Home»Dicas de Fotografia»Aprenda de maneira objetiva 30 termos usados na linguagem da fotografia

Aprenda de maneira objetiva 30 termos usados na linguagem da fotografia

eMania
4
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Assim como acontece em muitas outras áreas onde você deseja não só participar, mas também cada vez mais aumentar seu conteúdo e se aproximar do caráter de expert, conhecer mais termos técnicos dentro do mundo da fotografia ajudará no seu conhecimento e também nos possíveis ajustes no momento de tirar as suas fotos. Seja com o seu smartphone, sua câmera semi-profissional ou até mesmo na produção de seu trabalho em um estúdio, por que não?

aprenda-maneira-objetiva-30-termos-usados-linguagem-fotografia-blog-emania-23-09

Seja em função dos nomes poucos esclarecedores a quem não está acostumado com esse ambiente e os itens que forma o conjunto de iluminação, suportes, microfones e outros itens mais trabalhados ou seja pela falta real do domínio da língua inglesa (afinal, muitos dos termos técnicos são colocados principalmente em manuais de instrução em inglês), você acaba se sentindo deslocado. E até um pouco desanimado, podemos dizer assim, já que esse tipo de vocabulário simplesmente não fazia parte do seu dia a dia.

Isso mesmo, não FAZIA, porque agora você vai obter várias e várias dicas através de um guia que você pode salvar como favorito no seu computador, smartphone ou qualquer outro dispositivo que você use constantemente para, num momento de maior urgência, ter o lugar certo para recorrer.

Confira a seguir um compilado de 30 termos técnicos que você não precisará mais se perguntar o que significa no mundo da fotografia:

Adapter Ring (anel adaptador): Esse tipo de recurso encaixado nos arredores da lente é capaz de tanto aumentar como diminuir o diâmetro de uma lente para que ela tenha o encaixe correto na sua máquina fotográfica. Por fazerem as duas funções, podem ser encontrados na forma de Step-up Ring (aumentador) ou Step-Down Ring (diminuidor).

Aperture (abertura): Quando falamos em abertura na linguagem fotográfica, podemos estar falando principalmente de dois casos: A abertura do diafragma e do obturador, itens que são integrados a câmera fotográfica utilizada.

Bokeh (sem tradução): Você já viu aquelas fotos onde os efeitos de luzes parecem grandes estrelas seja em um formato hexagonal, quadrado ou arredondado, criando uma iluminação pontilhada belíssima com várias luzes fora de foco? O nome justamente da formação desses pontos que não estão focados de fotografia é bokeh.

aprenda-maneira-objetiva-30-termos-usados-linguagem-fotografia-1-blog-emania-23-09

Blur (desfoque): A definição em português já é praticamente autoexplicativa, sendo o blur a capacidade de desfoque em determinados setores de uma imagem. A técnica mais relacionada a esse termo é a motion blur (desfoque em movimento), colocando uma pessoa de frente para um caminho e, com o desfoque criado nos arredores, passa a nítida sensação de que o modelo tirou a foto enquanto estava andando ou até mesmo correndo.

Coating (revestimento): O coating nada mais é do que qualquer camada de revestimento que você use em sua lente fotográfica seja para criar um grau maior de proteção ou mesmo para ganhar diferentes tons nas suas fotos: Amarelado, azulado, esverdeado, diminuição de contraste, melhora da nitidez etc.

Conical lens hood (parasol cônico): O termo parasol serve para definir os tubos que por vezes vemos a frente da lente das câmeras. Eles tem como objetivo diminuir a incidência de luz diretamente na lente (evitando o efeito de luz conhecido como flare) e também como elemento de proteção física contra possíveis arranhões e quedas. Podem ser encontrados em vários formatos: Cilíndrico, cônico, tulipa etc.

Diaphragm (diafragma): De acordo com a quantidade de luz que entra na sua câmera, você alcançará um determinado padrão de luminosidade e, consequentemente, de qualidade na imagem. Essa abertura das lentes é chamada nos termos técnicos de diafragma, sendo essencial principalmente para locais ou momentos que você precise trabalhar com mais ou menos luz no seu cenário.

Exposure (exposição): Conjunto controlado por três princípios de configuração (abertura do diafragma, velocidade e ISO) que determinam a nitidez e o equilíbrio de uma imagem, podendo variar para o uso de expressões como imagem sub-exposta (escura demais) ou sobre-exposta (clara demais).

F/stop (sem tradução): A f/stop é justamente o nome dado a escala que define qual o tamanho de abertura do seu diafragma. Quanto maior o número que estiver inserido na configuração da câmera, maior também será a incidência de luz na sua lente.

Flare (sem tradução): Efeito de luz criado pelo excesso de incidência direta de qualquer fonte de luz na sua lente onde pequenos pontos de luz semelhantes aos do bokeh entram na imagem, geralmente formando uma linha delineada pelo raio de luz que vai em direções alternadas.

aprenda-maneira-objetiva-30-termos-usados-linguagem-fotografia-2-blog-emania-23-09

Granulation (granulação): Formação da fotografia onde pequenos pontos da imagem parecem estar fora de seu lugar correto e criam a ligeira sensação da imagem estar se desfazendo como se fosse poeira. Ele pode ocorrer acidentalmente por um erro de composição dos elementos escolhidos para um contexto específico de foto como também de maneira proposital.

Grid (grade): Divisão de uma imagem em várias partes usando linhas imaginárias ou mesmo a configuração da própria máquina fotográfica para, em geral, determinar quais elementos estarão em destaque, o que pode ser mais centralizado etc.

Histogram (histograma): Gráfico geralmente encontrado em dados detalhados sobre uma imagem que monitora os pontos de luminosidade, ajuste principalmente usado tanto em câmeras de configuração mais complexa ou mesmo na edição de fotos por algum software específico.

Hue (matiz): Um dos elementos de cor que, junto com o brilho e a saturação, são capazes de determinar qual tipo de imagem ou cenário quer ser passado dentro de uma fotografia.

Infrared (infravermelho): Efeito de luz que, como o próprio nome diz tem tons avermelhados, e geralmente podiam ser vistos em fotos onde os olhos das pessoas ou animais retratados tinham um tom vermelho. Não são todas as câmeras que conseguem captar essa onda de luz, logo algumas precisam do uso de um filtro especial.

ISO (sem tradução): Essa é uma das siglas mais citadas dentro das configurações de uma fotografia. Ela determina a quantidade de luz que incidirá em uma lente, sendo sua escala de quanto maior o ISO, maior a incidência de luz, logo maior a claridade alcançada. Junto com a a abertura do diafragma e a velocidade do obturador, o ISO compõe a exposição de uma imagem.

JPEG (sem tradução): O formato mais comum de qualquer arquivo de imagem sendo que a sigla significa Joint Photographic Experts Group. É extremamente útil para manusear as suas fotos em outros dispositivos justamente pela capacidade de adaptação a todos os sistemas operacionais com leitura de imagem.

Landscape (paisagem): Além da definição óbvia da tradução, fotos de estilo landscape são aquelas que captam exclusivamente paisagens com tipos de beleza em particular de acordo com a formação geológica e geográfica em que elas se encontram.

aprenda-maneira-objetiva-30-termos-usados-linguagem-fotografia-5-blog-emania-23-09

Lens cap (tampa da lente): Tampas de proteção física inseridas na lente que podem ser encaixadas em separado ou mesmo com o suporte de um cordão. Servem para minimizar o risco de arranhões, quedas e também a incidência de sujeira.

Macro (sem tradução): As fotos nessa técnicas são aquelas que geralmente retratam animais ou seres vivos muito pequenos, utilizando lentes de alta potência e que captam detalhes praticamente invisíveis a olho nu. Também são usadas para flagrar alguns detalhes do corpo humano em partes específicas.

Point-and-shoot cameras (câmeras compactas): Termo que em tradução literal significaria “câmeras para apontar e fotografar”, ele define as famosas câmeras compactas, com menores níveis de riqueza de detalhes porém com a praticidade no que se refere a mobilidade, armazenamento e simplicidade de suas configurações.

Panoramic (panorâmica): Estilo fotográfico que, feito com câmeras geralmente de grande alcance ou mesmo com smartphones de tecnologia com fotos em 360 graus, conseguem englobar um ângulo bem amplo de alguma paisagem semelhante ao modo landscape, porém com um ângulo de visão aumentado.

Remote shutter (disparador remoto): Item facilitador para tirar uma fotografia onde quem está batendo a foto pode ter um ângulo de visão mais amplo por encarar diretamente o cenário da foto sem necessariamente precisar olhar pelo visor da sua máquina. Muito usado em fotos esportivas onde, na prática do esporte em questão, quem está batendo as fotos não pode se manter na área onde posicionou a sua câmera.

aprenda-maneira-objetiva-30-termos-usados-linguagem-fotografia-4-blog-emania-23-09

RAW (sem tradução): Sigla sem tradução aparente que determina o formato inicial de qualquer arquivo fotográfico. Ou seja, exatamente a captação da imagem feita na câmera fotográfica na capacidade máxima de megapixels disponível. Usada geralmente para manuseio de imagens em alta definição.

Shutter (obturador): Limitador físico da incidência de luz mediante a câmera. O obturador é uma estrutura separada ao diafragma e fica na parte mais exposta possível, ao contrário do diafragma que fica na parte interna da lente. A velocidade que o obturador abre e fecha no momento que a foto é batida em conjunto com a abertura do diafragma e o ISO determinam a exposição de uma foto.

TLR (câmeras de lente dupla): Esse modelo de câmera é formado por duas lentes que já vem instaladas no equipamento em si e permitem a separação de uma lente específica para filmagem e a outra para fotografia, geralmente muito antigas. Apesar de suas “idades avançadas”, alguns fotógrafos indicam que esse modelo é bem útil pelo conforto de fotografar sem precisar olhar pelo visor da câmera, já que ele se posiciona como uma tela em separado localizado na parte de cima da máquina.

Tripod (tripé): Suporte de três partes usado geralmente para manter a câmera posicionada em um ângulo mais alto do que o solo e útil pela possibilidade de estabilização da máquina. Muito utilizada também para manter câmeras mais pesadas em um ângulo fixo por longos períodos de tempo.

Ultraviolet (ultravioleta): Efeito que, na escala de cores, é exatamente o oposto do infravermelho. Assim como o seu elemento contrário, não é possível de ser captado por todas as câmeras, sendo por vezes necessário o uso de um filtro específico.

White balance (balanço de branco): Como a própria tradução exibe, esse é o equilíbrio do tom de branco que será utilizado na imagem. Fotos com uma incidência desequilibrada de branco podem alterar diretamente o tom da imagem, podendo deixar ela mais alaranjada, azulada ou até mesmo esverdeada.

Wide angle lens (lentes grande angular): Definição de lentes que conseguem a captação de um maior ângulo de visão em uma imagem, geralmente utilizada para o desejo de combinar cenários e modelos em um mesma imagem sem a necessidade de se distanciar muito do ponto a ser fotografado.

Post anterior

Como escolher o melhor papel para revelar fotografias

Próximo post

A importância de estabelecer objetivos fotográficos para você