Drone que concorre diretamente com Inspire 3 ganha atualizações

0 380

Coincidência ou não, no mesmo período onde a DJI anunciou a chegada ao mercado de seu mais novo drone, o Inspire 3, a Sony anunciou um pacote de melhorias para aquele que pode ser considerado o concorrente direto do equipamento recém-lançado, o Airpeak S1.

Um dos principais upgrades recebidos pelo drone produzido pela Sony é a possibilidade de ser utilizado, agora, com todos os sistemas de Posicionamento Cinemático em Tempo-Real (RTK, na sigla em inglês). Desta forma, elementos como traçar uma rota pré-determinada, direcionar o drone para um ponto específico bem como a detecção de obstáculos se tornou ainda mais precisa.

drone-que-concorre-diretamente-com-o-inspire-3-recebe-atualizacao-Blog-eMania
Divulgação/Sony

No kit de atualização, será possível instalar duas antenas no concorrente direto do Inspire 3 onde ondas eletromagnéticas terão menor impacto de interferência no sistema RTK. Permitindo, assim, que o drone seja utilizado em áreas de manutenção e ambientes com alta frequência sem que o sistema de direção tenha prejuízo ao ponto de tornar o equipamento menos controlável.

Outro ponto que beneficiará a utilização de maneira mais eficiente do Airpeak S1 é o novo sistema de lente gimbal, batizado de GBL-PX1. A principal vantagem deste novo equipamento é voltada para o hardware em si, trazendo dimensões menores e mais leves. Algo que, consequentemente, tem impacto direto no manuseio e também no tempo de voo proporcionado pelo drone em relação a menor consumo de bateria.

drone-que-concorre-diretamente-com-o-inspire-3-recebe-atualizacao-Blog-eMania-2
Reprodução/YouTube Sony

Por falar em bateria, a Sony também desenvolveu um novo modelo de alimentação para o drone que concorre com o Inspire 3, chamada de LBN-H1. Como benefício mais notório, a autonomia de voo sem necessidade de nova recarga foi consideravelmente potencializado de uma média que estava em 12 para 20 minutos.

O principal objetivo das melhorias promovidas pela Sony, segundo informações do portais FStoppers, seria a intenção de expandir o alcance do drone em relação a sua utilização. Hoje mais ligado ao uso de trabalhos relacionados a filmagem e fotografia profissional, a multinacional deseja seus equipamentos a trabalhos de cunho industrial ou voltados a inspeção/fiscalização, por exemplo, mercado onde seu drone ainda possui impacto reduzido.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.