Ensaio fotográfico com pessoas: como dirigir?

1 102
Tempo de leitura: 3 minutos

Não basta apenas tirar fotos com todas as técnicas aprendidas nos manuais. Em um ensaio fotográfico, o fotógrafo é o diretor, ele dirige a cena, os movimentos e os passos de quem está sendo fotografado. Por isso, fotografar pessoas é diferente de fotografar objetos. As pessoas precisam expressar emoções nas fotos, para comunicar através de detalhes, sorrisos, gestos e olhares a mensagem que a foto está passando. Para isso, o fotógrafo precisa deixa-la à vontade e não mecanizada como um objeto. Dirigir um ensaio fotográfico afetivo é expressar sensações que vão além da imagem.

Se você já fez um ensaio fotográfico com alguma pessoa ou um casal, provavelmente deve ter ouvido “o que eu faço?” quando apontou a câmera por alguns segundo para eles. Isso é normal, porque voltamos à consciência para o nosso corpo quando sabemos que alguém está nos observando. Nesse caso é uma câmera, com a lente fotográfica encarando-as nos olhos e a certeza de que todo movimento não passará despercebido.
Para te ajudar nessa tarefa, selecionamos alguns erros e dicas para você lidar melhor com as situações mais comuns na hora de fotografar pessoas.

#Erro 01

A maioria dos fotógrafos olha mais para a câmera digital, para os ajustes e para o ambiente do que para a pessoa que está fotografando. A relação fotógrafo e fotografado é a mais importante. A espontaneidade do fotografado é mais importante do que a qualidade do ISO, do filtro ou da resolução. Se a pessoa não estiver à vontade, não piore a situação falando para ela agir naturalmente, isso só a deixará mais desconfortável e as fotos artificiais. Outro erro é falar para a pessoa fazer o que ela quiser, porque ela irá pensar em todos os possíveis gestos e expressões e não conseguirá transmitir nenhum naturalmente. Essa função é sua, fotógrafo! Faça fotos sem a pessoa perceber, fale que está só testando, comente algum assunto descontraído que a faça sorrir, seja espontâneo também!

#Erro 02

Provavelmente quem você estiver fotografando vai perguntar “que pose eu faço?”. O problema é que não existe pose pronta, você não pode alimentar o erro e dizer algum gesto mecânico, porque além de deixar a pessoa desconfortável, ela transmitirá isso na foto. Outro ponto negativo é que as “poses” são expressões intrínsecas das pessoas. Não adianta você montar uma cena perfeita, com a noiva deitada em um piano, o noivo tocando com o peito estufado, se essa não for a característica do casal. As pessoas precisam expressar-se independentes da pose, porque elas precisam se ver na foto. Então, a melhor solução é não encaixar as pessoas nas poses e sim as expressões naturais da pessoa na foto.

Reforçando: o que você não deve falar

– Não fale para a pessoa agir naturalmente
– Não fale “faça o que quiser”
– Não fale “finja que eu não estou aqui”. Até porque se você não estivesse ali, provavelmente ela também não estaria.
– Não peça para a pessoa sorrir. Em vez disso, faça com que ela sorria.
Agora vamos para o próximo passo, que é o que você pode fazer para as fotos e principalmente, a pessoa fotografada ficar mais a vontade em um ensaio fotográfico.

#Dica 01

Já falamos que quando você aponta a câmera, a pessoa toma consciência das expressões. Para evitar isso você pode distrair a pessoa. Por exemplo, se você estiver fotografando uma criança, peça para ela tentar subir em uma árvore e fotografe esse momento. No momento em que ela estiver distraída neste movimento, à espontaneidade virá à tona e você conseguirá uma foto criativa. Isso também vale para adultos, você pode pedir para eles fazerem algo comum a eles, como colher uma flor, pensar na resposta de uma charada, cantar a música favorita em câmera lenta, ou ser surpreendidos com uma piada contada pelo fotógrafo.

ensaio fotografico

#Dica 02

Peça para a pessoa fechar os olhos, sentir o vento, imaginar que está flutuando em flores em um jardim de algodão doce, que seja! O importante é abstrair, para provocar expressões verdadeiras e sinceras que serão transmitidas nas imagens. Sugerir essas situações é um ótimo passo para você começar a dirigir fotos com pessoas.

#Dica 03

Você pode pedir para a pessoa interagir com ela mesma ou com o ambiente, no meio dessa distração é que as fotos incríveis surgirão. Peça para ela acariciar o próprio cotovelo, o cabelo, uma flor ou árvore. O importante é que seja uma ação de ir até algo e fazer alguma coisa. Além disso, é fundamental você dar um feedback contínuo para a pessoa, como “isso, ficou muito legal”, “está ficando ótimas as fotos” e até mesmo mostrar algumas fotos na hora, para a pessoa ver o resultado e sentir confiança no seu trabalho.

ensaio fotografico

Agora que você já sabe o que fazer e o que não fazer em uma direção de fotografia com pessoas, exercite essas dicas no dia a dia e confira o resultado das suas fotos!

1 comentário
  1. […] em relação ao plano de fundo, tome cuidado com o agito do local escolhido para fazer o ensaio fotográfico de cachorro. Se o ambiente for muito agitado o animal não ficará a vontade e quieto, o que pode […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar Aceito Política de Privacidade