Home»Artigos de Foto e Vídeo»5 coisas a considerar na hora de criar um orçamento de fotografia!

5 coisas a considerar na hora de criar um orçamento de fotografia!

eMania https://blog.emania.com.br/content/uploads/2015/05/logotipo.png
eMania
4
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

O orçamento de fotografia é um dos primeiros contatos entre o fotógrafo e seu possível cliente. É nele que os detalhes do serviço são definidos e expostos para o seu futuro contratante.

Mas essa proposta não deve ser enviada de qualquer maneira, se você deseja realmente atrair clientes e vender mais serviços fotográficos.

Esse é um processo detalhado, extremamente importante e que precisa de toda a sua atenção para dar resultado. Por isso, fique atento a alguns itens essenciais na hora de enviar sua proposta comercial para um potencial cliente.

Veja neste post 5 cuidados básicos para otimizar seu orçamento de fotografia e aumentar as chances de receber um “sim” de seu futuro comprador. Confira!

1. Saiba exatamente o que o cliente precisa

Antes de passar qualquer detalhe sobre o serviço e seus preços você precisa, antes, saber exatamente do que o cliente precisa. A melhor forma de chegar a essa informação é: conversando e fazendo perguntas para o cliente.

Você pode inclusive elaborar um briefing, ou uma série de perguntas padrão, que usa no primeiro contato com o seu cliente. Mas não envie todas de uma vez e nem deixe essa primeira conversa muito robótica, afinal as pessoas gostam de falar e comprar de pessoas.

Envie uma pergunta por vez, ou no máximo três, e sempre adicione uma introdução ao email ou outra forma de contato. Essa abertura da conversa deve ser personalizada para cada cliente, respondendo suas dúvidas iniciais ou até repetindo os serviços nos quais ele está interessado.

No post sobre Como e quanto cobrar por uma sessão fotográfica tem algumas perguntas úteis que você pode usar para montar o seu orçamento. Dá uma olhada!

2. Crie uma boa primeira impressão

Depois de fazer todas as perguntas necessárias e receber as respostas, é hora de montar o seu orçamento de fotografia. Mas antes de descrever serviços e valores, dê uma atenção especial à parte visual do seu orçamento, ou seja, a primeira impressão que pretende causar no cliente.

Como somos profissionais de imagem, precisamos nos preocupar com o design e a qualidade das fotos. Nada de entregar uma planilha simples do Excel ou uma folha de Word sem vida.

Adicione itens ao seu orçamento que destaquem a sua proposta comercial e reforcem a sua marca, mesmo que trabalhe como um profissional freelancer. A maior dica aqui é adicionar a sua logomarca, usar as cores de seu logo durante a proposta e ficar atento à escolha da fonte e tamanho da letra.

Lembre-se que quanto mais caprichado for o orçamento de fotografia, mais chances do cliente fechar o trabalho com você. Então, não economize nessa hora!

3. Seja detalhista nos serviços fotográficos
5 coisas a considerar na hora de criar um orçamento de fotografia!

Outro ponto interessante na hora de montar uma proposta de fotografia é detalhar muito bem os serviços e produtos envolvidos. Na maioria das vezes, o potencial cliente não entende nada de fotografia, ou entende muito pouco.

Sendo assim, você vai precisar explicar muitas coisas e detalhar exatamente o que está incluído em seu orçamento de fotografia. Esse cuidado vai evitar que o cliente fique cheio de dúvidas e, assim, acabe por não fechar o projeto com você.

Portanto, seja detalhista na proposta e coloque algumas informações como:

  • Tipo de serviço a ser realizado;
  • Número de fotos;
  • Forma de entrega das fotografias;
  • Estimativa de horas de trabalho;
  • Valor por hora ou foto adicional;
  • Prazo de entrega do projeto;
  • Entre outros detalhes.

Quanto mais detalhista você for nessa fase, menos chances de arranjar problemas futuros com o cliente. Além disso, antes de confirmar o orçamento, certifique-se que o cliente entendeu toda a proposta e reforce os pontos essenciais por email ou telefone.

4. Não misture os tipos de serviços e preços

Um erro muito comum da maioria dos fotógrafos é ter um arquivo padrão, geralmente uma planilha, com todos os seus serviços e preços. Quando alguém solicita um orçamento, tudo o que eles fazem é enviar esse documento e deixar que o cliente se vire para encontrar o que deseja.

Você até pode ganhar algum tempo ao agir assim, já que não dedica alguns minutos para analisar a necessidade do cliente e elaborar uma proposta detalhada. Mas, tenha certeza que você perde muitas vendas justamente por causa disso.

Lembre-se que o cliente não entende muita coisa de fotografia e, em alguns casos, nem sabe ao certo do que precisa. Cabe a você, como especialista, ajudá-lo a encontrar o melhor serviço fotográfico de acordo com a necessidade dele.

Além disso, quando você envia muitas opções para o cliente ele simplesmente não consegue tomar uma decisão. Então procure limitar as opções em uma ou duas, de acordo com as perguntas que fez lá no primeiro item desse post.

5. Cause escassez e urgência na proposta
5 coisas a considerar na hora de criar um orçamento de fotografia!

Você já ouviu falar em escassez e urgência?

Escassez é quando você limita de alguma forma o produto ou serviço que está oferecendo. Pode ser pelo número de unidades disponíveis, preço especial, ou uma data de validade da promoção.

Já a urgência é um senso que você cria em seus potenciais clientes que devem tomar uma decisão rapidamente, antes que eles percam algo.

Esses dois gatilhos mentais são muito poderosos e devem constar obrigatoriamente em seu orçamento de fotografia. Assim, você evita que o cliente demore muito para respondê-lo ou nem sequer retorne o seu contato.

Como você faz isso?

Colocando um prazo de validade para a proposta. Informe que os preços e condições mencionados no orçamento são válidos até determinada data, ou por um número X de dias. Ao fazer isso o cliente sabe que não pode demorar muito para responder, ou vai perder a oportunidade.

Contudo, não seja nenhum carrasco e opressor em cima das pessoas que pedem orçamento. Não deixe o prazo apertado demais e nem muito extenso. Dê entre 2 ou três dias para que a pessoa se decida e volte a contatá-la próximo ao vencimento do prazo.

E aí, você presta atenção nessas coisas na hora de montar o seu orçamento de fotografia? Tem mais alguma coisa que deseja destacar? Deixe o seu comentário abaixo e interaja com a gente!

Comente

Post anterior

Microfone de Mão Dinâmico Sennheiser E835 - Review

Próximo post

Lente Sony E PZ 18-105 mm f/4G OSS (SELP18105G) - Review

O Autor

Nizar Escandar

Nizar Escandar

Editor Chefe do Blog eMania