Home»Dicas de Fotografia»Fotografias mais estáveis: como tirar?

Fotografias mais estáveis: como tirar?

eMania https://blog.emania.com.br/content/uploads/2015/05/logotipo.png
eMania
2
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Uma das experiências mais frustrantes é tirar uma fotografia e perceber que ela está tremida e/ou borrada. A sensação é ainda pior no caso daquelas oportunidades que só aparecem uma vez na vida. Então, é importante saber alguns truques para tirar fotografias mais estáveis. Esses truques podem não salvar suas fotos sempre, mas comece a aplica-los agora mesmo e você já vai notar uma significativa melhora!

Por que não consigo tirar fotos mais estáveis?

A resposta é simples. A imagem registrada por uma câmera fotográfica sai tremida quando a velocidade do shutter, ou obturador, é mais lenta do que a velocidade em que a câmera se mexe (quando sua mão oscila, ou se você estiver dentro de um veículo, por exemplo). Então, existem duas maneiras de reduzir ou eliminar esse tremor: aumentar a velocidade do shutter ou diminuir a velocidade em que a câmera se mexe.

Para você ter uma idéia da importância desses fatores, muitas vezes é a estabilidade da imagem que limita a resolução de uma fotografia. Assim, é impossível obter uma fotografia de alta resolução com uma imagem tremida, mesmo que a câmera tenha muitos Mps. Leia mais sobre megapixeis neste artigo.

Tirando fotografias mais estáveis: primeiro passo

Vamos começar com algumas técnicas para aumentar a velocidade do shutter, e assim, obter fotografias mais estáveis. Na verdade, existem apenas três técnicas que podem ajudá-lo com isso.

A primeira é otimizar suas configurações de exposição. Para isso, você precisa ajustar o triângulo de exposição da câmera. Use a maior velocidade ISO disponível. Também verifique o menor f-stop. E considere se há necessidade de uma profundidade de campo estendida, ao escolher a abertura. Se a sua câmera está em modo automático, ela provavelmente já está ajustando tudo isso de acordo com sua programação.

A segunda é evitar super-exposição. Saiba que objetos escuros ou iluminação desigual pode “enganar” o sistema da câmera, fazendo com que ela entenda que uma exposição mais longa é necessária (quando não é). O resultado são fotografias borradas.

E a terceira é melhorar a iluminação do objeto. Para isso você pode usar equipamento ou as próprias condições do ambiente. Tente fazer com que o objeto esteja mais iluminado, e você verá que o resultado são fotografias mais estáveis.

Tirando fotografias mais estáveis: segundo passo

Como segurar a câmera - Fotografias

Agora, vamos verificar como você consegue reduzir, ou até eliminar, o movimento da câmera. E isso se resume, basicamente, a melhorar sua técnica para segurar a câmera (ou comprar um tripé). Veja nossas dicas:

Se segure. Apoie-se em uma parede, fique de joelhos, sente-se – qualquer posição em que você tenha pelo menos três pontos de contato entre seu corpo e uma superfície estável.

Apoie os cotovelos em uma base, e use o visor analógico em vez da tela de LCD. Com isso, você forma uma espécie de tripé humano para sua câmera, que fica apoiada nos braços e contra o rosto, garantindo maior estabilidade.

Outra posição: segure sua câmera firmemente com as duas mãos e mantenha os cotovelos junto ao corpo. Procure fazer isso de uma maneira que você se sinta confortável, e não tenso.

Tire sempre três fotografias, uma depois da outra, em uma sucessão rápida. É possível que, dentre as três, cada uma terá um nível de nitidez diferente. Isso permite que você escolha a melhor, e obtenha pelo menos um resultado de maior qualidade.

Não perca tempo. Pegue sua câmera agora mesmo e vá testar essas dicas para fotografias mais estáveis. E, se você conhece outros métodos, comente aqui!

Post anterior

Nikon lança 3 novas lentes: 16-80mm, 500mm e 600mm

Próximo post

ARRI apresenta a nova ALEXA em convenção

O Autor

Clara Mangolin

Clara Mangolin