Home»Equipamentos de Foto e Vídeo»Monitoração – O Viewfinder para HDSLR.

Monitoração – O Viewfinder para HDSLR.

eMania https://blog.emania.com.br/content/uploads/2015/05/logotipo.png
eMania
2
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Este post é o último desta primeira série sobre monitoração.Em breve eu apresentarei uma segunda série de artigos sobre monitoração. O equipamento que está sendo apresentado hoje é o Viewfinder ou EVF (Eletronic View Finder), para as câmeras HDSLR.

Mas para começar, o que é um viewfinder (EVF)?

Electronic-Viewfinder
Electronic-Viewfinder

 

É o visor da câmera, permite observar as imagens que estão sendo gravadas. Os primeiros modelos eram de CRT em miniatura, preto e branco e colorido. O viewfinder preto & branco foi muito utilizado nas câmeras profissionais, pois possuíam mais resolução do que os modelos coloridos da época. Alguns modelos principalmente do segmento profissional possue controle para ajuste de cor, brilho e contraste. Atualmente o CRT  foram substituídos por LCD e os modelos de última geração utilizam a tecnologia “OLED” . Outra função importante do viewfinder, é que ele também é utilizado para os ajustes do menu e informação sobre a gravação, nível de bateria, quantidade de espaço no cartão, tempo efetuado de gravação, etc. Com o advento das câmeras fotográficas começarem a gravarem vídeo, os fabricantes começaram a adaptar este acessório para as câmeras HDSLR, que além de todas as funções já mencionadas ele é um acessório de câmera indispensável princialmente em situações de muita luz onde fica extremamente difícil uma boa monitoração pelo LCD da câmera.

Viewfinder para HDSLR
Viewfinder para HDSLR
HDSLR com Viewfinder
HDSLR com Viewfinder

 

 

O Viewfinder profissional vem com os mesmos recursos de um bom monitor, além dos ajuste normais de côr, brilho e contraste:

– Peaking Focus

– False Colors

– Safe Zone

Viewfinder LCD Display
Viewfinder LCD Display

A alimentação de energia de um bom viewfinder e realizada por bateria e com opção para ligar na rede elétrica (AC).

 

Viewfinder - Alimentado por bateria ou por AC.
Viewfinder – Alimentado por bateria ou por AC.

 

Conforme as câmeras foram se atualizando o EVF (Eletronic View Finder), também foi se adaptando as exigências do mercado. Com mais recursos como waveform e vectorscope e maior definição de imagem, eles são especialmente dirigidos para trabalhar com câmeras de cinema digital que possuem grandes resoluções de imagem (2K, 3K, etc.), oferecendo uma monitoração muito refinada!

 

Viewfinder - Zacuto Gratical HD
Viewfinder – Zacuto Gratical HD

 

Este Viewfinder Zacuto Gratical EVF, tem 5,4 milhões de pixels em uma “tela diagonal de 0,61 mm. Este EVF suporta alta densidade de pixels com resolução sem precedentes, escala de cinza com a côr preta verdadeira, gama e gama de contraste.Com um display Micro-OLED (Organic-LED), onde cada pixel é iluminado individualmente e quando cada pixel está desligado, reproduz o verdadeiro preto. Isto faz para uma gama mais ampla de contraste e cores mais vibrantes para um imagem vívida reforçada. E com uma resolução full este Viewfinder display de 1280 × 1024, oferece a melhor imagem possível.

Viewfinder Micro-display OLED

 

Abraços a todos e até o próximo post!!!!
Fernando Rozzo

 

Post anterior

Conheça a história da fotografia que custou R$ 16,3 milhões

Próximo post

Porque você deve vender fotografias em formato impresso

O Autor

Fernando Rozzo

Fernando Rozzo

Fernando Rozzo trabalha no mercado de vídeo e cinema há 32 anos. Começou sua carreira nos anos 80, fazendo parte de uma das mais importantes produtoras de vídeo de São Paulo, a Olhar Eletrônico, onde trabalhou ao lado de Fernando Meirelles e Marcelo Tas, atuando como câmera, ass.de câmera e programador musical dos programas Olho Mágico (Ernesto Varela) e Cri-Há (Bobmackjack). Em 1987 na TV Gazeta-SP, dirigiu e produziu os programas DJTV, Edição Especial, Clip Trip e Night Clip. Na área de cinema publicitário atuou nas principais produtoras tais como: Chroma Filmes, 5.6, TVC, Vídeo Filmes, O2 Filmes entre outras.
Hoje atua no mercado de cinematografia digital como professor e consultor técnico. Na área pedagógica ministra a mais de 10 anos cursos e treinamentos para emissoras de TV, locadoras de equipamentos, produtoras de vídeo, museus, escolas e faculdades. Entre elas: MASP (Museu de Arte de SP), Mackenzie, Metodista, Fazendo Vídeo Cursos, TVE-Salvador, KN Vídeo-RJ, Studio Motion Treinamentos, Full Digital, JKL, Rentalcam, Bureau Cine e Vídeo.
Entre 2014 e 2015, prestou serviços de consultoria técnica para Sony Latin America para a divulgação no Brasil da linha de câmeras fotográficas "A7 / A7r / A7s / A99 e A77" e para linha de câmeras de ação "ActionCam".
Atualmente juntamente com a artista multimídia Regina de Barros é proprietário da produtora “Ottica AudioVisual”, especializada em documentação e produção de conteúdo no segmento das artes, é a editora da revista multimídia digital mensal:
“Ottica Art Magazine! ”