Home»Artigos de Foto e Vídeo»OS PRINCÍPIOS DA LUZ NA FOTOGRAFIA E NO CINEMA – Color Correction e Color Grading

OS PRINCÍPIOS DA LUZ NA FOTOGRAFIA E NO CINEMA – Color Correction e Color Grading

eMania
9
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Continuando a nossa série de posts sobre os princípios da luz na fotografia e no cinema, onde já abordamos sobre a Luz e Cor, a Temperatura da Cor e Gelatinas de Correção, o assunto de hoje é sobre a correção de cor: “Color Correction e Color Grading”.

Mas o que é Color Correction e Color Grading?

E qual é a diferença entre eles?

Estas peguntas eu vou responder logo abaixo.

 

Color Correction e Color Grading
Color-Correction X Color-Grading

A cor numa produção é um item muito importante. Muita gente não sabe mas a cor tem narrativa,  a cor também conta uma história. Saber trabalhar com a luz eu nem preciso dizer que é muito importante, mas trabalhar com as cores e suas tonalidades também tem a sua importância.

 

Amelie Poulain - Color Correction e Color Grading
Amelie Poulain

 

Matrix - Color Correction e Color Grading
Matrix

 

No mercado profissional  de produção, os filmes, depois de editados, as imagens vão para um processo de finalização para ajustes na luz e na cor. O profissional que cuida desta área é o “colorista”. Uma profissão que já existe há um bom tempo no segmento profissional, mas com o barateamento dos softwares e hardwares necessários para a correção de cor, esta profissão está em grande expansão e mais acessível para as todas produções audiovisuais. Com computadores e softwares melhores e mais acessíveis, editores de vídeo, motion designers, animadores, diretores de fotografia e filmmakers, estão cada vez mais interessados em color grading e color correction.

 

Colorista - Color Correction e Color Grading
Colorista

 

Agora vamos entender as diferenças entre Color Correction e Color Grading.

 

Color Correction (Correção de Cor)

Como eu explique no post relacionado com a temperatura de cor, um objeto branco iluminado por uma determinada de fonte de luz,  a sua tonalidade pode variar bastante. Olho humano faz esta correção mas os sensores das câmeras digitais (CCDs/CMOS) dependem de um ajuste, o conhecido “white balance” ou balanço do branco. Na maioria das produções são gravadas várias cenas que podem ser captadas em locais e situações diferentes. Mesmo você fazendo os ajustes necessários do branco no processo final da edição, as cores podem estar bem diferentes. Então entra em ação o Color Correction! O objetivo nesta correção é que os brancos de todas as cenas sejam realmente brancos e os pretos realmente pretos, e tudo entre essas cores sejam exibidos da forma mais fiel possível.

 

Tela do software de correção de cor - Da Vinci Resolve - Color Correction e Color Grading
Tela do software de correção de cor – Da Vinci Resolve

 

Color Grading

É o processo que sucede a correção de cor, depois de ter corrigido as cores das imagens o colorista sozinho ou acompanhado pelo diretor cria a narrativa das cores no filme, dando uma identidade para produção realizada. Várias produções criaram um estilo de cor nos seus filme que viraram presets em alguns softwares de correção de cor. Um bom exemplo é o filme “Matrix”.

 

Presets de Cor - Color Correction e Color Grading
Presets de Cor

Apesar dos softwares de edição possuírem ferramentas de correção de cor, os principais softwares usados pelo segmento profissional são:

-ASSIMILATE SCRATCH

 

-DA VINCI RESOLVE

 

-ADOBE AFTER EFFECTS

Além dos Softwares e Hardwares, que desejar trabalhar com correção de cor vai ter que investir um bom dinheiro num Wave Control Panel. É uma mesa controladora, que possui controles super precisos para fazer um ajuste de cor bem refinado.

 

Tangent Wave Control - Color Correction e Color Grading
Tangent Wave Control

 

Elas possuem esferas que controlam a crominância e a luminância. Existem vários modelos, fabricantes e valores.

 

Tangent Wave Control - Color Correction e Color Grading
Tangent Wave Control

Se você quer se tornar um colorista, faça um teste de suas aptidões clicando no link abaixo:

Click aqui, e veja se leva jeito para ser um “Colorista” !

 

Abraços a todos e até o próximo post!!!!

Fernando Rozzo

 

Post anterior

Lugares históricos do Rio de Janeiro viram paisagens "únicas" em exposição

Próximo post

O Dia Mundial da Fotografia e a Tecnologia Digital