Home»Artigos de Foto e Vídeo»NASA celebra chegada a Plutão e divulga imagem histórica

NASA celebra chegada a Plutão e divulga imagem histórica

eMania
0
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Cada vez mais, a evolução tecnológica está levando o ser humano a um outro patamar no mundo da fotografia. Depois de conseguir fazer com que as câmeras, lentes e outros itens evoluíssem de maneira muito significativa ao longo de anos e anos de estudos, agora é a vez também dos retratos planetários estarem em evidência.

Isso porque uma sonda enviada ao espaço há cerca de nove anos atrás com o nome de New Horizon finalmente está em condições de cumprir sua missão. Segundo informações da NASA e divulgadas também pelo site Popular Photography, a humanidade pode, pela primeira vez em toda a sua história, ver com tamanha nitidez e contraste de cores uma imagem do planeta-anão Plutão, o mais distante dentre os pertencentes ao Sistema Solar.

NASA-eMania-post-1-18-07

Enviada pela agência espacial norte-americana para fazer uma coleta de informações mais detalhadas sobre as exatas condições de clima, solo e ambientação do local mais distante possível em nossa cadeia de planetas, a chegada da New Horizon a uma distância de 768 mil quilômetros da superfície de Plutão já foi motivo de grande comemoração, algo que ficou muito evidente na declaração do administrador da NASA, Charles Bolden.

Ele aproveitou inclusive para “cutucar” a velha história de terem sido os estadunidenses a chegarem primeiro na Lua, com Lewis Armstrong nos anos 60, relembrando a eterna competição tecnológica com os ex-soviéticos (atualmente divididos em várias nações como Russia, Ucrânia, Sérvia etc) e que alegam terem ido antes ao local com a expedição liderada por Yuri Gagarin.

“Mais uma vez, nos conseguimos ser os primeiros na história. Os Estados Unidos é o primeiro país a chegar em Plutão e com essa missão completamos o reconhecimento inicial do nosso Sistema Solar, um feito marcante e que nenhuma outra nação pode igualar”, afirmou Charles.

NASA-eMania-post-18-07

A imagem original não tinha como possuir nenhum tipo de coloração em função da câmera instalada na New Horizon não ter essa capacidade de distinção. Porém, através de um manuseio gráfico feito nos tons de preto e branco ajustadas a uma resolução que permite, inclusive, detectar muitos detalhes da superfície de Plutão, foi possível obter uma fotografia a cores.

O detalhe que mais chama a atenção nesse trato com a resolução da foto é ver uma espécie de “coração” presente no planeta-anão, sendo essa região especulada pelos especialistas como parte de um processo geológico que pode estar ocorrendo no local.

Apesar de ser a sonda mais rápida já construída pelos Estados Unidos, devido a quantidade de informações acumuladas de Plutão e também dos outros integrantes do Sistema Solar pela New Horizon na última década, a estimativa da NASA é que será possível receber todos esses dados em um período de aproximadamente 16 meses.

Post anterior

Fazer segredo da sua locação de fotografia... pode?

Próximo post

iPhone 5s é utilizado em longa-metragem sensação do Festival Sundance