Publisher de revista fala em marketing na fotografia mais “humano”

Assim como o processo da produção fotográfica em si pensando no passar dos anos, o marketing na fotografia também é um elemento em constante transformação. Pode-se dizer, aliás, que o marketing aplicado a qualquer atividade existente passou, passa e provavelmente passará por mudanças mediante a mudança de comportamento do público-alvo.

Existe, inclusive, a linha de raciocínio (onde a pandemia teria papel de ratificar esse sentido) pensando na imagem do consumidor em potencial não apenas como parte de um todo, mas sim individualizado, carente de atenção mais personalizada.

Lentes Sony: As melhores lentes para impulsionar suas fotografias.

É seguindo o pensamento de humanização do marketing na fotografia que o publisher da revista FHOX, Leo Saldanha, publicou um conteúdo voltado exatamente a como proceder de maneira mais cuidadosa e com o sentimento de empatia nessa atividade pode fidelizar a relação do fotógrafo com seus clientes.

“Nos últimos dez anos o marketing digital foi o que mais cresceu e ao mesmo tempo gerou um desvio considerável na percepção sobre a atividade. Traduzindo: os fotógrafos e negócios de fotografia veem essa forma de atuar no online como “gerar leads” para vender ensaios, fechar contratos e afins. Onde vender se sobrepõe ao relacionamento. Onde uma pessoa vira um cadastro. Onde a relação fica fria e impessoal. Isso, para um negócio que lida com emoção e memórias, acaba sendo bem preocupante. Alguns dos maiores especialistas do marketing do mundo dizem a mesma coisa. Agora é sobre ter cuidado, se importar com cada pessoa. E isso vale para o digital da mesma forma”, disse Leo.

publisher-de-revista-fala-em-marketing-na-fotografia-mais-humano-Blog-eMania

O fato é que o fotógrafo iniciante ou experiente terá que mudar a conduta a partir de agora. Terá que ser mais humano, mesmo estando distante. Os leads, cadastros e disparos e gatilhos terão menos importância. O que vai fazer a diferença será a preocupação com cada pessoa. Personalização na fotografia e um fotógrafo profissional muito mais personalista. Só assim para entrar na casa de um cliente em tempos de pandemia. Só assim para convencer que um álbum e fotos impressas de momentos valiosos valem a pena. De contar as histórias de cada cliente de uma forma verdadeiramente interessada. Isso pode até começar pelo WhatsApp, mas tem que terminar com aquela família encantada e querendo retornar para novas fotos e também te indicando para amigos e parentes”, completou.

Leo também frisa a importância de se exercer o contato mais próximo com os clientes pensando no velho (porém sempre eficiente) marketing de conteúdo baseado nas indicações da prestação de serviço de quem empunha a câmera digital com propriedade e qualidade:

Seis modelos de Lentes XF da Fujifilm recebem atualizações

“Marketing da influência feito na base do ‘te indico’, aliás, que é o mais valioso que existe, o famoso boca a boca (que representa 80% do marketing dos melhores fotógrafos do mundo). É o trabalho bem feito que gera novos clientes e que será indicado pela internet entre amigos e parentes. Um marketing digital amistoso e de extrema confiança.”

SOBRE NÓS

O Blog eMania é voltado para o segmento fotográfico, filmagem e cinema. Trazemos dicas de equipamentos, tutoriais, notícias, curiosidade, reviews e comparações de produtos para facilitar a vida do fotógrafo e cinegrafista profissional e amador.

[site_social_icons]