Home»Dicas de Fotografia»Como ser diferente em sua carreira de fotógrafo

Como ser diferente em sua carreira de fotógrafo

6
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Ao começar a carreira de fotógrafo, é comum para alguns amadores já ter uma ideia de como eles querem que o trabalho se pareça. Eles admiram e procuram pelo trabalho de outros fotógrafos e desejam ser capazes de fazer trabalhos similares.

Apesar de ter uma inspiração ser importante na carreira de fotógrafo, principalmente no processo de aprendizado, os melhores fotógrafos são aqueles que seguem seus próprios caminhos de forma criativa. Os melhores fotógrafos são aqueles que desejam que seu trabalho se diferencie de todos os outros.

Se você deseja ser um desses, aqui estão alguns passos para te ajudar na caminhada para uma carreira de fotógrafo mais única e mais original:

1. Coloque um toque pessoal nas coisas que você aprendeu com os outros fotógrafos

Você não pode se diferenciar dos outros profissionais em sua carreira de fotógrafo se você não entender as técnicas tradicionais antes. Por isso, o processo de inspiração e representação é importante: selecione todos os fotógrafos que você admira e aprenda a fazer o que eles fizeram. Pegue os melhores aspectos deles, seja o conteúdo em si, a iluminação, a exposição, ou as habilidades técnicas impressas na imagem e integre tudo isso no seu próprio trabalho. Transforme-se em um híbrido disso tudo.

Esses fotógrafos vieram antes de você por uma razão e é um privilégio poder aprender com seus ídolos. Na sua carreira de fotógrafo, você pode seguir o seu próprio caminho, mas antes você precisa criar uma base para fazer isso da maneira correta.

carreira de fotógrafo

2. Não tenha medo se as pessoas não gostarem do seu trabalho

É normal querer que todos gostem do seu trabalho quando você está adentrando à carreira de fotógrafo. Afinal, é óbvio que você queira criar imagens que todo mundo aprecie, mas tente não pensar nisso, pelo menos no começo.

Não importa o que você fizer, pelo menos alguma pessoa não vai gostar do seu trabalho.

O problema em querer a admiração dos outros é que você acaba jogando o jogo da popularidade em sua carreira de fotógrafo. Você sempre vai buscar fazer imagens parecidas com aquelas que são famosas em sites de fotografia e redes sociais e pode acabar perdendo a chance de criar algo inédito e incrível.

Você vai criar somente materiais fotográficos comuns, que não se destacam entre a maioria. E as fotografias mais populares são aquelas que são fáceis de serem alcançadas, com uma proficiência técnica média. Você consegue fazer melhor que isso!

3. Arrisque-se tecnicamente

Tente fazer o máximo de trabalhos fora da maneira tradicional possível. Fotografe em situações de baixa iluminação, experimente as técnicas de blur e crie composições inusitadas. Abrace a imperfeição e a ambiguidade. Nem tudo precisa ser bonito e isso pode fazer você se destacar em sua carreira de fotógrafo.

Fotografe de uma maneira mais espontânea e siga os seus instintos ao invés de seguir a experiência dos outros.

Explore lugares onde você, provavelmente, não iria e fotografe-os.

20140805-andreia-joao-vitor-ensaio-15-600x400

4. Pense e crie exatamente o que você quer

Um trabalho intimista é o que faz a arte ser algo incrível. Por isso, pense em ideias e assuntos que você goste e explore-os fotograficamente.

Em sua carreira de fotógrafo, para ter um trabalho agradável, é interessante que você crie em cima daquilo que te motiva, sem ter medo de as pessoas não entenderem o material em um primeiro momento.

5. Eduque as pessoas

Existe um pensamento pré-concebido de que a gente precisa deixar a arte falar por si só. Por um lado, isso é correto, porque ótimas peças de arte conseguem fazer as pessoas analisá-las e interpretá-las de maneiras diferentes.

No entanto, as pessoas precisam ter uma base de entendimento para entender alguns trabalhos artísticos e conseguir interpretá-los de maneira mais profunda.

Sendo assim, escrever sobre o seu trabalho é importante, porque uma boa introdução vai colocar o público no caminho certo de análise do seu trabalho. Mas para deixar um gostinho de suspense e de livre interpretação, tente estabelecer um meio termo entre “boa introdução” e “compartilhar informação demais”.

Comentários

comentários

Post anterior

Os 3 pilares da fotografia de esportes automobilísticos

Próximo post

Fotógrafos profissionais e amadores: Qual a melhor câmera para cada um?