Home»Dicas de Fotografia»Como fotografar paisagens com exposições diferentes na mesma cena?

Como fotografar paisagens com exposições diferentes na mesma cena?

eMania https://blog.emania.com.br/content/uploads/2015/05/logotipo.png
eMania
5
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Para um fotógrafo iniciante aprender como fotografar paisagens com exposições diferentes pode ser um grande desafio. Afinal, nessas circunstâncias, você não consegue um equilíbrio em suas configurações que aborde as exposições distintas que a imagem possui.

Por causa disso, é quase inevitável ter áreas mais escuras em sua foto do que outras, ou então perder detalhes importantes em sua fotografia de paisagem, não é?

Mas tem uma saída, na verdade são três opções para conseguir uma exposição excelente em toda a imagem. Você pode usar a técnica do cartão preto, um filtro de densidade neutra ou apelar para a fotografia HDR.

Qual delas você prefere?

Veja neste post o que são cada uma dessas técnicas, como fazê-las e as desvantagens de cada escolha. Aprenda definitivamente como equilibrar a exposição de suas fotos da natureza de forma fácil e simples. Confira!

Técnica do cartão preto

Essa é a forma mais simples de aprender como fotografar paisagens com exposições diferentes. Tudo o que você precisa é ter um objeto da cor preta em suas mãos, de preferência fosco para evitar qualquer tipo de reflexo.

Faça a fotometria em toda a imagem e mude apenas o tempo de exposição. Em um pôr do sol, por exemplo, o céu mais claro seria exposto por 3 segundos, enquanto o restante da imagem ficaria em 30 segundos.

Aproxime o cartão ou pano preto da lente exatamente na região com o menor tempo de exposição, ou seja, a parte mais clara da foto, no nosso exemplo o céu. Pressione o obturador e conte 27 segundos, depois remova o cartão da frente da lente e registre a foto.

Se tiver um disparador remoto com cronômetro, programe automaticamente o disparo e o use para acompanhar o tempo. Caso não tenha um, improvise com o cronômetro do seu celular e seja rápido.

Esse pequeno truque vai ajudar a equilibrar a exposição das fotos de maneira simples e barata. A melhor parte é que a foto já sai pronta e você não precisa editar nada no computador. A desvantagem é que só funciona com exposições longas, já que você precisa ser rápido para tirar o objeto da frente da lente no momento certo.

Dá uma olhada no exemplo dessa técnica na foto da Claudia Regina do Blog Dicas de Fotografia:
Como fotografar paisagens com exposições diferentes na mesma cena?

Filtros de densidade neutra

O filtro ND limita a quantidade de luz que passa pela lente da câmera e deve ser usado sempre em longas exposições, quando é impossível conseguir esse efeito de outro modo.

Ele é ótimo para equilibrar a exposição de toda a cena, mas também pode ser aplicado a uma área específica da foto. O Filtro ND parcial, cujo nome oficial é filtro ND Grad, faria o mesmo trabalho que o cartão preto que vimos anteriormente.

A vantagem é que eles são baratos, especialmente se você comprar filtros usados. Além disso, você não precisa se preocupar em removê-lo de frente da lente, como no caso do objeto preto que impede o registro da foto.

Basta colocar aqui, acertar a exposição, dar uma olhada no LCD para ver se ficou de seu agrado e fazer o registro.

Mas nem tudo são flores, infelizmente. Como ele é redondo pode ser difícil tampar toda a área muito clara, especialmente quando ela está espalhada pela imagem. Então você ainda pode ter alguns problemas de exposição mesmo com esse filtro de lente.

Fotos HDR

Outra opção, para quem pretende aprender como fotografar paisagens com exposições diferentes na mesma cena, são as fotos HDR ou high dynamic range.

De forma simples são registradas até três fotos diferentes de uma mesma cena, todas com exposições diferentes. E o que você faz em seguida é juntar todas elas em um software de edição de imagens, aproveitando a melhor parte de cada um dos registros.

Podemos comparar com um quebra-cabeça fotográfico. Você tira uma foto com a natureza bem exposta, por exemplo. Depois mais uma imagem com o céu exposto corretamente e outra com o plano de fundo.

Em seguida, é só reunir tudo no seu software de edição favorito e ficar com o melhor dos três registros. Não tem erro e iria facilitar a sua vida como fotógrafo, não é?

A desvantagem, talvez nem seja um ponto negativo para alguns fotógrafos, é que vai precisar usar de pós processamento. A imagem não sai pronta da câmera como nas duas opções anteriores e você precisa ter algumas habilidades de edição e configuração da técnica.

Aliás, a internet está cheia de exageros em fotografia HDR. Então, você precisa treinar o seu olho para evitar cometer deslizes que possam acabar com sua fotografia, ao invés de ajudá-la.

Qual a melhor opção?
Como fotografar paisagens com exposições diferentes na mesma cena?

Depois de ver essas três lições sobre como fotografar paisagens com exposições diferentes, a dúvida é: qual a melhor opção? Devo usar um cartão, um filtro ND ou apelar para o pós processamento?

A resposta é: depende!

Primeiro você tem que avaliar o tipo de imagem que pretende registrar. Quando a diferença das exposições é muito grande, o mais recomendado é a fotografia HDR e o ajuste na edição mesmo. Você vai economizar tempo assim e conseguirá obter a imagem a seu agrado, o que pode não acontecer em outras técnicas.

Vale usar HDR para as imagens em que as exposições estejam espalhadas pela foto também, como em três lugares diferentes. Deste modo, você junta as melhores partes de cada imagem e fica com um resultado final incrível.

Agora se os detalhes se encontram em áreas específicas, como no exemplo do por do sol, então você pode escolher entre o filtro ou o cartão. Para desempate leve em conta o que está mais perto de suas mãos e também o que traz o melhor efeito.

Por fim, as suas preferências como fotógrafo também vão influenciar nessa escolha. Alguns profissionais detestam qualquer tipo de edição na imagem e está tudo bem. Nesse caso, vão preferir as outras duas técnicas (cartão ou filtro).

Em outros casos, se você não tem nada contra o Lightroom ou Photoshop, então a fotografia HDR pode ser uma boa opção para você.

Enfim, experimente todas elas e veja qual lhe agrada. Essa é a melhor forma de encontrar técnicas inovadoras e perfeitas para sua fotografia.

Gostou desse post sobre como fotografar paisagens com exposições diferentes? Compartilhe em suas redes sociais e ajude outros fotógrafos!

Comente

Post anterior

Lente Sony FE 28mm f/2 (SEL28F20) - Review

Próximo post

Estudantes desenvolvem traje controlador de drone

O Autor

Nizar Escandar

Nizar Escandar

Editor Chefe do Blog eMania