Home»Artigos de Foto e Vídeo»Homem vai ao trabalho fantasiado de Homem Aranha

Homem vai ao trabalho fantasiado de Homem Aranha

eMania https://blog.emania.com.br/content/uploads/2015/05/logotipo.png
eMania
5
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

O pedido de demissão de uma empresa sempre é uma experiência traumática para qualquer pessoa. Isso porque, mesmo que seja uma iniciativa da pessoa tentando se livrar de um emprego o qual já não a faz feliz, o fato de ficar desempregado e sem renda fixa mensal é algo capaz de deixar qualquer pessoa apreensiva.

Todavia, um bancário na cidade de São Paulo que não teve seu nome revelado inicialmente foi notícia nessa semana ao decidir, no seu último dia de trabalho, ir para o escritório com uma vestimenta nada convencional: A fantasia do famoso personagem dos quadrinhos e também do cinema, o Homem-Aranha.

homem-vai-ao-trabalho-fantasiado-de-homem-aranha-Blog-eMania-1-01-02
Foto: Reprodução/Facebook

A incredulidade dos companheiros de trabalho dessa verdadeira “figura” foi tamanha que registros em fotografia não faltaram nas mais diversas situações: Em cima da mesa, atendendo o telefone, dando conselho para um de seus agora ex-companheiros de trabalho em uma tarefa… tudo sem abandonar a roupa que, na história em quadrinhos, era ostentada pelo jovem fotógrafo Peter Parker.

Como não poderia deixar de ser, as fotos como as filmagens captadas por diversas lentes de celulares dos presentes se tornaram virais e tomaram conta de comentários não apenas do Brasil, mas também já foram comentadas por pessoas no exterior.

Depois de muitas perguntas lançadas na web sobre a identidade do bancário, em entrevista que concedeu ao portal G1 chegou ao conhecimento do público quem foi a pessoa que teve a ideia: Afonso Hiroshi Mori, de 26 anos, natural da cidade de Tatuí, no interior do estado de São Paulo.

homem-vai-ao-trabalho-fantasiado-de-homem-aranha-Blog-eMania-3-01-02
Foto: Reprodução/Facebook

Apesar de toda a descontração aplicada por Afonso, o motivo para a decisão dele pedir demissão do banco foi bastante delicado:

“Eu resolvi pedir demissão porque descobri uma síndrome do pânico há seis meses. Precisava de um tempo para mim. Mas eu tenho carinho por todos que trabalharam comigo. Como era meu último dia eu quis surpreender todo mundo, proporcionar alegria e boas risadas. E deu certo.”

Comente

Post anterior

Livre do câncer, criança comemora dançando sucesso de Michael Jackson

Próximo post

No RJ, paraquedista aproveita morro e produz vídeo impressionante

O Autor

Alberto Barbosa

Alberto Barbosa

Formado em jornalismo no ano de 2012 pelo Centro Universitário FIAM, atuou em diversos segmentos da comunicação como editoras e sites de conteúdo esportivo. Foi editor e repórter do Universo dos Sports e hoje é, além de freelancer, Editor-Chefe do Futebol Latino e também do blog eMania.