Home»Artigos de Foto e Vídeo»Lugares históricos do Rio de Janeiro viram paisagens “únicas” em exposição

Lugares históricos do Rio de Janeiro viram paisagens “únicas” em exposição

eMania
110
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Em uma matéria daqui mesmo do Blog eMania – Foto e Vídeo, mostramos a capacidade de um designer norueguês em fazer uma verdadeira “fusão” de retratos de grandes celebridades reconhecidas mundialmente, transformando duas pessoas em um “terceiro” ser humano aperfeiçoado, tendo quase que uma beleza perfeita.

Dessa vez, o artista francês Jean-François Rauzier resolveu fazer um trabalho bem parecido com o que foi realizado por Pedro Berg Johnsen, porém utilizando lugares históricos do Rio de Janeiro como “matéria-prima” para a mistura de estilos contidas em suas imagens.

Lugares-históricos-do-Rio-de-Janeiro-fusão-eMania-post-3-25-08

O trabalho, batizado de “Hiperfoto-Rio”, rendeu inclusive uma exposição que está a mostra no Museu Nacional da capital carioca desde o último dia 18 desse mês, estando prevista inicialmente para durar até o dia 20 de setembro. O evento faz parte das homenagens realizadas em função dos 450 anos da cidade completados no dia 1° de março.

Locais como o Cristo Redentor, a Catedral Metropolitana, o Real Gabinete Português de Leitura, a Escadaria Selarón, as famosas artes feitas pelos escultores de areia nas praias, dentre outros pontos marcantes da Cidade Maravilhosa, estão contidos na exposição.

A interatividade dos tempos atuais também é considerada pelos organizadores da exposição, já que será possível, até o fim da exposição, contar com obras que surjam através de fotos enviadas por pessoas de outras cidades e estados.

Lugares-históricos-do-Rio-de-Janeiro-fusão-eMania-post-25-08.jpg

Através do link www.hiperfoto-brasil.com/rio-de-janeiro/colabore, qualquer pessoa, após preencher um pequeno formulário, pode enviar fotografias de sua residência ou mesmo de qualquer ponto que o remetente julgue como fotogênico (seja com Câmera Profissional, Câmera Amadora, Smartphone etc) para que ele possa fazer parte do trabalho de hiperfoto feito por François.

Além de ter a foto que serviu como “matéria-prima” exposta, aqueles que tiverem suas imagens trabalhadas pelo artista francês receberão uma cópia digitalizada do trabalho e passarão a receber convites para as mais diversas exposições que Rauzier estiver participando até o ano de 2017, já que o circuito “Hiperfoto Brasil” ainda contemplará exposições em outras capitais nacionais como Brasília, Salvador e São Paulo.

Lugares-históricos-do-Rio-de-Janeiro-fusão-eMania-post-1-25-08

A exposição tem custo de R$ 8 durante a semana e tem gratuidade aos domingos (público em geral) e todos os dias para alunos e professores de escolas públicas, maiores de 65 anos, guias de turismo e estudantes de museologia.

O horário de funcionamento está fixado como das 10 às 17h30 (terças a sextas-feiras) e das 14 às 18h (sábados, domingos e feriados).

Post anterior

A importância histórica da fotografia de guerra

Próximo post

OS PRINCÍPIOS DA LUZ NA FOTOGRAFIA E NO CINEMA – Color Correction e Color Grading