Home»Artigos de Foto e Vídeo»Exposição Barroco Liberto, com obras de Eduardo Tropia, no Museu de Sant’ana, em Tiradentes/MG

Exposição Barroco Liberto, com obras de Eduardo Tropia, no Museu de Sant’ana, em Tiradentes/MG

eMania
3
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Uma celebração do barroco mineiro: assim é a série Barroco Liberto, exposição de fotografias autorais de Eduardo Tropia, que entram em exposição no Museu de Sant’Ana, em Tiradentes, no dia 14 de dezembro. As obras podem ser vistas até o dia 31 de janeiro de 2017, com entrada franca.

Com curadoria de Guilherme Horta, a exposição Barroco Liberto traz onze imagens, criadas a partir da sobreposição de cromos/slides, unidos por uma mesma história. Essa leitura analógica traz uma nova narrativa, formando o barroco liberto. A série faz parte do trabalho autoral de Eduardo Tropia, que tem como âncora sua profunda ligação com as cidades históricas mineiras.

“Aspectos históricos, religiosos e artísticos foram cuidadosamente pensados para criar esse jogo de imagens, como nos embates entre Nossa Senhora do Pilar e Nossa Senhora das Dores, em alusão à ligação litúrgica que acontece na Semana Santa em Ouro Preto, em que a imagem de N.Sª. das Dores é levada em procissão até a Igreja do Pilar. O fotógrafo joga, confronta, reinterpreta o Barroco nesse duelo entre vinte fotografias, gerando dez inéditas imagens”, afirma Guilherme Horta, curador da exposição.

 

China

Eduardo Tropia foi convidado a participar da “6th Jinan International Photography”, bienal de fotografia na China. Com o tema “O retorno à sabedoria oriental”, o fotógrafo produziu uma série de imagens especialmente para a seleção da bienal, com a técnica utilizada em sua série Barroco Liberto. Uma delas foi selecionada e esteve entre as 200 fotos expostas: traz, sobrepostas, as imagens da fachada e do interior da Igreja de Santa Efigênia.

 

A obra exposta na Bienal da China também poderá ser vista na exposição Barroco Liberto, em Tiradentes.

 

Serviço

Exposição Barroco Liberto, de Eduardo Tropia

Curadoria de Guilherme Horta

No Museu de Sant’ana (rua Direita, 93 – Centro • Tiradentes/MG)

Visitação de 14 de dezembro de 2016 a 31 de janeiro de 2017

Entrada franca

Post anterior

O mito Robert Capa: um dos maiores fotógrafos de guerra da história

Próximo post

Fotografando fogos de artifício