A HORA MÁGICA: FOTOGRAFIAS COM BELEZA TOTALMENTE NATURAL

0 108
Tempo de leitura: 2 minutos

A famosa a hora mágica nada mais é do que o momento em que o nascer e o pôr do sol se aproximam.  Tal “fenômeno” é chamado assim porque fisicamente o sol está mais distante e as ondas de luz têm uma camada atmosférica maior para refratar, produzindo tons e cores que vão mudando a cada momento com total destaque aos tons alaranjados do céu e das nuvens, o que chama mais atenção. É o tipo perfeito de fotografia para quem gosta de tons quentes e silhuetas. E o melhor: iluminação 100% gratuita.

Engana-se quem pensa que é só no céu que as cores ficam exuberantes com uma linda textura, qualquer superfície que recebe essa incidência mais forte da luz solar reflete cores absolutamente fantásticas. Pode ser a fachada de um prédio, um jardim, uma praia, uma montanha, e até mesmo um rosto. A iluminação natural flui em praticamente qualquer “objeto fotografável”.

Tudo fica muito mais lindo durante a hora mágica, ou hora dourada, como também é conhecida. Confesso que prefiro o nascer do sol, já perdi a conta de quantas vezes pensei: hoje vou sair durante a hora mágica só pra fotografar, porém, a preguiça matinal nem sempre deixa e acabo fotografando o pôr do sol mesmo, lindamente igual.

O mais legal é que não há exatamente uma técnica para fotografar durante a hora mágica. O segredo é ir testando mesmo conforme o seu gosto. É questão de saber olhar, de sentir a beleza natural do momento. Uma dica: é bom ficar atento para não usar muita abertura, visto que sua fotografia poderá ficar um pouco sem profundidade de campo, o que diminui a beleza do momento.

Interessante que a hora mágica também é muito usada no cinema. Grandes diretores de fotografia já revelaram que preferem gravar paisagens durante o nascer ou pôr do sol.  Arrisco dizer que toda paisagem fica mais bonita durante a hora mágica.  É claro que não devemos nos prender só a esse horário. Também é possível fazer ótimas fotos nos mais variados horários. Selecionamos algumas fotografias capturadas durante a hora mágica para você ter noção da exuberância desse momento proporcionado pela natureza:

A fotografia abaixo é um ótimo exemplo de como a hora mágica foi bem usada, mais especificamente no pôr do sol. O fotógrafo deixou o objeto fotografado em primeiro plano com o céu alaranjado de cenário. Iluminação “gratuita” e linda.

a hora mágica principal

Já nessa outra, podemos observar a infinidade de tons e cores que a hora mágica proporciona. É, com certeza, um espetáculo: o amarelo, o laranja e o rosa se misturam como os tons azulados do céu.

a hora mágica 3

Não é à toa que as fotos de “pôr do sol” ou “nascer do sol” são tão populares tanto entre fotógrafos profissionais quanto amadores. Para facilitar ainda mais a sua vida, aí vai mais uma dica sobre a hora mágica: são normalmente entre os 10 ou 15 minutos (podendo durar mais ou menos) antes e depois do nascer e pôr do sol, onde temos cores mais vibrantes e uma coloração mais amarela, nos dando uma impressão de leveza e simplicidade. Outra vantagem, além da vibração maior nas cores, são as sombras mais suaves e o incrível contraste.

Como já escreveu o escritor e artista alemão, Herman Hess, “só há felicidade se não exigirmos nada do amanhã e aceitarmos do hoje, com gratidão, o que nos trouxer. A hora mágica chega sempre”. E aí, tá esperando o que pra sair correndo fotografar?


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar Aceito Política de Privacidade