Home»Dicas de Fotografia»5 dicas para ser um fotógrafo mais produtivo

5 dicas para ser um fotógrafo mais produtivo

eMania https://blog.emania.com.br/content/uploads/2015/05/logotipo.png
eMania
3
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Ser mais produtivo e aproveitar melhor o dia de trabalho são os sonhos de diversos profissionais, empreendedores e pessoas comuns. Afinal, todos nós achamos que poderíamos produzir mais e até ter mais horas no nosso relógio, não é?

Mas qual o segredo para ser um fotógrafo mais produtivo?

A experiência e os erros serão os seus maiores aliados nesse aprendizado. Eles serão os únicos capazes de lhe mostrar como ser realmente mais produtivo e eficaz no seu dia a dia como fotógrafo.

Entretanto, algumas dicas básicas podem ajudar a chegar lá!

Veja neste post algumas táticas simples e práticas para ser um fotógrafo mais produtivo e aproveitar melhor o seu tempo. Confira essas dicas e aumente a sua produtividade o quanto antes!

1. Planeje o seu dia de trabalho

A primeira dica de fotografia é planejar o seu dia de trabalho com antecedência, antes mesmo de começar a se envolver com suas atividades diárias. Isso é importante para que você saiba o que precisa fazer e quando pretende se dedicar a cada compromisso.

Se você não tem muito controle sobre suas atividades, é bem provável que está ocupado com o que não precisa e deixando de fazer coisas importantes para sua carreira como fotógrafo. Portanto, o primeiro passo é listar os afazeres e descobrir o que realmente importa nessa lista.

Em seguida, defina um horário para se dedicar a cada tarefa e só parta para o próximo item da lista depois de concluí-lo. Afinal de contas, não adianta começar a editar fotos e checar os emails ao mesmo tempo e não concluir nenhum deles no final do dia.

Além disso, uma lista de tarefas ou uma agenda, ajuda a criar um compromisso com o que precisa ser feito e acaba com a procrastinação, que é aquele velho hábito de deixar as coisas para depois.

2. Conheça a sua hora produtiva
5 dicas para ser um fotógrafo mais produtivo

Quais os horários em que você está mais ligado e ativo? É de manhã, a tarde ou a noite? Não existe uma resposta certa aqui, apenas o que funciona para você.

Algumas pessoas acordam totalmente dispostas e ligadas no 220v. Elas conseguem sair da cama e correr uma maratona, se for necessário. Já outras, simplesmente não conseguem fazer nenhuma atividade antes das 12h.

Você precisa entender como o seu organismo funciona e qual é a sua hora mais produtiva. Em seguida, concentre as atividades que demandam mais de sua atenção e energia nesses momentos. Deste modo, será mais fácil concluir o que precisa ser feito e você estará mais disposto para executar essas tarefas.

Caso ainda não conheça a sua hora produtiva, comece a observar o seu desempenho durante o dia e fazer alguns testes. Com o tempo, você vai perceber em que momentos de seu dia produz mais e, assim, aprender como usar esses picos de produtividade a seu favor.

3. Cuidado com as distrações

O mundo está cheio de distrações e para os fotógrafos não é diferente, especialmente quando concentramos uma série de funções em nossas costas. Você pode realmente perder muitas horas de seu dia vendo portfólios na internet, ou acompanhando os seus ídolos favoritos.

Não há nada de errado em fazer isso, pelo contrário. Você precisa fazer esse acompanhamento para se manter atualizado e melhorar as suas habilidades fotográficas. No entanto, se quer ser um fotógrafo mais produtivo, precisa limitar o tempo gasto com as distrações.

O segredo é manter o foco nas atividades que precisam ser feitas e esquecer todo o resto. Isso inclui desligar aparelhos eletrônicos, se isolar no seu quarto ou escritório e o que for preciso para usar o máximo de seu foco e criatividade.

As distrações, assim como o período mais produtivo, mudam de pessoa para pessoa. Alguns fotógrafos conseguem editar fotografias enquanto a TV está ligada ao fundo, por exemplo. Já outros, mesmo tentando de todas as formas, não conseguem trabalhar com nenhum ruído.

Portanto, observe o seu dia de trabalho e se concentre nas horas gastas para cada atividade. Veja também quais distrações tomam seu tempo e o estão fazendo perder tempo. Depois disso, é só reduzir o período gasto ou até eliminar essas atividades completamente.

4. Comece com as coisas fáceis
5 dicas para ser um fotógrafo mais produtivo

Se você já fez a sua lista de tarefas, com certeza percebeu que ela ficou bem extensa. Fotógrafos que acumulam a função de empreendedores sabem exatamente do que estou falando.

São tantas coisas para fazer que você se pergunta: será que vou dar conta do recado? Alguém consegue realmente fazer tudo isso?

O segredo é quebrar o todo em pequenas atividades e metas para cumprir durante um dia de trabalho. Já o próximo passo é começar pelas coisas mais rápidas e fáceis de serem concluídas. Ou seja, tarefas que não tomam muito de seu tempo e energia.

Quando você começa a riscar esses itens de sua lista sua motivação vai às alturas. Você vê sua lista diminuindo durante o dia e se sente motivado para continuar executando suas tarefas. E convenhamos, motivação nunca é demais, não é mesmo?

Então comece pelas pequenas coisas e vá concluindo-as rapidamente. Isso lhe dará o gás necessário para sobreviver a um dia de trabalho exaustivo, mas produtivo, acima de tudo.

5. Use alguma ferramenta de produtividade

Para finalizar, a última dica para se tornar um fotógrafo mais produtivo é usar alguma ferramenta de produtividade em seu dia a dia. Pode ser um bloco de anotações, uma agenda, um aplicativo para celular, ou até mesmo um serviço online.

O importante é ter algum lugar para concentrar suas tarefas e também acompanhar a sua evolução durante o dia. Deste modo, você consegue manter o pique até o fim do dia e concluir todas as metas que listou para hoje.

Entre os aplicativos mais famosos estão:  SWIPESMeister Task ou o Trello. Conheça cada um deles e veja qual melhor se encaixa com suas necessidades.

E aí, gostou dessas dicas de produtividade para fotógrafos? Tem mais alguma dica para adicionar a essa lista e ajudar os colegas? Compartilhe sua sugestão abaixo e troque experiências com outros leitores.

Post anterior

Vale a pena ver (e clicar): Montevidéu, Uruguai

Próximo post

Você já viu a fabricação de uma câmera mirrorless?

O Autor

Nizar Escandar

Nizar Escandar

Editor Chefe do Blog eMania