Home»Artigos de Foto e Vídeo»Conheça o trabalho do fotógrafo Carlos Monti, especialista em poker

Conheça o trabalho do fotógrafo Carlos Monti, especialista em poker

eMania
0
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Os eventos esportivos são uma das oportunidades mais prazerosas para os fotógrafos realizarem sua arte, embora não seja para qualquer um registrar um atleta em plena atividade. Não existe preparação ou pose para os cliques, tampouco a chance de voltar atrás em lances ou momentos únicos. É nesse contexto que alguns profissionais de fotografia se destacam, por captar imagens tão sensacionais que conseguem transmitir a emoção de uma competição como se quem a vê estivesse naquele exato momento participando do lance.

 Carlos Monti
FONTE: Carlos Monti

E é no pôquer, o esporte da mente, que o fotógrafo argentino Carlo Monti realiza suas obras-primas. Os jogadores usam pouco o corpo e o cenário é mínimo, reduz-se à mesa de feltro, mas as suas mínimas expressões faciais revelam tudo que está acontecendo durante os torneios, apesar da aparente falta de emoção que o jogo exige: ação, tensão, blefe, ansiedade, cansaço, satisfação e outras tantas faces podem ser captadas pelas lentes desse mestre das imagens.

Carlo Monti é um dos fotógrafos oficiais dos grandes torneios de poker do Brasil e de toda a América Latina, há cerca de oito anos. Reconhecido internacionalmente, é também chamado de ‘Pescador de Instantes’, pois um dos seus grandes hobbies é a pesca. Monti alcançou fama ao fotografar campeonatos memoráveis e jogadores famosos em ação nas mesas de feltro. Suas imagens podem ser vistas em exposições, revistas segmentadas e nos melhores sites de poker da internet, como o PokerNews.

Carlos Monti
FONTE: Carlos Monti

O fotógrafo captou momentos latentes de competições e também outros onde os oponentes estão mais relaxados, em intervalos ou finais de partidas. Fato é que fez muitos amigos no meio, inclusive é muito querido por brasileiros profissionais de poker. Monti está tão habituado com o ambiente do poker e com os jogadores, que sua presença já se tornou imprescindível nos grandes eventos. Nunca ninguém recusou uma foto sua.

Seu jeito descontraído de se vestir, sua simpatia e bom humor são inconfundíveis. Monti ainda é fã de música brasileira e seu compositor favorito é nada menos que Chico Buarque. Ele também entende muito da boa gastronomia latino-americana. Se algum amigo está procurando onde comer o melhor peixe no Chile, ou um excelente ceviche no Peru, ou ainda um feijão com chicharrón na Colômbia, basta consultá-lo que a refeição vai ser um espetáculo.

Carlo Monti começou a fotografar aos 19 anos. Estudo fotografia publicitária e quando estava trabalhando em uma agência acabou sendo contratado para ser fotografo de um grande site de poker. Ele conta em entrevista que já estava familiarizado com o jogo, pois seu avô era praticante do esporte e ele também jogou muito durante sua vida. Quanto ao poker online, Monti declarou que se habituou rapidamente com a modalidade e sabe aproveitar os momentos em que os poker players expressam suas emoções para fazer os melhores cliques.

Ele confessou também que aprendeu muito com o poker, principalmente sobre o comportamento humano, teve experiências curiosas, ouviu histórias divertidas e outras tristes. Disse que os óculos escuros dos jogadores ajudam na hora das fotos, mas os bonés atrapalham muito por produzirem sombras irreparáveis. Monti já declarou que os brasileiros são um povo comunicativo e festeiro, o que ajuda muito na hora das fotos.

Post anterior

Fotografia de moda: Dicas para antes das seções

Próximo post

Qual o melhor tripé para vídeo e onde comprar ?