Home»Dicas de Fotografia»Como aplicar o panning para fotos abstratas de paisagem

Como aplicar o panning para fotos abstratas de paisagem

eMania
3
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

A técnica de panning geralmente é usada para temas em movimento, mas você pode aplicá-la de uma maneira artística, para criar um ar abstrato na sua fotografia de paisagem.
Quando escutamos o termo “fotografia de paisagem”, pensamos em montanhas, montes redondos, ou até no mar e na areia, mas a fotografia de paisagem pode ser muito mais que uma simples vista bonita.
Ao usar um deslocamento devagar com uma velocidade de obturador mais longa, você consegue “pintar” detalhes e texturas em uma cena de paisagem e sair com um resultado que vai além do abstrato.

Melhores condições?

Sempre escutamos que na fotografia de paisagem a “hora dourada” é a melhor hora para fotografar, mas há um velho ditado que afirma “saia a procura de alguma coisa e você vai encontrar apenas isso”. Por isso, expanda a sua visão e vá à sessão de fotos com a mente aberta,
Com a técnica de panning, por exemplo, você pode sair para fotografar ao meio dia e com o tempo nublado e ainda assim conseguir imagens muito interessantes. Na verdade, a hora do dia não importa muito; do nascer ao por do sol, em qualquer momento, resultados incríveis podem estar à sua frente.
Se você dominar as dicas a seguir, você pode conseguir fotografias abstratas de paisagem a qualquer momento.

Seja ousado

Procure por um lugar com traços fortes e coloridos. Pequenos detalhes e texturas sutis vão se perder no blur causado pelo efeito panning e, por isso, você não vai poder destacá-los da mesma forma que faria com uma fotografia comum de paisagem. Procure campos bem verdes, plantações amarelas, campos de flores coloridos… Esses elementos criam linhas de texturas interessantes em um movimento de panning.

panning

Faça um panning panorâmico

Para usar a técnica do panning em uma foto panorâmica, você vai precisar de um tripé com um encaixe de câmera específico, daqueles que pode se deslocar para todos os lados, mas não para cima e para baixo – uma cabeça de tripé com três saídas, ou uma cabeça específica para panorâmicas é o ideal. Se a cabeça do seu tripé é a redonda, você pode travá-la e soltar apenas a coluna. Dessa maneira, você ainda pode deslocar a câmera fotográfica para a esquerda e para a direita.

Diminua a velocidade

Velocidades de obturador entre um e quatro segundos tendem a gerar resultados melhores nos pannings de fotografia de paisagem. Tente aplicar o efeito vagarosamente e suavemente, e mantenha a câmera em movimento para a mesma direção para dar ainda mais a sensação de movimento. Você pode deslocar a sua câmera horizontalmente, ou verticalmente. Árvores com caules longos e cores mais claras são ideais para aparecerem nas imagens com panning vertical. Campos e flores em forma de “tapete” são ideais para o panning horizontal.

panning

Conclusão

Muitas vezes a fotografia não depende da sua experiência como fotógrafo, ou do seu conhecimento acerca das técnicas mais profissionais que existem. É claro que esses elementos são importantes e um pouco de estudo e prático pode te levar muito além. No entanto, a habilidade e a coragem de inovar em técnicas fotográficas novas e corajosas podem gerar resultados ainda mais incríveis do que se você ficar nas técnicas e maneiras tradicionais de se fotografar.
A técnica de panning, ou de deslocamento de câmera, é uma maneira fácil e prática – até para os menos experientes – de se criar fotografias de paisagem abstratas, interessantes e que, com certeza, vão chamar a atenção do espectador. Você precisa, apenas, mover a sua câmera fotográfica DSLR em linha reta – horizontal, ou verticalmente – durante uma longa exposição e pronto: uma ótima alternativa para fugir do comum e para se destacar.

Post anterior

Lensbaby anuncia lente que faz bokeh "torcido"

Próximo post

Conheça a Série Sony Alpha A7