Home»Artigos de Foto e Vídeo»Os 45 anos de fotografias de Eduardo Tropia em exposição

Os 45 anos de fotografias de Eduardo Tropia em exposição

eMania https://blog.emania.com.br/content/uploads/2015/05/logotipo.png
eMania
8
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp
Filho de um tradicional fotógrafo de Ouro Preto, o Fotógrafo Eduardo Tropia é um jovem fotógrafo com 45 anos de experiência. Iniciou-se no mundo da escrita com a luz no quarto escuro do pai, Milton Tropia, e aperfeiçoou ao estudar com Dimas Guedes, geólogo formado pela Escola de Minas da Ufop e que se dedica a registrar a vida cotidiana de Ouro Preto. Outras influências foram Walter Firmo, Alair Gomes, Emídio Luigi, Miguel Aum, Heber Bezerra e Alan Rodrigues. Cedo, já era profissional, trabalhando com fotografia de produtos, projetos culturais e turísticos e fotojornalismo. Foi fotógrafo do caderno Magazine e editor do jornal mineiro O Tempo, que revolucionou os cadernos de cultura de Minas Gerais.
fotografias de Eduardo Tropia
A exposição Retrospectiva reúne seus principais trabalhos, com destaque para os últimos dez anos, em que Eduardo Tropia desenvolveu a fotografia autoral, fortemente vinculada ao barroco, a Ouro Preto e a cidades históricas. Podem ser vistos momentos expressivos da carreira do fotógrafo, como as séries Barroco Liberto, Vidra e Murus, oriundas do Coletivo Olho de Vidro, do qual é integrante. Os Memonóculos, último trabalho para o Olho de Vidro, é a parte interativa da exposição, com muitos cromos em monóculos, resgatando memórias de trabalhos realizados e avivando as lembranças do público. Trinta de suas capas do caderno Magazine também estão expostas, assim como sua obra selecionada para a Bienal de Fotografia da China, que traz a influência da arte chinesa para o barroco mineiro, retratando a Igreja de Santa Efigênia, de Ouro Preto.
Eduardo Tropia faz questão de se reverenciar a Cartier Bresson, um dos principais nomes da fotografia mundial. “Com ele, aprendi tanto sobre o encantamento quanto sobre a despretensão da imagem”, explica. A essência do trabalho de Cartier Bresson se reflete na obra de Eduardo Tropia. O fotógrafo gosta de frisar que o olhar é mais importante que o equipamento. É por isso que seu trabalho caminha, naturalmente, do comercial para o autoral.
Serviço
Exposição Retrospectiva – 45 anos de fotografia, de Eduardo Tropia
• Visitação: de 18 de novembro a 10 de dezembro
De segunda-feira, das 14h às 18h; de terça a sábado, das 10h às 17h; domingos e feriados, das 10h às 15h

Na Casa dos Contos (rua São José, 12 – Centro • Ouro Preto/MG)

Entrada franca

fotografias de Eduardo Tropia fotografias de Eduardo Tropiafotografias de Eduardo Tropia fotografias de Eduardo Tropia fotografias de Eduardo Tropia fotografias de Eduardo Tropia fotografias de Eduardo Tropia

Post anterior

OS FOTÓGRAFOS DE MODA MAIS RENOMADOS DA ATUALIDADE

Próximo post

9 mentiras sobre fotógrafos e fotografia

O Autor

Nizar Escandar

Nizar Escandar

Editor Chefe do Blog eMania