prática…

 

 

Post anterior

Teste noturno para a lente Sigma 20 mm f /1.4 Art Serie

Próximo post

O que é atraso do obturador e como amenizá-lo